Conecte-se agora

Bahia

Polícia encontra abatedouro de cavalos de raça e carnes prontas para a venda na Bahia


Em busca de um denúncia por roubos de cavalos, a Polícia Civil encontrou um abatedouro ilegal com carnes prontas para a venda em Jequié, 365 km de Salvador. A Vigilância Civil e a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) confirmaram se tratar de carne de cavalo.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Ivan Lessa, foram encontrados couro, carne, vísceras e ossadas de pelo menos três animais. A carne estava cortada em porções e sendo armazenada em um freezer. “No momento em que encontramos, a carne não estava à venda, mas isso costuma acontecer em crimes assemelhados, de misturar a carne bovina com a equina e venderem como sendo de boi”, explicou o delegado.

A apreensão aconteceu na última segunda-feira (2/12) e as denúncias de roubo já aconteciam há algumas semanas. Ainda de acordo com o delegado, os roubos foram de cavalos caros e premiados, principalmente da raça manga larga machador, uma das mais caras.

Os restos mortais dos animais estavam em um sítio, na localidade de Fazenda Velha. “O dono do imóvel já foi ouvido e informou que o local estava alugado”, destacou ainda Ivan Lessa. O suspeito já foi identificado pela polícia, mas ainda não foi encontrado.

A carne de cavalo é consumida em países como França, Bélgica, Itália e países da Asia. No Brasil, existem abatedouros certificados que comercializam carne de cavalo, cumprindo as normas de segurança, mas a maior parte da iguaria é produzida para exportação.
*Aratu On.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Operação da Coelba prende 35 pessoas e recupera 260 milhões de kilowatts em 2019


A Coelba realizou a Operação Varredura, em combate ao furte este ano e, até o mês de novembro, atingiu a marca de 260 milhões de kilowatts de energia recuperados.

No total foram 190 mil inspeções em estabelecimentos e residências. Dessas, 64 mil ligações foram desativadas por terem origem clandestina.

De acordo com a Companhia, os pontos de gato, como são intituladas as ligações clandestinas, eram suficientes para abastecer, durante um ano, as cidades de Feira de Santana e Camaçari juntas, um número de aproximadamente 2,2 milhões de residências.

A operação prendeu 35 pessoas em flagrante, penalizadas pelo crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até oito anos de reclusão. (VN)

Continue Lendo

Bahia

Jovem de 18 anos morre e outro de 24 fica ferido após ataque a tiros em Salvador


Um jovem de 18 anos morreu e outro de 24 anos ficou ferido após um ataque a tiros, no bairro de São João do Cabrito, em Salvador, na madrugada desta quinta-feira (5). Segundo o boletim de homicídios da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o caso ocorreu na Rua dos Ferroviários, à 0h10.

Em contato com a reportagem, testemunhas contaram que as vítimas foram surpreendidas por criminosos que passaram em um carro atirando.- Anúncio –

Marcos Paulo dos Santos Ramos morreu no local. Paulo Santana Morais foi socorrido e levado para um hospital. Não há detalhes sobre o estado de saúde ele. A autoria e a motivação do crime serão apuradas pela Polícia Civil.

(G1/BA)

Continue Lendo

Bahia

Desembargadores ganham até R$ 14 mil de gratificação para ocuparem cargos no TJ-BA


Desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) eleitos para a mesa diretora da corte recebem até R$ 10 mil de aumento nos vencimentos mensais para ocuparem os cargos na Corregedoria de Justiça, Corregedoria das Comarcas do Interior, 1ª e 2ª vice-presidências. O magistrado eleito para a presidência do TJ-BA, por sua vez, tem um bônus maior, que ultrapassa a faixa dos R$ 14 mil reais por mês.

É o que deve receber o desembargador Lourival Trindade ao assumir a presidência do tribunal no próximo ano. O juiz foi eleito nesta quarta-feira (4) e reconheceu, em discurso, que o Judiciário tem bons salários e por isso precisa garantir um bom acesso à Justiça para a população. O bônus aos eleitos para a direção da Corte baiana é dado a título de “vantagem eventual”, por isso, não sofre com deduções de imposto e podem ajudar o salário do desembargador a ultrapassar o teto constitucional, que é de R$ 39,2 mil por mês.

Antes de ser afastado no âmbito da operação da Polícia Federal que apura um esquema de venda de sentenças na corte, o presidente do TJ-BA eleito para esse biênio, Gesivaldo Britto, obteve R$ 105.100,14 de rendimentos em outubro. Do valor, R$ 14.184,88 foram pagos pela posição que o desembargador ocupava antes de ser afastado. (BahiaNotícais)

Continue Lendo

Mais Lidas