Conecte-se agora

Polícia

Polícia prende mulheres que aplicavam golpe de falso aluguel em Salvador


Duas moradoras do bairro da Barra, um dos mais turísticos de Salvador, lucraram cerca de R$ 6 mil aplicando golpes que envolviam o anúncio de apartamentos de áreas nobres da cidade que sequer estavam disponíveis para venda ou locação.

As amigas Rosimeire Cruz Casaes, 49 anos, e Suiane dos Santos Rodrigues, 25, agiam há cerca de dois meses. Nesta segunda-feira (23), quase fizeram mais uma vítima, quando chegaram a receber R$ 1.750 de um jovem, que pretendia alugar um imóvel no local.

A negociação, que terminou com a prisão em flagrante da dupla, foi realizada por uma equipe do Serviço de Investigação (SI) da 13ª Delegacia (Barra). Titular da unidade, a delegada Carmen Dolores Bittencourt apresentou Rosimeire e Suiane à imprensa nesta terça-feira (24). A Polícia Civil investiga o envolvimento de uma terceira mulher nos golpes.

Embora ambas neguem o crime, a polícia afirma que a dupla agia nas regiões da Barra, Graça e Vitória. A dinâmica dos golpes, explica a delegada, variava de acordo com a disposição das vítimas, que em alguns casos questionavam o porquê da obrigatoriedade de fazer um depósito antes de ter contato com o imóvel.

“Eu me ative aos casos da região em que cubro, mas pode ser que existam situações em outros pontos da cidade. A Barra é um bairro turístico, o que facilita esse tipo de golpe”, explica a delegada. Ela acrescentou ainda que, no caso do imóvel anunciado pela dupla na última tentativa, o verdadeiro proprietário afirmou não ter nenhuma intenção de alugar ou vender.

A polícia diz ainda que Suiane e Rosimeire não só anunciaram o imóvel, como chegaram a receber um valor antecipado, conhecido como um sinal – espécie de adiantamento do dinheiro para que dessem a preferência àquele interessado.

“Com imagens falsas, elas divulgaram imóveis reais, mas não necessariamente disponíveis para vender, ou mesmo imóveis da cidade. Sempre abaixo do valor do mercado, mas não tão abaixo, para que fosse convincente”, pontua a delegada. (Correio)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia registra mais dois homicídios em Feira; 289 no ano


Duas pessoas foram assassinadas a tiros nas últimas horas em Feira de Santana, a 110 quilômetros de Salvador. De acordo com a contabilização da polícia, com os dois casos, o total de mortes violentas intencionais no município chega a 289 em 2019.   

O primeiro crime aconteceu no distrito da Matinha, por volta das 20h50, onde um homem ainda não identificado foi morto com tiros nas costas. 

No segundo caso, ocorrido no bairro Pedra do Descanso, a vítima foi identificada como Reinaldo Santos da Silva, 36 anos. Ele foi atingido por disparos na cabeça, nesta madrugada, dentro de casa, conforme informações do Acorda Cidade.

A autoria e a motivação dos homicídios serão investigadas pela Departamento de Homicídios. (ATarde)

Continue Lendo

Polícia

Mototaxista é executado a tiros no local de trabalho em Salvador; veja vídeo


Um homem foi morto a tiros em um ponto de mototaxis na noite de terça-feira (12/11), em Salvador. Vídeos mostram que a vítima era mototaxista, pois estava uniformizado e de capacete no momento do crime.

Segundo o boletim da Secretaria de Segurança Pública (SSP-Ba), Diego Araújo Silva tinha 33 anos. A execução aconteceu na Rua Arquiteto Marcos Moreira, no Parque São Cristovão, próximo a um supermercado, por volta de 19h30.

O comandante da 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão), major Ives Damasceno, informou que Diego tinha passagem pela polícia por agressão a mulher e porte de drogas. A motivação e a autoria ainda estão sendo investigados pela Polícia Civil.

VEJA O VÍDEO:

Fonte: AratuOn.

Continue Lendo

Polícia

“Mãe, não chora não”, pede menina de cinco anos após ser atingida por bala perdida


Uma criança, identificada como Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, de 5 anos, faleceu após ser atingida por uma bala perdida em Realengo, localizada na zona oeste no Rio de Janeiro. O crime aconteceu na última terça-feira (12). Para a Polícia Civil, milicianos devem ter efetuado o disparo. O caso continua sendo investigado.

Kattelen estava indo para a escola quando foi baleada. Ela e a mãe, que não teve a identidade revelada, estavam em uma bicicleta quando tudo ocorreu. Três homens armados e encapuzados  saíram de um carro e começaram a atirar. O alvo dos atiradores era um jovem, identificado como Davi Gabriel Martins do Nascimento, de 17 anos, que também foi baleado e morreu. Os disparos foram feitos na Praça Cohab, um dos locais mais movimentados do bairro. Após ser atingida, a criança foi levada para o Hospital Albert Schweitzer, onde foi submetida a uma cirurgia. O estado de saúde da garota piorou e no fim da noite do dia 12 Ketellen faleceu.

De acordo com informações coletadas pela polícia, o pai de Ketellen, identificado como Augusto de Oliveira Gomes, informou que um dos atiradores ao perceber que a menina havia sido baleada, fez um sinal para os demais. O governador do Rio, Wilson Witzel, lamentou via uma rede social a morte da criança. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga a hipótese de que os milicianos ao tentarem acertar Davi, atingiram a criança. Ketellen é a sexta criança morta por bala perdida no Rio de Janeiro no ano de 2019. (Varela)

Continue Lendo

Mais Lidas