Conecte-se agora


Esporte

Bahia e Ceará empatam sem gols pelo Brasileirão

O Bahia foi até Fortaleza e empatou em 0 a 0 com o Ceará, durante partida disputada hoje (8), na Arena Castelão. O confronto foi válido pela oitava rodada da Série A. Em jogo truncado, o time comandado pelo técnico Roger Machado encontrou dificuldades para furar a defesa dos donos da casa.

A melhor chance do primeiro tempo foi de Arthur Caíke, após chute por cima da meta defendida pelo goleiro Diogo Silva. Por outro lado, Douglas pouco foi exigido na meta do Esquadrão.

O segundo tempo foi mais movimentado. O Esquadrão de Aço teve a melhor chance de novo com Arthur Caíke. Depois de receber do xará Arthur, o meia-atacante emendou um chute que desviou na zaga e acertou a trave. Na sequência, Fernandão recebeu em profundidade, mas acabou esbarrando no goleiro cearense. Pressionado, o time do Bahia chegou a ser pressionado no fim do jogo, mas o goleiro Douglas salvou o time. 

Com o empate sem gols, o time tricolor estacionou na terceira posição, com 14 pontos conquistados. Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Internacional, no Beira Rio, na próxima quarta-feira (12), às 21h30. (Metro1)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Neymar é xingado e vaiado durante jogo de retorno ao PSG

Neymar foi xingado pela torcida do Paris Saint-Germany (PSG) durante um jogo contra o também francês Strasbourg. Antes do jogo começar, pessoas começaram a cantar “Neymar, filho da p…” em espanhol, no estádio do time, Parque dos Príncipes.

Segundo o site Uol, o atacante foi vaiado a cada toque na bola durante os primeiros minutos da partida. O jogador estava em campo pela primeira vez desde que não conseguiu se transferir.

A rejeição da torcida foi uma reação contra uma nota oficial do Coletivo Ultra, principal organizada do clube. Os líderes do time afirmaram que seriam indiferentes a Neymar e não iriam xingá-lo para não prejudicar o PSG. Contra o Nîmes, os insultos resultaram em multa de 2 mil euros, equivalentes a R$ 9 mil.

Continue Lendo

Esporte

Brasil garante vaga em sete finais do Mundial de Natação Paralímpica

Ao todo, dez nadadores brasileiros disputaram as provas eliminatórias na manhã desta sexta-feira (13/9), na piscina do Parque Olímpico de Londres, na Inglaterra. Sete deles asseguraram vaga nas finais que estão ocorrendo desde às 14h. 

A pernambucana Maria Carolina Santiago avançou à final dos 100m livre classe S12 (baixa visão) com o melhor tempo (59s81), oito décimos mais rápida que a segunda colocada, a russa Anna Krivshina (1m00s62). Outra brasileira, a paraense Lucilene Souza se classificou em quarto lugar (1min02s19) e também se garantiu na final.

A final dos 50m livre classe S8 (lesão abaixo da L4, amputação acima dos dois  joelhos, amputação das duas mãos e diplegia leve) terá a presença do brasileiro Gabriel Cristiano que conseguiu a segunda melhor nota nas eliminatórias (27s06). Cecília Araújo, natural do no Rio Grande do Norte, se garantiu na final feminina dos 50m livre classe S8, batendo novo recorde das Américas, cravando o tempo de 30s67. O melhor tempo foi da francesa Claire Supiot (30s56).

Outros brasileiros também disputam as finais. Confira os horários abaixo:

14h49 – 50m livre (S8) – Gabriel Cristiano

14h53 – 50m livre (S8): Cecília Araújo

15h10 – 50m livre (S6): Laila Suzigan

15h47 – 100m livre (S12) – Lucilene Sousa e Maria Carolina Santiago

16h37 – 100m livre (S11): Wendell Belarmino e Matheus Reine

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Esporte

Ex-presidente da Conmebol é banido pela Fifa por causa de suborno

O Comitê de Ética da Fifa informou nesta quinta-feira (12) o banimento do futebol de Juan Ángel Napout, ex-presidente da Associação Paraguaia de Futebol (APF, na sigla em espanhol), da Conmebol e vice-presidente da Fifa, acusado de suborno. Além disso, o ex-dirigente também foi multado em 913 mil euros (cerca de R$ 4,1 milhões).

“A investigação do Sr. Napout está relacionada a uma série de subornos durante o período entre 2012 e 2015, ligados às suas funções na concessão de direitos de televisão e marketing dos torneios CONMEBOL”, explicou a Fifa, em um comunicado oficial, no qual a entidade considerou que Napout “violou o artigo 27 (suborno) do Código de Ética da Fifa”.

Em agosto do ano passado, Napout foi condenado a nove anos de prisão após audiência de cinco horas em Nova York, nos Estados Unidos. A defesa do paraguaio pedia que ele fosse solto imediatamente, enquanto que a promotoria queria 20 anos de detenção.

