Conecte-se agora


Política

Site publica conversas privadas de Moro, Dallagnol e procuradores da Lava Jato

O site The Intercept Brasil publicou há pouco três matérias com o conteúdo de chats privados de integrantes da força-tarefa da Lava Jato e diálogos do então juiz Sergio Moro com Deltan Dallagnol.

A publicação divulgou, por exemplo, trocas de mensagens de Dallagnol com procuradores num grupo de bate-papo, dias antes de apresentar a denúncia contra Lula no caso do triplex. O coordenador da Lava Jato mostrava preocupação com fundamentação da acusação e posterior a repercussão do caso.

“Falarão que estamos acusando com base em notícia de jornal e indícios frágeis… então é um item que é bom que esteja bem amarrado. Fora esse item, até agora tenho receio da ligação entre petrobras e o enriquecimento, e depois que me falaram to com receio da história do apto… São pontos em que temos que ter as respostas ajustadas e na ponta da língua.”

Em outro trecho vazado, Dallagnol comenta com satisfação o item 191 da denúncia, que reproduz matéria do Globo, de 2010, que já atribuía o triplex a Lula: “tesão demais essa matéria do O GLOBO de 2010. Vou dar um beijo em quem de Vcs achou isso.”

Há também trocas de mensagens entre Dallagnol e Moro, então juiz da 13ª Vara Federal no Paraná. Numa mensagem, o procurador reclama das críticas da imprensa por causa da denúncia, ao que Moro responde: “Definitivamente, as críticas à exposição de vcs são desproporcionais. Siga firme.” 

Outra troca de mensagens vazada ao Intercept trata da reação dos procuradores da Lava Jato ao pedido da Folha para entrevistar Lula na cadeia em plena campanha eleitoral.

A procuradora Laura Tessler se mostra revoltada com o que chama de “piada”. “Lá vai o cara fazer palanque na cadeia. Um verdadeiro circo.” Uma outra procuradora, Isabel Groba, responde: “Mafiosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”

Há mensagens que mostram também a preocupação de procuradores com a eleição de Fernando Haddad.

O site ‘The Intercept’ reproduz ainda diálogos entre Moro e Dallagnol, dando a entender que houve  interferência do juiz na investigação, por meio de sugestões e críticas. Uma das conversas ocorreu depois da decisão do STF de soltar Alexandrino Alencar, então diretor de relações institucionais da Odebrecht.

“Caro, STF soltou Alexandrino. Estamos com outra denúncia a ponto de sair, e pediremos prisão com base em fundamentos adicionais na cota. […] Seria possível apreciar hoje?”, escreveu Dallagnol. Moro respondeu: “Não creio que conseguiria ver hj. Mas pensem bem se é uma boa ideia.

Em seguida, o coordenador da Lava Jato comunicou aos colegas a posição do juiz, a quem se referia como “russo”. Em outra mensagem, um mês depois, Sergio Moro questiona Dallagnol sobre a iniciativa de recorrer das condenações de colaboradores. Enquanto o procurador tenta impedir a execução da pena, o magistrado pensava o oposto.

Em outra mensagem a Dallagnol, em 21 de fevereiro de 2016, Moro sugere inverter a ordem de duas operações que estavam planejadas pelo MPF. O procurador respondeu que haveria 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pelo Twitter, Bolsonaro descarta recriação da CPMF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (11) pelo Twitter que a recriação da CPMF ou o aumento da carga tributária estão fora dos planos do governo. 

A tentativa de reestabelecer o tributo foi inclusive o motivo da demissão do secretário Marcos Cintra, da Receita Federal, explicou o presidente. 

Cintra foi demitido hoje (11) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, após a equipe Receita ter anunciado a possibilidade de criação da CPMF.

Guedes e Cintra defendem a tributação, apesar do presidente já ter se manifestado contra o tema diversas vezes. Durante a campanha, ele garantiu aos eleitores que não haveria aumento da carga tributária em sua gestão.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, também se opôs e afirmou que dificilmente a proposta seja aprovada pelo Congresso Nacional. M1.

Continue Lendo

Política

Deputado Dal apoia projeto de aplicativo criado por jovens para arrecadar e distribuir alimentos em Santo Antônio de Jesus.


O deputado Dal utilizou suas redes sociais para parabenizar um grupo de jovens estudantes do município de Santo Antônio de Jesus que inovaram ao criar o aplicativo Time Of Food – É tempo de Alimentar Quem Mais Precisa, onde as pessoas cadastram seu endereço para que o caminhão possa recolher as doações. “Esta iniciativa é um exemplo de solidariedade para todo o povo baiano e eu me sinto orgulhoso em poder contribuir com esta ação”, declarou o Parlamentar.


O aplicativo Time Of Food – É tempo de Alimentar Quem Mais Precisa, está disponível na Play Store para download. Os alimentos arrecadados serão distribuídos para instituições beneficentes do município e moradores em condição de vulnerabilidade social.

Continue Lendo

Política

Bolsonaro apresenta melhora contínua após cirurgia, diz boletim

O presidente Jair Bolsonaro apresenta “contínua melhora” após a cirurgia à qual foi submetido no domingo (8), segundo boletim médico divulgado hoje (10) pelo Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. A situação do chefe do Executivo é estável, e ele vai ficar afastado da Presidência pelo menos até quinta-feira (12).

Segundo o documento, ele dormiu bem e acordou disposto, está sem febre, continua fazendo caminhadas no corredor do hospital, foi liberado para tomar banho de chuveiro e pôde fazer a barba. Precisa, no entanto, manter uma alimentação restrita. Ainda não há previsão de alta.

O vice-presidente Hamilton Mourão está interinamente à frente do Planalto. Quando for autorizado pelos médicos, Bolsonaro poderá despachar do próprio hospital ou durante o período de repouso pós-operatório. (Metro1)

Continue Lendo

Política

Após cirurgia bem sucedida, médico afirma que Jair Bolsonaro está muito bem

Após quase cinco horas de cirurgia de correção de hérnia incisional, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresenta quadro clínico estável e deverá receber visitas restritas, informa boletim médico divulgado na tarde deste domingo (8) pelo Hospital Vila Nova Star, na zona Sul de São Paulo.

O procedimento começou às 7h35 e terminou às 12h40, de acordo com o jornal do Estadão. O médico que o operou, Antonio Macedo, afirmou nesta tarde que o presidente “está muito bem clinicamente”.

*Bahia Notícias

Continue Lendo

Política

Senado espera que Bolsonaro libere R$ 4,5 bi em contrapartida a pautas polêmicas

O Senado Federal espera que o presidente Jair Bolsonaro encaminhe nos próximos dias a abertura de crédito suplementar de cerca de R$ 4,5 bi, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. O dinheiro será usado para irrigar ministérios e atender à demanda de senadores por verbas para suas bases eleitorais. 

A reivindicação, semelhante à feita por líderes da Câmara, foi encaminhada pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que teria alertado o Planalto de que não é possível enviar tantas matérias polêmicas ao Congresso sem oferecer contrapartida.

Caberá ao Senado avalizar a indicação do novo procurador-geral, Augusto Aras, aprovar a reforma da Previdência e analisar o nome de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, para a embaixada do Brasil nos EUA.

Senadores têm especial interesse em direcionar verbas para programas como Minha Casa Minha Vida e Luz para Todos. A ideia é reunir recursos dispersos em emendas e elevar o volume disponível para essas rubricas, permitindo que parlamentares indiquem suas prioridades. O pedido por cargos também não se esgotou. (BN)

Continue Lendo

Mais Lidas