Conecte-se agora


Mundo

Empresa processa ex-funcionária por assistir à Netflix no trabalho

A empresa de Robert De Niro, Canal Productions, processou em US$ 6 milhões (R$ 24 milhões) a ex-funcionária Chase Robinson, sob a acusação de desviar dinheiro e assistir à Netflix no horário de trabalho. As informações são da Variety.

A mulher havia sido contratada como assistente do ator, em 2008, depois foi promovida a vice-presidente de produção e finanças e chegou a ganhar um salário anual de US$ 300 mil (R$ 1,2 milhão).

Ela deixou o emprego em abril deste ano e responde na Justiça de Nova York por gastar “valores exorbitantes” da empresa em hotéis, restaurantes e viagens pessoais. Além disso, Chase assistiu a 55 episódios de Friends por quatro dias, em janeiro. No período, ela ainda almoçou e jantou em restaurantes caros da cidade, usando o cartão de crédito da Canal Productions.

A companhia alega também que a ex-funcionária maratonou 20 episódios de Arrested Development e dez de Schitt’s Creek, em vez de exercer suas funções.

“Assistir a séries da Netflix não fazia parte de suas responsabilidades no trabalho. Ela usou o tempo para seu próprio divertimento e prazer, enquanto estava sendo paga para trabalhar”, consta no processo.

Apesar das supostas irregularidades, Chase Robinson não pareceu preocupada com isso antes de ser processada. Ela escreveu uma carta de recomendação para si pouco tempo depois de se demitir e pediu para Robert De Niro assinar, mas o ator se recusou. (Estadão)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Vídeo: Elefante enfurecido pisoteia multidão e deixa ao menos 17 pessoas feridas

Cerca de 17 pessoas ficaram gravemente feridas durante uma procissão religiosa ao serem pisoteadas por um elefante. Em um vídeo que viralizou nas redes sociais na manhã desta segunda-feira (9), é possível ver o momento exato que um dos animais corre por uma rua repleta de pessoas.

Ainda na filmagem, é possível ver um homem que estava montado no elefante tentando pará-lo de todas as formas, mas sem sucesso. Em um determinado momento, o “condutor” caiu do animal e quase foi esmagado.

O festival budista Perahera acontece anualmente em Sri Lanka, e conta com a participação de centenas de dançarinos e elefantes. (Varela)

Continue Lendo

Mundo

Presidente do Chile condena falas de Bolsonaro

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, condenou nesta quarta-feira, 4, as declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro sobre a ex-presidente chilena Michelle Bachelet e seu pai, Alberto Bachelet, vítima da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

“Não compartilho a alusão feita pelo presidente Bolsonaro a uma ex-presidente do Chile e, especialmente, num assunto tão doloroso quanto a morte de seu pai”, disse Piñera em pronunciamento no Palácio de La Moneda.

As declarações de Bolsonaro provocaram mal-estar no governo chileno, especialmente por coincidirem com a chegada do chanceler Teodoro Ribera ao Brasil.

“É de público conhecimento meu compromisso permanente com a democracia, a liberdade e o respeito aos direitos humanos em todo tempo, lugar e circunstâncias”, acrescentou o presidente chileno. “As distintas visões sobre os governos que tivemos nos anos 70 e 80 devem ser feitas com respeito.” (Atarde)

Continue Lendo

Mundo

Mulher morre após ser bicada por galo no quintal de casa

ma mulher de 76 foi morta por um galo na Austrália. O animal se irritou ao vê-la pegando ovos e bicou a perna da idosa, que sofreu uma hemorragia. As informações são do jornal USA Today.

A idosa, que não teve a identidade revelada a pedido da família, foi pegar ovos na granja de sua propriedade, quando o galo se incomodou e a bicou diversas vezes na região das pernas.

Antes das picadas, a senhora tinha sido diagnosticada com hipertensão, diabetes tipo 2 e outros problemas de saúde.

O caso aconteceu na última semana, mas só foi divulgado nesta quarta-feira (04/09/2019), após o especialista Roger Byard publicar um estudo sobre o caso em uma revista científica. O cientista identificou que a mulher foi bicada em diversos pontos na região das pernas e o sangue foi drenado por uma de suas varizes. (Metropoles)

Continue Lendo

Mundo

Professor coloca caixas de papelão na cabeça de alunos para evitar cola e revolta pais

Com aval da direção da escola, um professor colocou caixas de papelão na cabeça dos alunos para evitar que eles olhassem para o lado e colassem na prova. O método causou revolta dos pais e outros professores, que cobram providências no centro de educação do Estado Tlaxcala, no México, contra Luis Juárez Texis.

O ato, diz o Diário de Hidalgo, foi classificado como vexatório e humilhante pela associação de pais e alunos. O Colégio Cobat se manifestou por meio de nota publicada no Facebook alegando se tratar de um método escolar. 

Não convenceu e os pais pedem a demissão de Texis. 

“Denunciamos estes atos vexatórios, de humilhação, de violência física, emocional e psicológica a que os alunos foram submetidos. Estamos preocupados com a formação acadêmica dos nossos filhos. Desqualificamos este tipo de violência com os jovens da nossa escola”, disseram também em nota. 

Alguns alunos chegaram a defender o professor nas redes sociais. A escola reforçou que a opção pelas caixas de papelão foi realizada em consenso com os estudantes. (MSN)

Continue Lendo

Mundo

Americano de 14 anos mata a tiros pai, madrasta e 3 irmãos

Um adolescente de 14 anos matou a tiros sua família dentro de casa na pequena cidade de Elkmont, no Alabama, nos Estados Unidos, na noite desta segunda-feira. Em seguida, ele próprio acionou a polícia, de acordo com autoridades locais nesta terça-feira.

As vítimas foram identificadas como o pai, a madrasta e os irmãos do autor dos disparos (dois meninos e uma menina), disse à emissora “CNN” o porta-voz do escritório do xerife Stephen Young. A motivação, contudo, permanece desconhecida.

De acordo com a polícia, três das vítimas morreram na residência e duas chegaram a ser levadas em transporte aéreo para um hospital, mas não resistiram aos ferimentos e foram declaradas mortas na unidade.

O adolescente, que tinha se livrado da pistola de 9 mm nas proximidades da casa, ajudou os policiais a localizarem-na, informou a polícia do condado de Limenstone pelo Twitter. Ainda não há informações de como ele teve acesso à arma.

Durante a ligação para a polícia, o autor havia dito que estava no porão quando ouviu disparos no andar de cima. No entanto, por volta das 3h (horário local), ele confessou o crime em interrogatório. Mais tarde, foi levado para uma instalação juvenil. Ainda não foi definido se ele será julgado como um adulto.

“As escolas do condado de Limestone estão profundamente tristes com o trágico evento”, disse Karen Tucker, porta-voz do Distrito Escolar do Condado de Limestone.

No mês passado, um atirador matou 22 pessoas e feriu outras 24 em El Paso, no estado do Texas, enquanto outro agressor matou nove e feriu 27 em Dayton, Ohio.

*Extra

Continue Lendo

Mais Lidas