Conecte-se agora

Bahia

Bolsonaro diz que assina prêmio para Chico Buarque ‘até 31 de dezembro de 2026’


O presidente Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira (8), ironizou a assinatura do diploma que será entregue ao músico e escritor Chico Buarque pela conquista do Prêmio Camões, a mais importante honraria literária em língua portuguesa. Ele foi escolhido vencedor pelo conjunto de sua obra.

“É segredo. Chico Buarque?”, disse, segundo Veja, ao ser questionado por jornalistas na chegada ao Palácio da Alvorada. “Eu tenho prazo? Até 31 de dezembro de 2026, eu assino”, respondeu, fazendo alusão a um segundo mandato, já que o seu atual termina em dezembro de 2022. Chico Buarque ainda não se posicionou sobre a polêmica.

Pelas regras da premiação, os governos brasileiro e português pagam cada um 100 mil euros (o que equivalente a cerca de R$ 450 mil). A parcela do Brasil já fooi depositada em junho. A única dúvida – e que divide o governo – é Bolsonaro assinar o diploma para um artista que considera seu desafeto político por criticar abertamente o seu governo e apoiar ostensivamente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – em setembro deste ano, ele visitou o petista na prisão em Curitiba e pediu a sua libertação.

Em setembro, a organização do 8º Festival de Cinema do Brasil, de Montevidéu, disse ter recebido instrução da embaixada do Brasil no Uruguai para não exibir o documentário Chico: Artista Brasileiro, sobre o compositor. A embaixada divulgou ter feito apenas “sugestões” sobre a programação do festival quando uma lista de filmes foi enviada pelos organizadores.

O Prêmio Camões foi instituído em 1989 por Brasil e Portugal. De acordo com o Ministério da Cultura de Portugal, a escolha reconhece anualmente “escritor cuja obra contribua para a projeção e o reconhecimento da língua portuguesa”.

Chico Buarque, 74 anos, estreou como escritor de ficção em 1974, com a novela Fazenda Modelo. Em 1979, publicou o livro infantil Chapeuzinho Amarelo. O primeiro romance, Estorvo, foi lançado em 1991. Quatro anos depois lançou o segundo, Benjamin. Em 2003, publica Budapeste; em 2009, Leite Derramado e em 2014, Irmão Alemão. Ele escreveu as peças de teatro Roda Viva (1968); Calabar (1972); Gota D’Água (1974), e Ópera do Malandro (1978). (Correio24horas)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Cão farejador encontra suspeito de homicídio no interior da Bahia


A cadela Kira, da raça Pastor Belga Malinois, ajudou a Polícia Militar (PM) a prender um homem suspeito de latrocínio, quando a vítima é morta após um assalto. O caso aconteceu na cidade de Valença, 255 km de Salvador, na terça-feira (18/2) e é a primeiro caso de crime solucionado usando animais na Bahia.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o homem, que não teve a identidade divulgada, estava com mandado de prisão em aberto, expedido pelo Juízo de Direito da Comarca de Taperoá. Ele estava escondido num barraco abandonado, armado com um rifle e em companhia de dois parceiros, com os quais a polícia diz que ele praticou diversos assaltos a mão armada na região. Em uma das ações, o homem teria roubado uma moto e feito pelo menos seis novos assaltos utilizando o veículo.

Kyra encontrou o suspeito buscando apenas pelo cheiro, segundo afirmou o comandante da 33ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar), tenente-coronel Alexandre Costa de Souza. “Quando do cometimento do delito, foi feita a coleta do material encontrado na cena do crime e, com o recurso do Mantrailing – técnica que consiste em apresentar ao cão o odor da pessoa para iniciar as buscas – a cadela, pela amostra do cheiro do autor encontrada na faca por ele utilizada,  conseguiu trilhar o caminho percorrido por ele”, explicou.

O homem e seus comparsas foram autuados por prática de roubo e posse ilegal de arma. O latrocida furtou, na última segunda-feira (17), uma motocicleta na estação rodoviária do município e a utilizou para praticar seis roubos.
*Aratu On.

Continue Lendo

Bahia

Dal entrega uma ambulância avançada 0 KM para o município de Valença.


O município de Valença, localizado na Região do Baixo Sul do Estado, contará a partir de agora com uma nova ambulância avançada 0 KM. Fruto de uma Emenda Impositiva do deputado Dal (PP), no valor de R$160 mil, o veículo foi entregue junto com o governador Rui Costa, na manhã desta terça-feira (18), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.
A nova ambulância está totalmente equipada para a locomoção e atendimento de pacientes, tornando o serviço ágil e seguro, tanto para a população quanto para os profissionais da área e reforçará a saúde no município.

De acordo com o Parlamentar, essa é uma forma de agradecer ao povo de Valença pela confiança e ressaltou que seguirá lutando por novas conquistas para a Região. “O papel do Parlamentar é buscar benefícios para a população e, no caso de Valença, a responsabilidade vem em dobro, é prioridade. Fui o deputado estadual mais votado nas eleições de 2018 e tenho a responsabilidade de representar cada um dos eleitores através do meu trabalho. Seguirei lutando e tenho convicção de que novas conquistas virão”, enfatizou Dal.

Vale ressaltar que na semana passada, o deputado Dal já havia feito a entrega de mais duas ambulâncias para os municípios de Angical e Wenceslau Guimarães. A expectativa do deputado, que tem como uma das bandeiras de luta do seu mandato a melhoria na qualidade da saúde do povo baiano, é avançar ainda mais. (Ascom)

Continue Lendo

Bahia

Novo presidente do TJ-BA se coloca contra fechamento de comarcas


Em 2019, o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) aprovou o fechamento de 18 comarcas localizadas no interior. No entanto, uma decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou a suspensão da medida.

Na Corte baiana, dentre os contrários ao fechamento na ocasião da votação, estava o desembargador Lourival Trindade, novo presidente do TJ-BA. Em entrevista ao programa Isso é Bahia, na Rádio A TARDE FM, o chefe do Judiciário informou que o assessor especial da Presidência, juiz Fábio Alexsandro Costa Bastos, esteve em Brasília nesta segunda-feira, 17, no CNJ, onde manifestou a posição da nova gestão em favor da manutenção das comarcas. 

“Estamos nos colocando inteiramente contrários à desativação de comarcas. Não podemos transformar o poder Judiciário dentro de uma visão do economicismo precário. Um bem essencial à vida não tem preço. Sou radicalmente contra essa ideia de fechamento de comarcas no interior”, reiterou Trindade.

Segundo o presidente, o primeiro grau da Justiça baiana precisará de um olhar especial. “Chega a ser uma realidade desalentadora. Nós vivemos um quadro de caos e estrangulamento da Justiça lá no primeiro grau. Temos que enfrentar estes desafios. Citando o poeta Fernando Pessoa, não tenho medo dos desafios, aprendi a desafiar o desafio”.

O magistrado disse ainda que terá um trabalho, durante o biênio 2020/2022, pautado pela transparência. “O principal desafio nosso é convocar a sociedade como um todo para que o nosso Judiciário tenha essa visão da transparência do que se ocorre lá dentro. Nada se fará às ocultas. Terá que ser feito às vistas de todos. O Judiciário não pode fugir a essa regra de transparência que todo poder constituído precisa ter. A opinião pública é a nossa fiscal”, disse. Fonte: ATarde.

Continue Lendo

Mais Lidas