Connect with us

Salvador

Grupo promove ebó coletivo em protesto contra livraria que associou Salvador a demônios


Em protesto contra a proprietária da “livraria flutuante”, a empresa OM Ships International, a Frente Nacional Makota Valdina realiza seu segundo “ebó coletivo” nesta segunda-feira (4), no Terminal Marítimo de Salvador. O ato, que teve início por volta das 10h e segue até as 19h, é uma resposta à intolerância religiosa da organização, responsável pelo navio Logos Hope.

Antes do navio chegar à capital baiana, no mês passado, a empresa usou sua página no Facebook para pedir que os fiéis orassem pelos tripulantes, já que a cidade é conhecida “pela crença das pessoas em espíritos e demônios”.

Diante desse quadro, a Frente Makota Valdina, que se constitui como um fórum de defesas das religiões de matriz africana, organizou essa mobilização. Coletivos, organizações sociais, associações e terreiros de candomblé participam do ato, que visa louvar os orixás e voduns e espantar os “males trazidos pelo navio do racismo religioso”.

“Repudiamos a manifestação explícita de racismo religioso presente na postagem do navio Logos Hope. Ao associar os símbolos sagrados dos povos africanos ao mal, a publicação do navio nega o protagonismo e a existência de uma história ao povo negro, ideologia racista mesma que justificou o navio negreiro”, destacou a frente na postagem de anúncio do ebó.

Dias após o caso de intolerância, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) também tomou medidas contra a proprietária do navio e anunciou a abertura de uma investigação. *Bahia Notícias.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salvador

Hospital de campanha na Arena Fonte Nova retoma atendimentos


O hospital de campanha montado na Arena Fonte Nova, em Salvador, foi reaberto na última quinta-feira, para tratamento da Covid-19. De acordo com o governo do estado, os primeiros pacientes começaram a chegar por volta das 20h30 e cerca de 20 pessoas já estavam com protocolo de transferência para a unidade antes mesmo da reabertura.

O hospital tem capacidade para 200 leitos, mas inicialmente funcionará com 80, distribuídos em 50 leitos de Unidade de Terapia Intensiva e mais 30 clínicos, todos voltados para o atendimento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

A gestão do hospital de campanha está sob a responsabilidade das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). A expectativa é de que em breve o hospital possa operar com capacidade plena, já que depende do processo de contratação dos profissionais de saúde para o total funcionamento. (A Tarde)

Continue Reading

Salvador

PM suspeito de assassinar mãe e filho é encontrado morto em hotel


O policial militar suspeito de assassinar mãe e filho em um condomínio de Salvador, foi encontrado morto em um hotel de Aracaju, no estado de Sergipe, na terça-feira (2). A informação, porém, só foi divulgada pela Polícia Civil na quinta-feira (4).

Valdice Maria Cabral da Silva, de 47 anos, e o filho, Gabriel Cabral da Silva, de cinco, tiveram seus corpos encontrados no dia 11 de fevereiro, dentro do apartamento, já em estado de gigantismo.

Segundo a polícia, o suspeito, Adelson Silva Rosário, tinha um mandado de prisão temporária expedido. Não se sabe o que ele fazia em outro estado.

A polícia também informou que o PM havia conhecido Valdice em um aplicativo de relacionamento e ele foi a última pessoa que esteve com a vítima e o filho dela. Não há detalhes da causa do assassinato, nem da morte do PM, mas a suspeita é de que ele tenha tirado a própria vida.

Familiares de Valdice contaram, em fevereiro deste ano, que quando a mulher deixou de dar notícias, eles enviaram mensagens para o celular dela e foram respondidos. A família acredita que o autor do crime tenha usado o aparelho da mulher para enganar os parentes.

Além do celular estar supostamente com o autor do crime, o carro da vítima também não estava no condomínio onde ela morava.

Leia a matéria original em Varela Notícias

Continue Reading

Salvador

Bruno Reis: sistema de saúde pode entrar em colapso nas próximas horas em Salvador

Foto: Matheus Morais/bahia.ba

Durante coletiva virtual à imprensa, na manhã desta quinta-feira (4), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), disse que a rede municipal de Saúde pode entrar em colapso já nas próximas horas.

Segundo ele, o número de pacientes infectados com coronavírus só faz crescer na cidade. Bruno informou ainda que, atualmente, 117 pacientes esperam pela regulação em Unidades de Pronto Atendimento de Salvador.

“Temos um novo recorde. Ontem eram 107, anteontem eram 96. E, mesmo mantendo média de 70, 75 regulados, os números não cedem”, ressaltou o prefeito de Salvador.

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas