Conecte-se agora

Bahia

Preso há dois meses, Iuri Sheik tem Habeas Corpus negado


Preso após atirar e matar o empresário Will Silva, em Santo Antônio de Jesus, na Bahia, o autointitulado influenciador digital Iuri Sheik teve um habeas corpus (pedido de liberdade) negado no início do mês. De acordo com a sentença, assinada pelo juiz José Francisco Oliveira de Almeida, a manutenção da custódia de Sheik representa impor ordem pública, tendo em vista que ele se apresenta como um homem que é “seguido” por muitas pessoas. 

“O representado, como diversas vezes afirmou sua defesa, é pessoa conhecida, influente nas mídias sociais, com centenas de milhares de pessoas que acompanham diariamente, com mais de 288 mil seguidores, e, justamente, por ser uma pessoa pública, como afirma ser, um influenciador digital, um formador de opinião, sobreleva a carga de responsabilidade pelos seus atos e sua conduta no meio social, em face do seu imediato reflexo e direto a todos aquelas que o acompanham, o seguem, o copiam”, afirmou o magistrado. 

Ainda segundo o juiz, Sheik foi a uma cidade “pequena” movido por sentimento de “estrelismo” e agiu “de forma desdenhosa e demasiadamente agressiva para com a vítima”.”Saliento que há notícia nos autos que o representado, em tese, estaria com uma arma de fogo em seu veículo (a mesma que teria sido utilizada contra a vítima), vindo para esta cidade, supostamente, armado, o que demonstra o seu intento ou predisposição para agir como lhe conviesse, eis que a periculosidade encontra-se evidenciada”, aponta. 

Para Almeida, por mais que Iuri atenda a alguns requisitos de primariedade, ter residências fixa e trabalho lícito, isso não basta para que sua soltura seja decretada ainda que temporariamente. Fonte: Metro1

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Marinha alerta para ciclone na Bahia


O Centro de Hidrografia da Marinha, o Instituto Nacional de Meteorologia, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e o Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica da FAB alertam para a formação de um ciclone com possíveis características subtropicais a partir do dia 23.

Ele pode ser classificado como Depressão Subtropical e está associado a uma zona de convergência sobre uma região em que a temperatura da superfície do mar está entre 26C e 27C. Caso a intensidade dos ventos alcance ou supere 63 km/h (34 nós), ele muda. 


Passará a ser considerado uma Tempestade Subtropical e batizada de “Kurumí”, expressão em tupi-guarani que significa “menino”. A nomenclatura será oficialmente estabelecida por meio de Aviso Especial publicado no site do CHM, conforme a relação de nomes das Normas da Autoridade Marítima no 19.

A provável área de formação do ciclone subtropical será em alto-mar, entre o Norte do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo, com deslocamento inicialmente para o Sul, afetando as condições de tempo e mar entre os estados de Santa Catarina e Bahia, a partir do dia 23 pela manhã. 


São esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 87 km/h (47 nós) em alto-mar, entre o Rio de Janeiro, ao norte de Arraial do Cabo (RJ) e a Bahia, ao sul de Caravelas (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25.

Também são esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 61 km/h (33 nós) em alto-mar, na Bahia, entre as cidades de Caravelas e Ilhéus, entre o dia 23 pela manhã e o dia 25.

(Verdinho Notícias)

Continue Lendo

Bahia

Marinha alerta para ventos de até 87 km/h na Bahia durante ciclone


A Marinha do Brasil emitiu um alerta na noite de ontem (21) para o índice de ventos fortes na Bahia por conta da passagem de um ciclone no litoral do estado. Segundo o comando militar, a partir desta quinta-feira (23), o fenômeno pode apresentar características subtropicais, quando poderá ser classificado como Depressão Subtropical. A formação do ciclone está associada ao estabelecimento de uma zona de convergência sobre uma região em que a temperatura da superfície do mar está sendo observada entre 26ºC e 27ºC. Caso a intensidade dos ventos observados alcance ou supere 63 km/h (34 nós), o fenômeno será reclassificado como Tempestade Subtropical “Kurumí”, expressão em tupi-guarani que significa “menino”.

De acordo com a Marinha, a provável área de formação do ciclone subtropical será em alto-mar, entre o Norte do estado do Rio de Janeiro e o Sul do estado do Espírito Santo, com deslocamento inicialmente para Sul, afetando as condições de tempo e mar entre os estados de Santa Catarina e Bahia, a partir de quinta-feira pela manhã.

São esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 87 km/h (47 nós) em alto-mar, entre o estado do Rio de Janeiro, ao Norte de Arraial do Cabo (RJ) e o estado da Bahia, ao Sul de Caravelas (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25. Também são esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 61 km/h (33 nós) em alto-mar, no estado da Bahia, entre as cidades de Caravelas (BA) e Ilhéus (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25. 

Os ventos poderão ocasionar agitação marítima resultando em ondas de direção de Sudeste a Leste e
altura entre 3,0 e 4,0 metros em alto-mar, entre o estado de Santa Catarina, ao Norte de Laguna (SC) e o
estado do Rio de Janeiro, ao Sul de Arraial do Cabo (RJ), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25. Também é
esperada agitação marítima resultando em ondas de direção de Nordeste a Norte e altura entre 3,0 e 4,0
metros em alto-mar, entre o estado do Rio de Janeiro, ao Norte de Arraial do Cabo (RJ) e o estado da Bahia,
ao Sul de Caravelas (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25. 

O alerta foi emitido por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE) e o Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (CIMAER/FAB).

Continue Lendo

Bahia

Populares incendeiam ônibus após morte de traficante na Bahia


Populares colocaram fogo em um ônibus coletivo, nesta terça-feira (21), em Vitória da Conquista, após um traficante de drogas ser morto. O homem tinha ligação com uma facção local.

De acordo com a Polícia Civil, o ônibus foi parado por oito pessoas, por volta das 18h, no conjunto habitacional Vila Bonita. Os seis passageiros, o motorista e um cobrador receberam ordens de abandonarem o veiculo e, um dos suspeitos assumiu a direção do ônibus. O ônibus foi incendiado próximo a um campo de futebol.

A polícia investiga se e a mãe do traficante, conhecido como “Léo do Canela”, estaria incentivando que populares queimasse um ônibus na região. Os autores do crime estão sendo procurados.
*Varela Notícias.

Continue Lendo

Mais Lidas