Conecte-se agora

Bahia

PF cumpre 11 mandados na Bahia em operação contra venda de decisões judiciais


A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (11), a Operação Injusta Causa, que cumpre 11 mandados de busca e apreensão. A ação busca desarticular possível esquema criminoso identificado no estado da Bahia, voltado à venda de decisões judiciais e tráfico de influência.


InícioPOLÍCIADelegacia

PF cumpre 11 mandados na Bahia em operação contra venda de decisões judiciais

Por Aline Souza -11 de setembro de 2019 às 08:54062

-
Foto : Divulgação / PF

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (11), a Operação Injusta Causa, que cumpre 11 mandados de busca e apreensão. A ação busca desarticular possível esquema criminoso identificado no estado da Bahia, voltado à venda de decisões judiciais e tráfico de influência.- Anúncio –

A ação envolve cerca de 50 policiais federais, acompanhados de cinco procuradores da República, que cumprem os mandados em órgão público, escritório de advocacia e nas residências dos investigados. A PF não divulgou os municípios nos quais as ações são realizadas.

O objetivo dos mandados, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça, é localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.

(Metro1)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Carga ilegal com mais de 17 mil caranguejos é apreendida pela polícia


Um caminhão que transportava irregularmente uma carga com 17 mil caranguejos-uçá foi apreendido no município de Betânia a 763 km de Salvador em uma ação conjunta da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) e Instituto Chico Mendes de Canavieiras, no sul da Bahia.

De acordo com informação da polícia, o motorista do caminhão, que saiu da cidade de Canavieiras, informou que tinha como destino a cidade de Vitória no Espírito Santo. No automóvel foram encontrados cerca de 142 sacos com 120 caranguejos cada.

Os bichos foram soltos na manhã desta quinta-feira (16) em mangues da região de Canavieiras. A pesca de caranguejos-uçá nas épocas de 11 a 16 de janeiro, de 10 a 15 de fevereiro e de 10 a 15 de março do ano são proibidas devido ao período de reprodução.

O condutor responderá administrativamente no Instituto Chico Mendes pelo transporte de pescado em época de defeso. No âmbito criminal, ele prestará depoimento ainda hoje e será acusado por crime ambiental.
*Varela Notícias.

Continue Lendo

Bahia

Defensoria quer barrar exigência de exames ginecológicos invasivos em concurso da PM-BA


A Defensoria Pública do Estado da Bahia ajuizou uma ação civil pública com pedido de urgência na semana passada para tentar barrar a apresentação obrigatória de exames ginecológicos invasivos por candidatas aprovadas no concurso público para admissão no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. 

O pedido foi feito com urgência porque já foi realizada a convocação para a apresentação dos exames. De acordo com o edital, as candidatas devem passar por exames ginecológicos admissionais considerados invasivos, que requerem palpação, inspeção, uso de instrumentos como o espéculo e toque genital. 

Ainda exigidos exames de gravidez (Beta HCG sérico), citologia oncótica e microflora. Além disso, caso os laudos médicos registrarem alteração, deverá ser apresentado o resultado de exame de colposcopia.

A Defensoria pede a abstenção da exigência dos exames como requisito para aptidão das candidatas, assim como a proibição da eliminação de candidatas com base nos resultados ou da não apresentação dos exames.

Não é a primeira vez que a DPE-BA ajuíza uma ação, na Bahia, para barrar a obrigatoriedade de exames ginecológicos invasivos em concursos públicos. A Defensoria ingressou com ação civil pública contra a exigência dos exames no Concurso da Prefeitura de Salvador, obtendo liminar favorável em novembro do ano passado.
*Metro1.

Continue Lendo

Bahia

Dez cachorros mantidos em cárcere são resgatados pela polícia no interior da Bahia


Dez cachorros abandonados foram resgatados por Policias Militares em conjunto com a Associação para Proteção dos Animais (Apaca). O caso acorreu na cidade de Cruz das Almas a 150 km de Salvador.

Segundo informações da polícia, cerca de duas cadelas e oito filhotes foram encontrados na operação. Os animais foram localizados em uma casa aparentemente abandonada sem água e ração. Durante o resgate, um filhote foi achado morto e as fêmeas já não tinham mais leite para amamentar devido ao estado de desnutrição.

De acordo com Silvio Ferreira, integrante da Apaca, referente a informações coletadas antes do resgate, o dono imóvel mora na capital baiana e visita o local cerca de uma vez por semana.

O crime foi registrado na Delegacia Territorial da região. Os cachorros foram encaminhas para a Associação para Proteção dos Animais.

Para cuidar dois animais, a associação está recebendo ajuda via doações. O número para entrar é contato é o (75) 98315-9515.

*Varela Notícias.

Continue Lendo

Mais Lidas