Conecte-se agora

Polícia

Casa é alvejada com vários tiros no bairro do Lobato em Salvador


O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) fez uma operação, nesta sexta-feira (8), no bairro do Lobato, em Salvador, após uma casa ser cravejada de tiros.

Segundo informações, bandidos invadiram a localidade em uma briga pelo ponto de tráfico. *BNews.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Caso Ágatha: inquérito da Polícia Civil aponta que PM causou morte da menina


Partiu da arma de um cabo da Polícia Militar o disparo que, dois meses atrás, provocou a morte da estudante Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, no Morro da Fazendinha, no Complexo do Alemão. A informação consta do inquérito da Polícia Civil sobre o caso, que deve ser enviado nesta terça-feira à Justiça. De acordo com o documento, houve um “erro de execução”: o objetivo não era atingir a criança, mas dar um “tiro de advertência” para forçar a parada de dois homens que estavam em uma motocicleta.

A dupla teria fugido de uma blitz no complexo. Em seguida, o PM, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Fazendinha, efetuou o disparo. Segundo relatos de testemunhas incluídos no inquérito, o cabo estava sob forte tensão devido à morte de um colega três dias antes e, por isso, pode ter confundido uma esquadria de alumínio que o garupa segurava com uma arma.

A tragédia ocorreu no início da noite de 20 de setembro. Onze dias depois, o policial militar participou da reprodução simulada da morte de Ágatha no mesmo local, apesar de parte de seus colegas terem se recusado a fazê-lo. Segundo uma fonte ligada à investigação, “ele está muito mal e diz o tempo todo que que não queria acertar a menina”.

Um relatório do Instituto de Criminalista Carlos Éboli (ICCE), entregue à Delegacia de Homicídios da capital (DH), apontou que um fragmento de projétil encontrado no corpo de Ágatha tinha ranhuras idênticas à do cano do fuzil usado pelo PM. Ainda de acordo com o laudo, a bala atingiu primeiramente um poste. Foi um estilhaço que provocou a morte da menina, perfurando suas costas e saindo pelo tórax. A criança chegou a ser levada para a Unidade de Pronto-atendimento do Morro do Alemão, de onde foi transferida para a emergência do Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha. Leia mais no GLOBO.

Continue Lendo

Mundo

Ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão na Lava Jato


O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é alvo de mandado de prisão preventiva em desdobramento da Lava Jato que ocorre nesta terça-feira (19). A suspeita é que ele tenha ajudado na fuga de Dario Messer, considerado o doleiro dos doleiros.

A decisão é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal fluminense, e Cartes terá o nome inserido na difusão vermelha da Interpol.

A operação é um desdobramento da Operação Câmbio, Desligo, batizada de Patron. Em espanhol, a palavra significa “patrão” e é o termo reverencial que Messer se referia a Cartes.

Desta vez, a ação tem como alvos pessoas que o ajudaram a fugir ou ocultar seu patrimônio.

Até as 6h45, uma pessoa havia sido presa: o também doleiro Najun Azario Flato Turner, localizado no Itaim Bibi, Zona Oeste da capital paulista. Equipes da Polícia Federal também estão em Copacabana, Zona Sul do Rio.

A ação visa cumprir 37 mandados judiciais expedidos por Bretas em Búzios, São Paulo e em Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai:

  • 16 mandados de prisão preventiva
  • 3 mandados de prisão temporária
  • 18 mandados de busca e apreensão

Leia mais no G1.

Continue Lendo

Polícia

PF cumpre mandado em gabinete de desembargador na Bahia


Após a Operação Injusta Causa, a  Polícia Federal cumpre novamente mandado contra desembargadores. Conforme apurado pelo Bahia Notícias, a corporação cumpre no gabinete de um desembargador na manhã desta terça-feira (19). A ação foi autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). (BahiaNotícias)

Continue Lendo

Mais Lidas