Conecte-se agora

Acidente

Capotamento deixa motorista gravemente ferido na BA-026, próximo a Amargosa


O capotamento de um veículo de passeio deixou o motorista com ferimentos graves na tarde desta sexta-feira(13), na localidade conhecida como Acajú, BA-026, próximo a Amargosa. A vítima é morador de Elísio Medrado.

Segundo informações obtidas com a Guarda Civil, o acidente ocorreu por volta das 16h20. O condutor de um veículo Chevrolet Corsa, licenciado em Elísio Medrado, capotou após perder o controle da direção em uma curva. O veículo estava com mais três ocupantes, que sofreram ferimentos superficiais.

O condutor do veículo, identificado por Gerson dos Santos, morador de Elísio Medrado, foi lançado do veículo com o impacto e sofreu ferimentos graves. O mesmo foi socorrido pelo SAMU e encaminhado ao Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. A Guarda Civil e a Polícia Militar estiveram no local e controlaram o trânsito durante o socorro das vítimas.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Ônibus desgovernado desce ladeira e atinge duas casas em Camaçari


Um ônibus desceu uma ladeira, desgovernado e colidiu com duas casas em Camaçari, região metropolitana de Salvador (RMS). O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (19) na entrada do bairro São Vicente. Os moradores das casas dormiam no momento do acidente.

De acordo com Ivanaldo Soares, coordenador da Defesa Civil da região, o motorista do veículo alegou que havia um problema no freio, o que fez com que ele não conseguisse evitar a descida.  A frente do coletivo ficou destruída, com o impacto um carro foi danificado e uma bicicleta amassada. Os imóveis também ficaram com a frente danificada e foram interditados. Ninguém ficou ferido. *Varela Notícias.

Continue Lendo

Acidente

Quatro vítimas de queda de jato em Maraú são transferidas para hospital de São Paulo


Quatro vítimas do acidente aéreo em Maraú, no baixo sul da Bahia, foram transferidas do Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, para o hospital Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). Os pacientes foram transferidos nesta terça-feira (19) de UTI aérea.

A Sesab não informou a identidade dos pacientes transferidos, mas pela idade é possível identificar que se tratam de Eduardo Mussi, de 33 anos, Marrie Cavelan de 27 anos, Marcelo Constantino de 28 anos e Eduardo de seis anos.

Seguem internados no HGE três vítimas do acidente. Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato, Fernando Oliveira Silva, de 26 anos, e Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos.

O acidente vitimou 10 pessoas. Uma delas, Marcela Brandão Elias, morreu no local carbonizada. A irmã dela, Maysa Mussi e o ex-piloto da Stock Car Tuka Rocha morreram no hospital.

Familiares das vítimas elogiaram o atendimento prestado no Hospital Geral do Estado (HGE). O Centro de Tratamento de Queimados do HGE é referência neste tipo de atendimento. *Bahia Notícias.

Continue Lendo

Acidente

Vídeo! Ônibus escolar quase despenca de ponte de madeira na Bahia; “superlotado”


Os alunos que moram na zona rural do município de Presidente Tancredo Neves, 257 km de Salvador, tomaram um susto após o ônibus quase cair de uma ponte nesta terça-feira (19/11). De acordo com moradores, o veículo escolar estava lotado, com passageiros entre 3 e 13 anos.

A mãe de um dos alunos diz que o veículo estava “superlotado de crianças, além de professores e do motorista”. “O meu filho estava lá dentro e eu sei muito bem como anda lotado esse ônibus”, conta ao Aratu On. Como o veículo ficou dependurado, os alunos não puderam sair pela porta. “Na foto está vazio porque eles passaram todos na janela para se salvar”, narra a mãe que preferiu não se identificar.

Tudo aconteceu na região da Gendiba. De acordo com a Prefeitura, a ponte quebrou quando o ônibus passava e ninguém ficou ferido. O órgão disse ainda que apenas alunos do Ensino Médio e Fundamental estavam no carro.

A prefeitura afirmou ainda que a ponte foi consertada logo após o acidente, com “recolocação de novas madeiras”. A gestão disse também que não há a previsão de colocar uma ponte de cimento ou outro material mais firme. “Isso requer um dinheiro que o município não dispõe, o prefeito tem que angariar recursos com o estado para fazer essa obra”, explicou um funcionário que se identificou apenas como Mailton. *Aratu On.

Continue Lendo

Mais Lidas