Conecte-se agora

Esporte

Jogos Universitários da Bahia acontecem até domingo; veja programação


Estão abertos, oficialmente, os Jogos Universitários da Bahia (JUBA). Mais de 1,3 mil estudantes atletas de 42 instituições de ensino superior, representantes de 19 municípios da Bahia, disputam 14 modalidades esportivas até domingo (18/8). A maior delegação vem da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), com 93 atletas, seguido pela Universidade Federal de Feira de Santana (UFSB), com 90 estudantes.

A cerimônia de abertura aconteceu no ginásio de esporte do Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, e contou com autoridades locais, reitores de universidades, deputados, presidentes de federações esportivas e representantes estudantis. 

A etapa estadual é seletiva e garante vaga nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que depois de 51 anos voltam a acontecer na Bahia, de 21 a 28 de outubro.

O JUBA é organizado pela Federação Universitária da Bahia (Fube), com apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e da Secretaria de Educação do estado. 

MODALIDADES

Com 33 equipes, sendo 20 masculinas e 13 femininas, o futsal é a modalidade com maior número de inscritos. Basquete 3×3, handebol,  jogos eletrônicos, JUBA acadêmico, basquete, vôlei, ciclismo, judô, natação, natação paradesportiva, vôlei de praia, skate, karatê são as demais modalidades que completam a lista.

VILA ESPORTIVA

Mais de 500 estudantes de 11 delegações, vindas de  instituições universitárias públicas e privadas de 19 municípios, estão acampadas no estacionamento do Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, até domingo.

No local haverá espaço para refeições, segurança, iluminação, além de oferecer mesa de ping-pong e pebolim (conhecido por muitos como totó).

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Rússia é banida por doping e país está fora de competições esportivas por quatro anos


A Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) decidiu nesta segunda-feira (9/12) excluir a Rússia de competições oficiais por quatro anos em consequência da falsificação de dados dos controles entregues à entidade. Com a punição, o país não disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no Japão, e os Jogos de Inverno de Pequim-2022, na China, além de outros grandes eventos esportivos. A entidade deve incluir a Copa do Mundo.

Na última segunda-feira (2/12), o Comitê de Compliance da Wada, um dos principais painéis da entidade, sugeriu medidas drásticas contra o esporte russo, o que foi aprovado com unanimidade nesta segunda pelo Comitê Executivo, após uma reunião em Lausanne, na Suíça.

A informação foi divulgada nesta segunda (9/12). “A lista completa de recomendações (de sanções por parte do Comitê de Revisão de Conformidade) foi aprovada por unanimidade dos 12 membros do Comitê Executivo”, declarou o porta-voz James Fitzgerald aos jornalistas presentes na sede da Wada.

Atletas russos que provarem que não fizeram parte do esquema e que estão limpos em exames antidoping poderão competir individualmente sob a bandeira neutra, como aconteceu nos Jogos de Inverno de 2018, disputados em Pyeongchang, na Coreia do Sul. E também nos Jogos do Rio, no atletismo. A Rússia tem 21 dias para recorrer da decisão da Wada e o caso pode parar na Corte Arbitral de Esporte (CAS, na sigla em inglês).

A decisão da Wada poderá trazer fortes consequências para a Uefa e para a Fifa. Se não puder mais receber grandes eventos esportivos por um período de quatro anos, a Rússia não poderá mais receber jogos da Eurocopa do próximo ano, a ser realizada em diversas cidades espalhadas pelo continente, incluindo São Petersburgo. A mesma cidade já foi escolhida pela Uefa para receber a final da Liga dos Campeões em 2021. A Wada também vai explicar essa situação em breve.
*Aratu On.

Continue Lendo

Esporte

Bahia perde para o Fortaleza e termina o Brasileirão em 11º


Na tarde de hoje (8), o Bahia perdeu por 2×1 para o Fortaleza, no Castelão, e encerrou sua participação no Brasileirão 2019 com derrota. Os gols da partida foram marcados por Osvaldo e Tinga, para o Fortaleza, e Artur, para o Bahia.

A equipe cearense saiu na frente do placar com gol do atacante Osvaldo aos 12 minutos do 1º tempo. O Bahia conseguiu melhorar e empatou ainda na primeira etapa, gol de falta do atacante Artur.

No entanto, a lei do ex surgiu no Castelão. O lateral-direito Tinga, que já defendeu as cores do Bahia, recebeu passe de Gabriel Dias e deu números finais ao placar.

Com o resultado, o tricolor baiano ficou com 49 pontos e terminou a competição na segunda parte da tabela, no 11º lugar. O Esquadrão está garantido na Copa Sul-Americana 2020. (M1)

Continue Lendo

Esporte

Bahia fecha o Brasileirão 2019 com média de público de 26 mil pagantes


Com o jogo diante do Vasco na última quinta-feira (5), o Bahia encerrou a sua participação como mandante no Campeonato Brasileiro. Apesar dos últimos jogos em Salvador não animarem em termos de resultado, os tricolores têm o que comemorar: a massiva presença nas arquibancadas.

De acordo com números do site GloboEsporte.com, a média de público do Esquadrão de Aço foi de 26.338 pagantes, o que significa uma ocupação média de 55% da capacidade e a sexta maior presença da competição, sendo superada pelas torcidas de Palmeiras, São Paulo, Fortaleza, Corinthians e Flamengo.

A maior presença aconteceu no jogo contra o Flamengo, com 43.099 pessoas. Já a menor assistência foi no encontro com a Chapecoense, com o total de 16.836 torcedores.

O número desta temporada é o maior desde que o Esquadrão de Aço retornou para a Série A. Em 2018 a média fechou em 19.315, enquanto em 2017 foi de 21,540.
*Bahia Notícias.

Continue Lendo

Mais Lidas