Conecte-se agora


Brasil

Presidente em exercício, Mourão diz que vai ‘manter as coisas funcionando’

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, afirmou neste domingo (8) que vai “manter as coisas funcionando normalmente, tranquilamente” durante o período em que estiver no exercício do cargo. Segundo Mourão, “não há nada previsto” para ser decidido nos próximos dias. As declarações foram dadas ao blog do jornalista Valdo Cruz, hospedado no portal G1.

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro se recupera da cirurgia, Mourão comandará o Palácio do Planalto até a próxima quinta-feira (12).

Nesta segunda (9), Mourão estará em São Paulo e participará da Conferência Anual do Conselho Empresarial Brasil-China. Ele também deve visitar Bolsonaro no hospital.

‘Serenidade’

Mourão também disse ao blog que a interinidade na Presidência terá “serenidade” e “tranquilidade”.

Em outras ocasiões, o vice-presidente chegou a ser alvo de ataques de aliados de Bolsonaro, entre os quais o vereador Carlos Bolsonaro e o ideólogo Olavo de Carvalho, por – em alguns momentos – ter sido visto como espécie de contraponto ao presidente da República.

Diante disso, Mourão passou a evitar dar declarações que pudessem ser avaliadas como contraponto.

Hamilton Mourão é visto entre empresários e economistas como mais moderado e ponderado, além de ter uma posição na economia mais afinada com a equipe do ministro Paulo Guedes.

*Bahia.Ba

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Bolão de assessores do PT ganha Mega-Sena de R$ 120 milhões

Um bolão feito pela área técnica da liderança do PT na Câmara dos Deputados com a participação de 49 pessoas foi o grande ganhador da Mega-Sena acumulada em R$ 120 milhões, segundo parlamentares do próprio partido.

Momentos depois de ter sido divulgada a informação que a aposta vencedora tinha saído para Brasília, houve comemoração no plenário e em corredores próximos à liderança do PT.Pelo rateio, cada um receberá R$ 2,5 milhões. Um motorista do partido teria adquirido seis cotas, o que significa que vai embolsar, sozinho, R$ 15 milhões. Os números sorteados foram:  04 – 11 – 16 – 22 – 29 – 33.

Além da mega, 406 apostas acertaram a quina (cinco números) e vão levar R$ 19.407,24 cada uma. Na quadra (quatro acertos) foram 24.366 apostas ganhadoras, que receberão R$
461,96 cada uma.

Foi o terceiro maior prêmio acumulado no ano e um dos 20 maiores da história. O maior foi sorteado em maio, para uma pessoa que fez a aposta pela internet e levou R$ 289 milhões. (VarelaNotícias)

Continue Lendo

Brasil

Justiça nega pedido de prisão feito pelo MP contra falso dentista denunciado por lesão corporal e exercício ilegal da profissão na BA

A Justiça da Bahia negou o pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público (MP-BA) contra o falso dentista que atuava ilegalmente nas cidades de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, e Itabuna, no sul.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (18) pelo juiz Murilo Staut Barreto, da 1ª Vara Crime de Itabuna, que tomou a decisão.

Paulo Henrico Almeida, de 38 anos, é suspeito de causar lesões e mutilações em pelo menos 15 pessoas atendidas por ele. O falso dentista foi denunciado pelo MP em 6 de setembro por lesão corporal e exercício ilegal da profissão. Na ocasião, o MP também pediu a prisão do suspeito.

Segundo o pedido, o falso dentista estava frequentando a clínica onde trabalhava, em Conquista, mesmo após determinação da Justiça de que ele não entrasse em contato com testemunhas, parasse de exercer a função e não entrasse no estabelecimento.

Contudo, segundo o juiz Murilo Staut, no pedido de prisão não foram apresentadas provas que o dentista tenha mesmo descumprido as medidas, que continuam em vigor, e, por isso, a prisão não foi sustentada.

