Connect with us



Brasil

Trump critica Brasil e Argentina por desvalorização de moedas


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje (2), através do Twitter, que Brasil e Argentina desvalorizaram “massivamente” suas moedas e que isso causará o retorno das tarifas de importação sobre o aço e o alumínio dos dois países. A iniciativa, segundo o presidente americano, tem efeito imediato. “Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização massiva de suas moedas. O que não é bom para nossos agricultores”, escreveu Trump. “Portanto, com efeito imediato, restaurarei as tarifas de todos os aços e alumínio enviados para os EUA a partir desses países”, acrescentou. 

“O Federal Reserve [banco central dos EUA] deveria agir da mesma forma, para que países, que são muitos, não se aproveitem mais nosso dólar forte, desvalorizando ainda mais suas moedas. Isso torna muito difícil para nossos fabricantes e agricultores exportarem seus produtos de maneira justa”, disse o americano. 

Em agosto do ano passado, o governo americano, por ordem de Trump, anunciou uma flexibilização nas cotas de importação de aço e alumínio que excedam as cotas livres do pagamento das sobretaxas impostas pelo governo dos Estados Unidos em março do mesmo ano. Com isso, as empresas americanas que comprarem aço do Brasil não iriam precisar pagar 25% a mais sobre o preço original, caso comprovem falta de matéria-prima no mercado interno. A iniciativa ocorreu após pressão da indústria americana. (Metro1)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Brasil registra 653 mortes por Covid em 24h, e total chega a 22.666


O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (24) o mais recente balanço de casos e mortes causadas pelo novo coronavírus. Os principais dados são:

  • 22.666 mortes, eram 22.013 no sábado (23)
  • Foram 653 registros de morte incluídos no balanço em 24 horas
  • 363.211 casos confirmados
  • Foram 15.813 novos casos incluídos no balanço em 24 horas
  • 149.911 pacientes recuperados (41,3%)

Na sexta-feira (22), o Brasil ultrapassou a Rússia e se tornou o segundo país do mundo com mais casos confirmados de coronavírus, atrás somente dos Estados Unidos.

Veja os sete países com mais confirmações de Covid-19:

  1. Estados Unidos: 1,6 milhão de casos, 97 mil mortes
  2. Brasil: 363 mil casos, 22 mil mortes
  3. Rússia: 344 mil casos, 3,5 mil mortes
  4. Reino Unido: 260 mil casos, 36,8 mil mortes
  5. Espanha: 235 mil casos, 28,7 mil mortes
  6. Itália: 229 mil casos, 32,7 mil mortes
  7. França: 182 mil casos, 28,3 mil mortes

Continue Reading

Brasil

Festa com 35 pessoas e drogas é encerrada pela polícia na Bahia


Uma festa com 35 pessoas, incluindo uma adolescente, foi encerrada pela polícia em Vilas do Atlântico, bairro de classe alta de Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana de Salvador. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o flagrante ocorreu durante ação de fiscalização do toque de recolher imposto para evitar a disseminação da Covid-19.

Ainda de acordo com a SSP-BA, dentro do imóvel foram encontrados 21 homens e 14 mulheres, festejando com som alto. Foram encontrados no local drogas como lança-perfume, cocaína e maconha.

As equipes da 52ª CIPM, Coordenação de Operações Especiais (COE), bombeiros, guarda municipal e Settop até a casa, localizada na Rua Praia de Armação, após denúncias.

O caso foi registrado na 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas). A SSp destacou que os participantes da festa irregular foram ouvidos, assinaram um termo e foram liberados. (G1)

Continue Reading

Brasil

A partir de junho, Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial


A partir de junho, as agências dos Correios serão uma opção para quem quer fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial do governo, benefício de R$ 600 mensais (R$ 1,2 mil para mães solteiras) pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados para amenizar os impactos do isolamento social adotado devido à pandemia do novo coronavírus. 

Até o último sábado (23/5), a Caixa Econômica Federal pagou R$ 60 bilhões de auxílio emergencial, somadas as primeiras e segunda parcelas. No total, 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela, enquanto a segunda parcela alcançou 30,4 milhões.

Nota divulgada pelos Correios esclarece que o início da prestação de apoio das agências postais neste cadastramento será em junho, mas ainda não tem data definida.

Conforme a nota, “as agências estão, nesse momento, em processo de adaptação dos sistemas para realização do serviço.” A estatal promete que “a data de início do atendimento, as formas de acesso da população e demais procedimentos serão amplamente divulgados pelos canais oficiais da empresa.” (Agência Brasil)

Continue Reading