Connect with us

Brasil

Lula é recepcionado por Wagner ao chegar em Salvador: “de volta”


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está em Salvador. Ele chegou na noite desta quarta-feira (13/11) e foi recepcionado pelo ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, com quem compartilhou uma foto (acima) nas redes sociais. “De volta ao Nordeste. Revendo o amigo…”, diz a legenda da imagem.

Ainda nesta noite, Lula participa de um jantar com o governador Rui Costa, no Palácio de Ondina, e reunião com a liderança do partido . 

SOLTURA DE LULA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi solto na tarde da última sexta-feira (8/11), na sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde estava preso desde abril de 2018. Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) – de derrubar a prisão após condenação em segunda instância -, o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, aceitou nesta sexta-feira (8/11) o pedido da defesa do ex-presidente da República. 

Condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias, em segunda instância, no caso do triplex do Guarujá, Lula ficou 1 ano e 7 meses preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba. Agora, poderá recorrer em liberdade e a pena só voltará a ser cumprida após o trânsito em julgado. (AratuOn)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Greve dos Correios: TST aprova reajuste de 2,6%, e trabalhadores devem voltar nesta terça


O Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovou nesta segunda-feira (21) um reajuste de 2,6% para os funcionários dos Correios. Os trabalhadores devem retomar as atividades a partir desta terça-feira (21).

A maioria do tribunal decidiu que a greve, iniciada no dia 17 de agosto, não foi abusiva. Com isso, metade dos dias de greve será descontada do salário dos empregados. A outra metade deverá ser compensada.

Se os funcionários não retornarem aos postos de trabalho, a categoria fica sujeita a multa diária de R$ 100 mil.

Filas se formaram nos centros de distribuição de encomendas durante a greve; veja

Relatora do processo no TST, a ministra Kátia Arruda votou contra a declaração da greve como abusiva – o que levaria ao desconto integral das horas não trabalhadas.

A magistrada disse que a paralisação foi a única solução encontrada pelos trabalhadores, diante do fato de que a empresa tinha retirado praticamente todos os direitos adquiridos da categoria.

“É a primeira vez que julgamos uma matéria em que uma empresa retira praticamente todos os direitos dos empregados”, afirmou. (G1)

Continue Reading

Brasil

Damares agiu para impedir aborto de menina de 10 anos

Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, agiu nos bastidores para impedir o aborto da menina de 10 anos, que engravidou após ser estuprada pelo tio, no Espírito Santo. A informação é da Folha.

A ministra coordenou uma operação que tinha como objetivo transferir a criança de São Mateus (ES), onde morava, para um hospital em Jacareí (SP), onde aguardaria a evolução da gestação e seria feito o parto, apesar do risco que isso represetava para a vida da criança. 

Para que seu plano tivesse sucesso, Damares enviou a São Mateus representantes de sua pasta e aliados políticos que tentaram retardar a realização do aborto. Em uma série de reuniões, eles pressionaram os responsáveis por fazer o procedimento e chegaram a oferecer benfeitorias ao conselho tutelar local. A ministra chegou a participar de pelo menos um desses encontros por videochamada. 

Ainda de acordo com a Folha, pessoas envolvidas no processo afirmaram ainda que os representantes do órgão foram responsáveis por vazar o nome da criança à ativista Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, que o divulgou nas redes sociais. (Metro1)

Continue Reading

Brasil

Chuva ajuda a reduzir focos de incêndio no Pantanal, segundo governo; situação ainda é de alerta

Foto: Chico Ribeiro/ Governo de Mato Grosso do Sul

A chuva que caiu no fim de semana no Pantanal e no Cerrado sul-mato-grossense somada à força-tarefa de bombeiros, brigadistas do Ibama e ICMBio ajudaram a reduzir os focos de incêndio nestas regiões. O governo estadual de Mato Grosso do Sul diz que a situação ainda é de alerta.

No Mato Grosso, a chuva que caiu na madrugada deste domingo (20) na região do Pantanal, embora considerada fraca, também amenizou os focos de calor na região.

Nesta segunda-feira (21), uma equipe em três embarcações, se deslocará para a região do Amolar, em Mato Grosso do Sul, local conhecido como Serra Negra, em Corumbá, onde ainda há diversos focos.

Segundo informações do governo do estado, no domingo (20), choveu pouco, mas já foi suficiente para aumentar a umidade do ar e reduzir os focos. Foram identificados 22 focos em Corumbá e 1 em Pedro Gomes, municípios que ficam no Pantanal. Os números equivalem à redução de 50% em relação ao dia anterior. No início do mês, Pantanal e Cerrado concentravam mais de mil focos.

As precipitações ocorridas no sábado e no domingo foram baixas nas regiões críticas de queimadas, em Mato Grosso do Sul, mas o suficiente para aumentar a umidade e favorecer o controle dos focos, disse Jaime Verruck, secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar.

O secretário informou ainda que a força-tarefa prioriza neste momento as ações de combate aos incêndios no Parque do Taquari e na divisa de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (Norte de Corumbá).

Combate ao fogo no Pantanal de MS — Foto: Chico Ribeiro/ Governo de MS

Setembro tem recorde de incêndios

O Pantanal vem sofrendo com as queimadas nas últimas semanas. O tempo seco, a umidade relativa do ar e os ventos têm feito com que o fogo se alastre rapidamente.

Segundo os últimos dados do Ibama, os incêndios já destruíram ao menos 1.165 milhão de hectares de vegetação do bioma do lado de Mato Grosso do Sul. O estado está em situação de emergência ambiental e a União já garantiu ajuda com R$ 3,8 milhões. Bombeiros do Paraná ajudam no combate.

A Polícia Federal investiga os responsáveis por alguns destes focos de incêndio. Através de análises de imagens de satélites, os policiais chegaram à suspeita de que fazendeiros da região da Serra do Amolar teriam colocado fogo em vegetação para transformação em área de pastagem.

Uma operação cumpriu mandados de busca e apreensão em propriedades rurais e o dono de uma delas foi preso em flagrante por posse irregular de arma e de munições.

Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari

No Cerrado, o combate ao fogo no Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari segue com um contingente de 150 combatentes, sendo 70 homens do Exército e 60 entre bombeiros de Mato Grosso do Sul, do Paraná e voluntários. A estrutura conta ainda com oito aeronaves, sendo duas do ICMbio, três do setor de energia do Estado e outras três bancadas pelo setor de florestas. O Imasul (Instituto de Meio Ambiente e MS) também integra a força-tarefa no monitoramento do Parque do Taquari. (G1)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook