Conecte-se agora

Polícia

Corregedoria abre inquérito para averiguar conduta de PMs em baile funk


A Polícia Militar de São Paulo informou, nesta segunda-feira (2), que a Corregedoria da corporação abriu inquérito para averiguar a conduta dos agentes que atuaram em Paraisópolis, onde nove pessoas morreram em um baile funk. O episódio ocorreu na madrugada deste domingo (1º).

Em nota, a PM diz que todas as circunstâncias serão apuradas. “As armas dos policiais foram apreendidas e encaminhadas para perícia”, acrescentou.

“O 89º DP [89º Distrito Polícial] também instaurou inquérito”, informa, acrescentando que os agentes escalados para a missão na comunidade, localizada na zona sul da capital paulista, já foram ouvidos.

Por volta das 11h de hoje (2), familiares das vítimas compareceram à unidade responsável pelo caso. A irmã do operador de telemarketing Bruno Gabriel dos Santos, de 22 anos, um dos jovens mortos, professora Ivanini Siqueira, disse que ele estava na companhia de amigos e não conseguiu se desvencilhar do fluxo de pessoas, quando o público do baile funk tentava sair do local. A família é de Mogi das Cruzes, município onde o jovem deve ser enterrado.

“Eles levaram garrafada. Foi todo mundo correndo. Eles estavam em um grupinho de cinco e ele foi o único que não conseguiu correr. Correu pro lado errado, e os outros correram pro outro lado e conseguiram se salvar”, disse Ivanini Siqueira.

Ivanini disse que não tem forças para acompanhar o noticiário e que espera justiça. Ela suspeita que Bruno tenha sido vítima de violência policial, porque assistiu a um vídeo em que a posição do seu corpo sugere que ele tenha sido agredido. “Ou ele foi pego com alguma coisa na cabeça dele, ou ele foi pego de frente, porque, [do contrário], por que é que o corpo estaria [virado] para cima? Não tem lógica isso”.

“Agora a gente está correndo atrás para poder levar o corpo para Mogi [das Cruzes] e pedir justiça, basicamente, para saber o que realmente aconteceu, por que esses jovens não puderam se defender, porque eles foram pegos tão de surpresa”. *BNews.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PRF apreende 50 Kg de maconha com passageiros de ônibus


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na última terça-feira (3) cerca de 52 quilos de maconha após uma fiscalização na BR-116, em Vitória da Conquista-BA. A droga foi encontrada nas bagagens de dois passageiros que estavam em um ônibus de turismo.

Os agentes abordaram o veículo na rodovia e durante a abordagem foi encontrado maconha prensada embaladas em 61 pacotes. O entorpecente estava no interior de duas malas. Dois homens foram identificados como os supostos donos das bagagens.

Os suspeitos acabaram confessando que receberam a encomenda na região do Brás, em São Paulo, e informou ainda que a maconha seria entregue na região de Cícero Dantas (BA) e que receberia 200 reais por cada quilo transportado da droga.

Diante dos fatos, os agentes encaminharam os suspeitos juntamente com a droga, para a Delegacia da Polícia Judiciária. Eles responderão na Justiça pelo crime de tráfico de drogas (art. 33 da lei de tóxicos). (VN)

Continue Lendo

Brasil

Mais de uma tonelada de carne de cavalo que seria comercializada é apreendida em Jequié


Cerca de 1.500 kg de carne de cavalo foram apreendidas em Jequié (distante 364 km de Salvador) durante uma ação conjunta da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Vigilância Sanitária da Bahia e Polícia Civil de Jequié.

De acordo com informações do médico veterinário da Adab, Wanderley Lauria Júnior, que detalhou a operação durante participação em um programa de rádio de Jequié, a carne era de três cavalos que teriam sido roubados em uma propriedade rural do município e seria comercializada de forma clandestina no comércio da cidade.

O caso foi descoberto após denúncia feita pelo proprietário dos cavalos, que percebeu o desaparecimento dos animais. Apesar da descoberta da carne, os autores da ação ainda não foram encontrados e são procurados pela polícia.

*Atarde

Continue Lendo

Polícia

Menina de 13 anos se joga de carro em movimento após ter sido estuprada em Fortaleza


Uma estudante de 13 anos pulou de um carro em movimento após ter sido estuprada pelo motorista do veículo em Fortaleza. O crime ocorreu na terça-feira (2), e a prisão do suspeito foi divulgada nesta quarta-feira (3) pela Secretaria da Segurança Pública. A adolescente ficou ferida na cabeça após pular do veículo. O crime ocorreu no Bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza.

Segundo a polícia, testemunhas afirmaram que a jovem se jogou de um veículo de cor prata e desmaiou. Os próprios moradores socorreram a adolescente. A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), que investiga o caso, obteve imagens que mostram o automóvel percorrendo vias do bairro e está trabalhando para identificar as circunstâncias do fato. O veículo foi localizado por meio de câmeras do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia).

O suspeito é um motorista de transporte por aplicativo. Segundo a polícia, ele puxou a menina para dentro do veículo após fingir pedir uma informação.

Pancada na cabeça

Moradores da região ouvidos pelo G1 relataram que a adolescente usava farda escolar no momento do crime. De acordo com a direção da instituição de ensino onde a vítima estuda, a escola ligou para os pais da garota, já que a menina não havia chegado à aula no horário de costume.

A escola informou que a vítima foi atendida no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, e recebeu alta ainda na manhã de terça.

Um morador que não quis se identificar confirmou que a jovem caiu de um carro de cor prata. Ele conta que a adolescente sofreu uma forte pancada na cabeça na queda. “A menina bateu com a cabeça em outro carro e a gente foi ajudar, sem entender nada. Ela não conseguia falar e estava passando mal, como se estivesse tendo uma convulsão”, afirma.

(G1)

Continue Lendo

Mais Lidas