Ainda não há resposta da Justiça sobre a denúncia do MP contra Paulo Henrico. Ao menos mais um pedido de prisão contra o falso dentista, feito pela Polícia Civil, que também acompanha o caso, segue sob avaliação. Fonte: G1

Continue Lendo

Brasil

Morre menina de 10 anos que contraiu ameba que ‘come’ o cérebro

 família e a escola de Lily Mae Avant confirmaram a morte da menina de 10 anos que vinha sendo tratada por “meningoencefalite amebiana primária”. A doença é rara, mas ficou conhecida porque é causada por uma ameba que pode atacar o tecido do cérebro humano. O micro-organismo entrou no corpo da menina quando ela nadou em um lago no estado americano do Texas.

“Estamos profundamente entristecidos pela perda de Lily Avant”, informou na segunda-feira (16) a escola da criança, a “Valley Mills Elementary”, por meio de suas redes sociais. De acordo com a escola, Lily era “uma pessoa incrível e amiga de todas”.

Popularmente se diz que a ameba parasita “come cérebros”, mas ela se alimenta principalmente de bactérias presentes na água. O que ocorre quando ela entra no corpo humano é que, como a ameba não encontra os nutrientes necessários para viver, acaba atacando células do cérebro em busca de nutrientes.

A presença da ameba em águas doces e mornas é comum, mas infecções são raras. Quando ela ocorre, geralmente é porque a ameba entrou no corpo pelo nariz. Por isso, é recomendado o uso de protetores de nariz quando alguém resolve nadar em um lago de água morna.

Lily Mae vinha tratando a doença há cerca de duas semanas, segundo a rede de notícias americana CNN. Ela foi internada no dia 8 de setembro e, após a realização de exames, os médicos descobriram que ela contraiu a ameba “Naegleria fowleri“. A ameba é um organismo de apenas uma célula. *G1)

Continue Lendo

Brasil

Paralisação parcial dos Correios é suspensa

A paralisação parcial dos Correios foi suspensa na noite desta terça-feira (17). A decisão, segundo a empresa, foi tomada por empregados em assembleias realizadas pelo país em cumprimento a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

“Essa foi a condição para que os Correios aceitassem a proposta do TST de manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 2 de outubro, data do julgamento do dissídio coletivo pelo colegiado do Tribunal”, informou os Correios em nota.

De acordo com a empresa, foram tomadas medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível. “As ações contingenciais continuarão a ser empregadas até que as entregas sejam normalizadas”, de acordo com a estatal. (Correio)
 

Continue Lendo

Brasil

‘Jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe’, diz Temer sobre impeachment de Dilma

O ex-presidente Michel Temer (MDB) negou, em entrevista ao programa Roda Viva na noite de ontem (16), que tenha se empenhado para dar um “golpe” durante o processo que levou ao afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).(Assista aqui). “O pessoal dizia ‘o Temer é golpista’ e que eu teria apoiado o golpe. Diferente disso, eu jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe”,  declarou o ex-presidente.

“Não imaginava que viraria presidente por essas vias”, afirmou Temer. O jornalista Ricardo Noblat questionou se ele “não havia conspirado nem um pouquinho”. O ex-presidente voltou a afirmar que não.- Anúncio –

Temer também disse que avalia que, se Lula fosse nomeado ministro da Casa Civil de Dilma em 2016, o impeachment poderia não ter acontecido. “Ele (Lula) tinha bom contato com o Congresso”, disse Temer.

A nomeação de Lula foi barrada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), depois de o então juiz federal Sergio Moro divulgar uma ligação entre o petista e Dilma, que tratavam sobre o termo de posse para o cargo.

“No Brasil, de tempos em tempos as pessoas querem mudar tudo. Foi assim na eleição do Lula. Eu não faço exatamente essa conexão (entre o afastamento de Dilma e ascensão de Bolsonaro)”, acreditou.

Temer ainda respondeu com um autoelogio ao ser questionado a respeito do governo Bolsonaro. “O governo Bolsonaro tem um ponto positivo. Esse ponto positivo, modéstia de lado, é porque ele está dando sequência a tudo aquilo que eu fiz”, afirmou, ao citar as reformas aprovadas pelo seu governo.

(Metro1)

Continue Lendo

Mais Lidas