Conecte-se agora

Brasil

Campeão brasileiro de judô é encontrado morto dentro de piscina


O judoca paranaense Gabriel Schlichuta Adriano, que integrava a seleção sub-21 brasileira, foi encontrado morto dentro de uma piscina em um condomínio no bairro Tingui, em Curitiba, na tarde deste domingo (8).

A informação foi confirmada ao G1 pela Federação Paranaense de Judô, onde Gabriel costumava treinar. Segundo o presidente da federação, Luiz Hiwashita, familiares contaram que deram falta do jovem e quando foram ver ele já estava morto no fundo da piscina.

Gabriel Adriano tinha 20 anos e conquistou títulos estaduais e também já foi campeão brasileiro.

O corpo vai ser sepultado às 16h desta segunda-feira (9) no Cemitério da Igreja Nossa Senhora Do Rosário em, Colombo, na Região de Curitiba.

A Polícia Civil está investigando o caso.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 mi amanhã


Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.227 da Mega-Sena, realizado ontem (23), e o prêmio acumulado deve chegar a R$ 40 milhões amanhã (18). A estimativa é da Caixa.

A quina teve 92 apostas vencedoras, que vão ganhar R$ 27.202,90 cada. Outros 5.732 acertaram a quadra e vão levar R$ 623,73 cada. 

A sequência sorteada foi 06 – 09 – 12 – 27 – 32 – 57. A aposta mínima é de R$ 4,50 e pode ser feita até às 19h do dia do concurso.  
*Metro1.

Continue Lendo

Brasil

Bolsonaro recua e descarta possibilidade de desmembrar ministério comandado por Moro


O presidente Jair Bolsonaro recuou e decidiu que não irá desmembrar o Ministério da Justiça e Segurança Pública, comandado por Sergio Moro. A possibilidade havia sido ventilada por ele ontem (23), após reunião com secretários estaduais da área. Com a mudança, Moro ficaria na Justiça e um outro ministro comandaria a área da segurança. Ao desembarcar em Nova Déli, na Índia, para uma viagem oficial, Bolsonaro descartou a hipótese.

“O Brasil está indo muito bem. Segurança pública, os números indicam que está indo no caminho certo, e a minha máxima é: em time que está ganhando não se mexe”, afirmou o presidente.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, na coluna Painel, o ministro Sérgio Moro chegou a se queixar com aliados e cogitou deixar o governo caso tivesse o ministério desmembrado. Hoje, Bolsonaro rechaçou a chance de mudança na pasta. “A chance no momento é zero. Tá bom ou não? Tá bom, né? Não sei amanhã. Na política, tudo muda, mas não há essa intenção de dividir [o Ministério da Justiça]. Não há essa intenção”, completou Bolsonaro. (M1)

Continue Lendo

Brasil

Moro avisa a aliados que deixará governo se perder Segurança Pública


Chateado com o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, avalia deixar o governo caso as pasta que comanda seja desmembrada. Ontem (23), Bolsonaro declarou que avalia a recriação do Ministério da Segurança Pública após reunião com secretários estaduais da área. Aliados de Moro ouviram do ministro que não houve contato dele com Bolsonaro na quinta-feira.

A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a coluna Painel, na polícia, a história é tratada como um balão de ensaio.

O episódio é mais um da série de atritos entre Bolsonaro e Moro. Tida como principal vitrine do ministro, a redução de homicídios, por exemplo, que foi iniciada no governo de Michel Temer (MDB), sairia da alçada do ex-juiz federal e passaria para a pasta da Segurança Pública. M1.

Continue Lendo

Mais Lidas