Conecte-se agora


Economia

Petrobras nega demissão em massa após desocupação da Torre Pituba

A Petrobras afirmou, em comunicado divulgado à imprensa ontem (11), que “não é verdadeira a informação sobre demissão em massa de prestadores de serviços” com a desocupação do edifício Torre Pituba, em Salvador. A informação sobre o desligamento de terceirizados havia sido divulgada pelo Sindicato dos Petroleiros da Bahia, Sindipetro.

A estatal informou ainda que o imóvel possui taxa de ocupação de 20% e “elevados custos de aluguel e manutenção”. Segundo a empresa, a desocupação ocorre “dentro de uma estratégia de redução de custos em todos os seus processos e atividades, inclusive a ocupação predial”. – Anúncio –

“A Torre Pituba abriga hoje não apenas atividades de apoio às operações na Bahia, como atende outras áreas administrativas da Petrobras, que estão avaliando as melhores soluções para alocação de suas equipes e atividades, não implicando necessariamente em transferências para outros estados e regiões”, disse a Petrobras.  

Ainda conforme a estatal, também são realizados estudos para readequação de contratos de prestação de serviços conforme necessidades da companhia no estado. A empresa também nega o argumento do sindicato de que a desocpuação faria parte de uma estratégia “política”, para reduzir a presença no Nordeste do país.

“Esse movimento de adequação para redução de custos de ocupação predial não é pontual em uma região específica. Esse ano já foi desocupado o Edisp, em São Paulo, contratadas novas instalações e realocadas algumas equipes, gerando uma economia anual de cerca de R$ 20 milhões para a companhia. Com o mesmo intuito, estão sendo desocupados o Edifício Ventura, no Centro do Rio de Janeiro, e o Edifício Novo Cavaleiros, em Macaé”, afirma o comunicado.  

(Metro1)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Saque de R$500,00 do FGTS começa nesta semana; confira os meses disponíveis

 Caixa Econômica Federal inicia nesta semana, próxima sexta-feira (13/9), o pagamento de até R$ 500 devido ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os valores serão depositados automaticamente até 31 de março de 2020, de acordo com a data de nascimento de cada beneficiário. Pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril, que possuem conta poupança na Caixa, receberão os repasses.

Para os trabalhadores com nascimento em maio, junho, julho e agosto, recebem a partir do dia 27 de setembro. Os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais da Caixa, site, Internet Banking ou aplicativo no celular. Segundo a Caixa, o crédito só será realizado para quem abriu conta poupança até o dia 24 de julho de 2019.

Para os não correntistas da Caixa, será da seguinte forma: 

Foto: Agência Brasil

SAQUES

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF, do NIS, do PIS ou do Pasep e a data de aniversário. 

Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, mediante apresentação do documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da digital do beneficiário no momento do saque. Para quem possui cartão Cidadão e senha, poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa. Fonte: AratuOn.

Continue Lendo

Economia

Lotofácil da Independência pode pagar R$ 95 milhões nesta sexta

A Lotofácil da Independência sorteia nesta sexta (6), às 20h (horário de Brasília), um prêmio estimado em R$ 95 milhões. O sorteio acontece no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o prêmio não acumula. Ganha quem acertar a maior quantidade de números sorteados.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

Para apostar, basta marcar de 15 a 18 números dentre os 25 disponíveis na cartela. Também é possível deixar que o sistema escolha os números (Surpresinha). O preço da aposta simples, com 15 números, é R$ 2. (Metro1)

Continue Lendo

Economia

Governo Bolsonaro corta Orçamento de programas sociais em 2020

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) reduziu os recursos de ações voltadas à população mais vulnerável e de medidas que buscam reduzir as desigualdades no país, segundo o jornal Folha de São Paulo. 

O programa “Minha Casa Minha Vida” caiu de R$ 4,6 bilhões, em 2019, de recursos para R$ 2,7 bilhões na projeção do próximo ano. O Ministério do Desenvolvimento Regional, responsável pelo programa, informou que avalia o impacto da redução no programa e realiza estudos para planejar as ações para o próximo ano.

O orçamento do governo para o próximo ano também afeta o Bolsa Família, que transfere renda para famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Para 2020, estão reservados os mesmos R$ 30 bilhões que devem ser gastos com o programa neste ano. Isso, na prática, representa redução no tamanho do Bolsa Família, pois não há correção pela inflação. Ao enviar o projeto de Orçamento para o Congresso Nacional, o governo considerou que o Bolsa Família beneficiará 13,2 milhões de famílias. Atualmente, são 13,8 milhões.

Já o programa para estimular o acesso da população de baixa renda ao Ensino Superior, o Fies foi reduzido para R$ 10,2 bilhões na proposta de Orçamento de 2020. Na peça orçamentária de 2019, os recursos previstos eram de R$ 13,8 bilhões. Procurado, o Ministério da Economia preferiu não comentar a redução dos valores nas áreas sociais. (BN)

Continue Lendo

Economia

Previsão de crescimento da economia sobe para 0,87% neste ano

A projeção de crescimento da economia para 2019 cresceu, de acordo com o boletim Focus, pesquisa divulgada toda semana pelo Banco Central. A previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, foi ajustada de 0,80% para 0,87%.

Ainda de acordo com o boletim, a previsão para 2020 segue em 2,10%. As projeções para 2021 e 2022 também não foram alteradas, e permanecem em 2,50%. (Metro1)

Continue Lendo

Economia

Ninguém acerta e Mega-sena acumula para R$ 72 milhões

Nenhum apostador acertou os seis números do Concurso 2184 da Mega-Sena, sorteados no Espaço Loteria Caixa, em São Paulo, no último sábado (31/8).

As dezenas 15-36-45-51-52-59 foram sorteadas e o prêmio para o próximo concurso está estimado em R$ 72 milhões. A quina teve 64 contemplados com R$ 55.232,15 cada. Fizeram quatro pontos 5.158 apostadores que receberão o prêmio individual de R$ 979,02.

O próximo concurso da Mega-Sena será na quarta-feira (4/9).  (Metro1)

Continue Lendo

Mais Lidas