Connect with us

Brasil

MP denuncia João de Deus pela 11ª vez por abuso sexual


O Ministério Público de Goiás (MP-GO) apresentou hoje (02) a 11ª denúncia contra o médium João de Deus por abuso sexual.

Segundo a denúncia, as quatro vítimas, originárias do Rio Grando do Sul, do Distrito Federal e duas da Bahia, sofreram os abusos entre 2010 e 2016. O MP ainda citou outras setes vítimas cujos casos já prescreveram, pois teriam ocorrido entre 1976 e 2008.

Segundo a promotora Renata Caroliny Ribeiro e Silva, João de Deus se aproveitava da condição de vulnerabilidade das vítimas que o procuravam em busca de ajuda. Ela afirma que o médium amendrotava suas vítimas.

“Tudo isso para intensificar o medo e criar um ambiente propício para os abusos”, declarou.
*Metro1.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Policiais militares de SP vão usar câmeras nas fardas, diz Doria


O governador de São Paulo, João Doria, disse hoje (13) que os policiais militares do estado vão passar a utilizar uma câmera em seus uniformes para que suas ações nas ruas de São Paulo sejam monitoradas. O objetivo do governo é tentar reduzir a violência policial.

Segundo o governador, as bodycams, pequenas câmeras de lapela, serão fixadas na farda policial. As imagens produzidas são gravadas em nuvem e não podem ser apagadas. A partir do dia 1º de agosto, 2 mil policiais militares utilizarão as câmeras no policiamento de rua no estado. Depois, disse ele, serão adquiridos mais 3 mil desses equipamentos. 

“São câmeras pequenas, fixadas na lapela do uniforme policial. Ele não pode retirá-la, ele não pode desligá-la. E ela transmite, ao vivo, todas as suas ações”, disse Doria. “Há dois benefícios nesta ação. Primeiro: vai reduzir o nível de violência. E ela serve também para apresentar fatos reais, cenas sem edição”.

Ontem (12), o programa Fantástico mostrou uma abordagem policial violenta na região de Parelheiros, na capital paulista. Na imagem, uma comerciante é agredida por policiais. Um deles, pisa sobre o pescoço da mulher, enquanto ela está deitada no chão. Imagem muito parecida a que ocorreu nos Estados Unidos e que levou à morte George Floyd, dando início a uma série de protestos no mundo todo. 

“Quero deixar claro que o governo de São Paulo não tolera e não tolerará nenhum comportamento que seja de violência praticada pela Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros ou qualquer outra polícia que esteja sob o comando do governo do estado de São Paulo. Ontem à noite assisti estupefato e fiquei impactado com a cena de agressão de uma mulher exibida ontem no Fantástico”, disse ele. Segundo Doria, os policiais envolvidos nessa ocorrência foram afastados das ruas e suas condutas estão sendo investigadas por um inquérito policial.

No dia 22 de junho, Doria havia determinado que todos os policiais do estado passassem por novo treinamento para evitar abordagens violentas. Isso ocorreu após imagens nas redes sociais terem mostrado uma abordagem policial violenta em Carapicuíba, região metropolitana do estado, no mês de junho. Na imagem, duas pessoas que estão em uma motocicleta são abordadas por policiais. Um policial militar aplica uma técnica de estrangulamento em uma das vítimas, que cai desacordada no chão.

Também no mês passado, ocorreram mais dois casos de violência policial. Em um deles, policiais militares estão sendo investigados por envolvimento na morte de um jovem negro de 15 anos . O jovem, identificado como Guilherme, desapareceu na noite de domingo, na Vila Clara, distrito de Jabaquara, na zona sul de São Paulo. Além desse caso, policiais militares de São Paulo foram flagrados, em imagens que circularam pelas redes sociais, agredindo pessoas rendidas no Jaçanã, na capital paulista, e em Barueri (SP). Fonte: Agência Brasil

Continue Reading

Brasil

Mandetta vai lançar livro sobre 100 dias no Ministério da Saúde e deve falar sobre Bolsonaro


O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), pretende lançar um livro contando, semana por semana, como foram os 100 dias em que esteve à frente da pasta. O médico assinou contrato com a Companhia das Letras e deve publicar a obra ainda no início do segundo semestre. 

Demitido por Bolsonaro em 16 de abril, Mandetta vai detalhar os desafios desse período em que tentou combater o novo coronavírus no momento em que os casos se alastravam, os efeitos se agravavam e Bolsonaro minimizava a pandemia.

Segundo o comunicado da Companhia das Letras, entre os temas que ele quer abordar “de modo equilibrado e o mais abrangente possível estão a luta para fortalecer o SUS, as injunções políticas decorrentes da pandemia e a formação de uma equipe técnica extremamente qualificada”. 

Ele também vai falar sobre o cenário que envolve o diálogo com outros países e diferentes setores da sociedade brasileira, a importância da pesquisa, do foco e planejamento na gestão da crise, até o processo de saída do ministério. “Cabem ainda reflexões sobre o impacto da pandemia no futuro e os ensinamentos decorrentes dessa experiência”, de acordo com o comunicado.  Fonte: AratuOn

Continue Reading

Brasil

Fiocruz e hospitais irão criar protocolo “anticovid” para eleições, diz TSE; “ajuda patriótica”


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou nesta segunda-feira (13/7) um acordo para que a Fundação Oswald Cruz (Fiocruz) e os Hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein ajudem a elaborar de um protocolo de segurança para a realização das eleições municipais de novembro.

A inteção é tornar a votação mias segura, considerando a pandemia de Covid-19. As instituições irão avaliar todos os riscos de contágio e à saúde pública durante a votação, e, com isso, desenvolver rotocolos sanitários e ambientais.

A identificação biométrica, por exemplo, é algo que o governo está estudando se irá manter ou não. Segundo o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, não haverá custo aos cofres públicos pelo serviço, que será uma ajuda “patriótica”, prestada “graciosamente”, conforme escreveu ele em ofício dirigido às instituições.

As Eleições Municipais 2020 estavam previstas para 4 de outubro e foram adiadas para 15 de novembro. O segundo turno, caso haja necessidade, será realizado 29 de novembro. Fonte: AratuOn

Continue Reading