Conecte-se agora

Sem categoria

Homem é preso com mais de mil calcinhas roubadas; ele usava uma delas


Mais de mil calcinhas. Esse foi o saldo dos roubos praticados por um homem de 41 anos na cidade de Turmalina, no interior de Minas Gerais. Ele foi preso usando uma das peças, segundo a Polícia Militar.

Segundo informações do G1, as 1.045 peças estavam escondidas no quarto de sua casa. As calcinhas e os 45 sutiãs foram encontrados em vários locais do quarto dele: debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda-roupas. As roupas íntimas eram novas e usadas, de várias cores e modelos.

Essa foi a segunda vez que ele foi preso pelo crime. Em 2015, os furtos de 301 peças íntimas ocorreu em Capelinha, cidade vizinha a Turmalina. As peças foram roubadas de cercas, varais e lojas da cidade, que fica no Vale do Jequitinhonha. 

“A Polícia Militar foi até a residência dele, no Bairro São João Batista, para darmos cumprimento a um mandado de prisão por furto. Durante as buscas, encontramos as peças íntimas”, afirmou o tenente André Dale. 

Ao ser questionado pela PM, o homem não deu detalhes sobre os furtos, apenas disse que cometia os crimes em vários locais.  (Correio24horas)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Senado aprova fim da prisão administrativa para PMs e bombeiros


O Senado aprovou hoje (11) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 148/2015, que extingue a prisão administrativa de policiais militares e bombeiros como punição por transgressões disciplinares. O projeto segue para sanção presidencial.

O dispositivo propõe que essas corporações sejam regidas por um código de ética e disciplina, aprovado por lei estadual específica. Além disso, esse código de ética deve regulamentar o devido processo administrativo-disciplinar, definir as sanções disciplinares e vedar a restrição de liberdade.

Um dos autores do projeto é o senador Jorginho Mello (PL-SC), ainda quando era deputado federal. Ele agradeceu o apoio dos colegas na aprovação do texto e afirmou que a prisão administrativa é “coisa de tempos passados”. “[Essa lei] não vai enfraquecer a disciplina, o respeito. Hoje é um absurdo. [Se o militar] fez uma continência que o superior dele entendeu que não foi com a força necessária, cadeia nele. Isso é coisa dos tempos passados”.

O senador Major Olímpio (PSL-SP) foi outro a apoiar a aprovação do texto. Para ele, a prisão administrativa também é uma medida exagerada. “Se um soldado, tenente ou um capitão chegar atrasado cinco minutos, ou se chegar com o cabelo que considerem grande demais [vai preso]. Se o cabelo está crescido ou não é interpretação do administrador. E o policial tem que ligar em casa e falar para o filho ‘o papai vai ficar preso por cinco dias’”. (AgênciaBrasil)

Continue Lendo

Sem categoria

Gato é encontrado em praça pública com tornozeleira eletrônica; veja vídeo


Uma situação inusitada aconteceu na última segunda-feira (09) quando populares encontraram uma tornozeleira eletrônica presa em um gato. O animal estava em uma praça pública do bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. 

Ainda não há informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social sobre a quem pertencia o equipamento. 

(Bocão News)

Continue Lendo

Amargosa

Amargosa: lei municipal proíbe “BLITZ do IPVA”


Foi publicado em diário oficial da Câmara Municipal de Amargosa, a Lei Nº 548, que proíbe a apreensão de veículos por falta de pagamento do IPVA no município. A lei, que já está em vigor, foi promulgada pelo Presidente da Câmara Municipal de Amargosa, Marcos Paulo (PSD) e limita-se ao território de Amargosa.

A lei determina em seu artigo primeiro que “não haverá recolhimento, retenção ou apreensão de veículos, no âmbito do município de Amargosa-BA, pela identificação do não pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores ou qualquer outro tributo.”

A lei não impede apreensão de veículos por infrações de trânsito. Acesse o diário oficial aqui.

Da Redação

Continue Lendo

Mais Lidas