Conecte-se agora

Polícia

Pai é acusado de matar filho de 2 anos para se vingar de traição da ex: “Queria fazer ela sofrer”


Um pai é acusado de matar o próprio filho, de dois anos, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, na noite de quinta-feira (19). Em depoimento à polícia, o suspeito, identificado como Evaldo Christyan Dias Zenteno, 21 anos, confessou o crime e afirmou que afogou o menino em uma bacia dentro de casa para se vingar da mãe da criança. “Queira fazer ela sofrer”, disse.

A vítima, Miguel Henrique dos Reis Zenteno, chegou a ser encaminhado para a Santa Casa da cidade, mas morreu uma hora após dar entrada no hospital. Na unidade de saúde, os médicos desconfiaram que o menino teria sofrido violência doméstica e acionaram a polícia. Questionado, o acusado disse que o filho tinha sido vítima de um sequestro, e, como não teria dinheiro para o resgate, os supostos bandidos teriam jogado o menino no rio Anhanduí.

No entanto, se contradisse e acabou confessando o crime. Ele contou que foi um amigo quem sugeriu que ele matasse o filho. Ele teria ligado para o amigo para contar que tinha sido traído pela ex, também de 21 anos, quando eles ainda estavam juntos. O rapaz então teria sugerido que ele se vingasse matando a criança.

Inicialmente ele afirma que chegou a dizer que não tinha coragem de fazer isso. Em seguida, ele decidiu afogar o menino em uma bacia. Mais tarde, levou Miguel para o hospital. O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio e deve ser submetido a uma audiência de custódia, nesta sexta (20). (VN)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia registra mais dois homicídios em Feira; 289 no ano


Duas pessoas foram assassinadas a tiros nas últimas horas em Feira de Santana, a 110 quilômetros de Salvador. De acordo com a contabilização da polícia, com os dois casos, o total de mortes violentas intencionais no município chega a 289 em 2019.   

O primeiro crime aconteceu no distrito da Matinha, por volta das 20h50, onde um homem ainda não identificado foi morto com tiros nas costas. 

No segundo caso, ocorrido no bairro Pedra do Descanso, a vítima foi identificada como Reinaldo Santos da Silva, 36 anos. Ele foi atingido por disparos na cabeça, nesta madrugada, dentro de casa, conforme informações do Acorda Cidade.

A autoria e a motivação dos homicídios serão investigadas pela Departamento de Homicídios. (ATarde)

Continue Lendo

Polícia

Mototaxista é executado a tiros no local de trabalho em Salvador; veja vídeo


Um homem foi morto a tiros em um ponto de mototaxis na noite de terça-feira (12/11), em Salvador. Vídeos mostram que a vítima era mototaxista, pois estava uniformizado e de capacete no momento do crime.

Segundo o boletim da Secretaria de Segurança Pública (SSP-Ba), Diego Araújo Silva tinha 33 anos. A execução aconteceu na Rua Arquiteto Marcos Moreira, no Parque São Cristovão, próximo a um supermercado, por volta de 19h30.

O comandante da 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão), major Ives Damasceno, informou que Diego tinha passagem pela polícia por agressão a mulher e porte de drogas. A motivação e a autoria ainda estão sendo investigados pela Polícia Civil.

VEJA O VÍDEO:

Fonte: AratuOn.

Continue Lendo

Polícia

“Mãe, não chora não”, pede menina de cinco anos após ser atingida por bala perdida


Uma criança, identificada como Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, de 5 anos, faleceu após ser atingida por uma bala perdida em Realengo, localizada na zona oeste no Rio de Janeiro. O crime aconteceu na última terça-feira (12). Para a Polícia Civil, milicianos devem ter efetuado o disparo. O caso continua sendo investigado.

Kattelen estava indo para a escola quando foi baleada. Ela e a mãe, que não teve a identidade revelada, estavam em uma bicicleta quando tudo ocorreu. Três homens armados e encapuzados  saíram de um carro e começaram a atirar. O alvo dos atiradores era um jovem, identificado como Davi Gabriel Martins do Nascimento, de 17 anos, que também foi baleado e morreu. Os disparos foram feitos na Praça Cohab, um dos locais mais movimentados do bairro. Após ser atingida, a criança foi levada para o Hospital Albert Schweitzer, onde foi submetida a uma cirurgia. O estado de saúde da garota piorou e no fim da noite do dia 12 Ketellen faleceu.

De acordo com informações coletadas pela polícia, o pai de Ketellen, identificado como Augusto de Oliveira Gomes, informou que um dos atiradores ao perceber que a menina havia sido baleada, fez um sinal para os demais. O governador do Rio, Wilson Witzel, lamentou via uma rede social a morte da criança. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga a hipótese de que os milicianos ao tentarem acertar Davi, atingiram a criança. Ketellen é a sexta criança morta por bala perdida no Rio de Janeiro no ano de 2019. (Varela)

Continue Lendo

Mais Lidas