O paraguaio Juan Ángel Napout foi preso por envolvimento no escândalo de corrupção no futebol mundial, conhecido como “FifaGate”, que também prendeu o brasileiro José Maria Marin, ex-presidente da CBF.

Napout, de 60 anos, tem “uma personalidade oculta, um lado oculto”, e “perpetuava a noção de que era uma boa pessoa ao mesmo tempo em que recebeu 3,3 milhões de dólares em propinas até ser preso e aceitou receber outros 20 milhões mais” em subornos, afirmou a juíza Pamela Chen ao anunciar a sentença na época.

Em dezembro de 2017, Napout foi declarado culpado por formação de uma organização criminosa e de fraude financeira na Copa América e na Copa Libertadores, após sete semanas de julgamento na corte federal do Brooklyn, em Nova York. (Correio)

Continue Lendo

Bahia

Jequié confirma participação no Campeonato Baiano Feminino

O Jequié Esporte Clube confirmou a participação no Campeonato Baiano Feminino. A inscrição do time na competição foi colocada à prova pela falta de estádio para mandar os jogos, já que o Waldomiro Borges passa por reformas . O presidente do JEC e diretor de futebol feminino do ADJ, Emanuel Campos Silva, o Tinho, disse que a prefeitura de Itagi liberou o Estádio Municipal Ademar França Pinto para a equipe.

Porém, o estádio para mandar os jogos não é o único problema do Jequié. “Infelizmente algumas atletas estão lesionadas e passando por processo cirúrgico, a exemplo de Itacaré e Claudinha, que se lesionou no Vitória. E a nossa capitã Geovana se lesionou na final do Fut 7, também vai está passando por cirurgia. Outras atletas de destaque foram contratada para atuarem pelo Bahia, o que é uma boa notícia, pois lá vão receber salários. Logo, vamos com um time muito jovem, afim de revelar novos talentos e quem sabe poder fazer uma grande campanha”, disse Emanuel.

O Jequié vai disputar o Baiano feminino pela terceira vez consecutiva. Nos dois primeiros anos, a equipe terminou entre as três melhores do certame. (BN)

Continue Lendo

Esporte

Lenda japonesa do judô está no Brasil para ministrar treinamento no COB

Misato Nakamura, técnica da seleção japonesa de judô, está no Brasil para ministrar um treinamento para atletas e treinadores dentro do Curso de Alto Rendimento (CEAR Excelência), promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). O módulo inicia nesta segunda-feira e vai até o dia 13 de setembro.

“Ultimamente estou ganhando experiência para ensinar judô e este curso será uma ótima oportunidade para mim. Gostaria de compartilhar a minha experiência de ser atleta da seleção japonesa e de ensinar judô para os atletas novos”, explicou Misato, que foi tricampeã mundial na categoria até 52kg nas edições de Roterdã (2009), Paris (2011) e Astana (2015) da competição.

Ela é muito conhecida em seu país e também no Brasil. Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, venceu Erica Miranda na disputa da medalha de bronze. “Minha primeira vez aqui foi em um Grand Slam no Rio, em 2010. Lutei com duas atletas do Brasil e uma delas foi a Erica Miranda. A partir desse momento, lutei varias vezes com ela e a última vez foi nos Jogos Olímpicos, na disputa de bronze. É impressionante que ela foi uma das melhores atletas do mundo por muito tempo. É uma das judocas que mais admiro.”

Além do bronze no Rio, Misato ganhou também outro terceiro lugar, na Olimpíada de Pequim, em 2008. Sua experiência será usada para aperfeiçoar a modalidade no Brasil. “Quero aproveitar para aprender as diferenças de treinos e mentalidades com o meu país. Meu clube, Mitsui Sumitomo, já recebeu varias atletas brasileiras e temos uma boa relação. Também conheço a Yuko Fujii, técnica da seleção masculina, e tenho muito orgulho dela como uma mulher japonesa.”

Voltado para as modalidades olímpicas, o CEAR Excelência começou no ano passado com a ginástica artística e é um programa desenvolvido pelo Instituto Olímpico Brasileiro, área de Educação do COB. Pelo judô, reuniu profissionais como Yuko Fujii, Mario Tsutsui, técnico da seleção feminina, e os treinadores Antônio Carlos Pereira (Kiko) e Geraldo Bernardes, entre outros.

O foco de todos é possibilitar um bom desempenho do Brasil nos Jogos de Tóquio. Para Misato, a disputa do judô será algo muito especial na Olimpíada em seu país. “É um evento que reúne todos os atletas fortes do mundo. E judô é uma das maiores modalidade. Espero que todos os competidores, não só do Japão, mas do mundo todo, tenham um ótimo desempenho no ginásio que estará cheio de torcedores.” (ATarde)

Continue Lendo

Mais Lidas