Connect with us

Política

Deputado do PSL condena feministas e reivindica direito da mulher ser ‘assediada’


O deputado estadual Jessé Lopes, filiado ao PSL de Santa Catarina usou seu perfil na rede social Facebook para criticar e condenar  a ação das femininas, às quais classifica como “defensoras de estupradores”. No texto, publicado nesta segunda-feira (13), o deputado acusa o movimento feminista de transformar “coisas naturais e saudáveis”, como “namoro, paquera, cantadas” em “assédio”. 

“Para as feministas, a menina que se arruma para sair, com borboletas na barriga para ver o rapaz que lhe causa suspiros, está, em verdade, preparando-se para ser assediada. E se o rapaz então tomar a iniciativa, é estupro! Esse é o ponto que as coisas chegam, agora, com o tal movimento de liberação das mulheres”, escreveu o parlamentar. 

Em seguida, a publicação define as feministas como “esquerdistas” e as responsabiliza de “elogiar políticas de desencarceramento que garantem passe livre a estupradores e aos verdadeiros assediadores”.

“Por isso afirmo: eu luto contra o assédio sexual e contra a violência; não as feministas defensoras de estupradores”, disparou o deputado, reivindicando para si o protagonismo da luta feminina. Sem avaliação histórica ou justificativa, Lopes afirma ainda que o movimento feminista não contribui em absolutamente nada contra a violência” às mulheres. 

Veja postagem na íntegra: 

O movimento FEMINISTA conseguiu a proeza de transformar as coisas mais naturais e saudáveis das relações humanas em…

Posted by Deputado Jessé Lopes on Monday, January 13, 2020

Na mesma rede social, horas antes, o deputado publicou um meme no qual reclama do calor e associa  a sensação negativa à condição da vereadora assassinada, Marielle Franco. “Se tá calor para a gente, imagina pra Marielle”, diz o texto da imagem postada em tom sarcástico. 

*Bahia Notícias.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro mente e diz que não há vídeo em que chame Covid de ‘gripezinha’; veja os vídeos


O presidente Jair Bolsonaro mentiu ao dizer que não há vídeo ou áudio em que ele tenha chamado de “gripezinha” a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A declaração foi dada ontem (26), durante uma live nas redes sociais. O presidente estava acompanhado do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do secretário de Alfabetização do Ministério da Educação, Carlos Nadalim.

“Falei lá atrás que, no meu caso, pelo meu passado de atleta — eu não generalizei — se pegasse o Covid, não sentiria quase nada. Foi o que eu falei. Então, o pessoal da mídia, a grande mídia, falando que eu chamei de ‘gripezinha’ a questão do Covid. Não existe um vídeo ou um áudio meu falando dessa forma. E eu falei pelo meu estado atlético, minha vida pregressa, tá? Que eu sempre cuidei do meu corpo. Sempre gostei de praticar esporte”, declarou Bolsonaro. 

Diferentemente do que o presidente afirma agora, porém, ele comparou, sim, os sintomas da Covid-19 a uma gripe em mais de uma ocasião. Em março, o presidente citou a “gripezinha”, pelo menos duas vezes, ambas gravadas em vídeos oficiais do governo federal e transmitidas ao vivo. Bolsonaro tentava evitar a paralisação de atividades econômicas e minimizava os efeitos do novo coronavírus. Só em uma delas Bolsonaro refere-se às práticas desportivas que fazia no Exército. Ele se formou em Educação Física na Força. Fonte: Metro1

Continue Reading

Política

CoronaVac pode ser aplicada sem registro da Anvisa se tiver aval de outros países, diz governador de SP


governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse hoje (26) que a CoronaVac, vacina contra covid-19 da chinesa Sinovac que está sendo testada no Brasil pelo Instituto Butantan, poderá ser aplicada no país mesmo que não obtenha registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que receba o aval de agências reguladoras de outros países.

“Não há outro caminho que não liberar [a CoronaVac] dentro dos critérios que a Anvisa tem, que são os mesmos critérios de protocolos internacionais de outras agências de vigilância sanitária que também estão avaliando a vacina CoronaVac, nos Estados Unidos, na Europa, sobretudo na Ásia. Essas agências, se validarem a vacina, ela estará validade independentemente da própria Anvisa”, disse o governador em entrevista ao portal Metrópoles.

Até o momento, a CoronaVac não teve sequer um pedido de aprovação regulatória feito em qualquer país. Fonte: Metro1

Continue Reading

Política

Ibope mostra aumento da avaliação negativa do governo Bolsonaro em 23 capitais


O apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), caiu em 23 capitais do Brasil entre outubro e novembro de 2020, segundo levantamento do Ibope divulgado nesta quinta-feira, (26).

Na avaliação de que o governo Bolsonaro é ruim ou péssimo aumentou nas seguintes capitais: Salvador (66%), São Luís (57%), Porto Alegre (56%), São Paulo (54%), Recife (52%), Aracajú (51%), Florianópolis (50%), Teresina (48%), Vitória (47%), Fortaleza (46%), Belo Horizonte (45%) Curitiba (44%), Belém (44%), Rio de Janeiro (43%), João Pessoa (43%), Maceió (39%), Natal (39%), Campo Grande (36%), Goiânia (35%), Rio Branco (35%), Manaus (32%), Cuiabá (32%), Palmas (32%), Porto Velho (31%), Macapá (30%), Boa Vista (18%).

O presidente da República teve um aumento na avaliação positiva desde que se iniciou o pagamento do Auxílio Emergencial, programa de transferência de renda para profissionasi afetados pela pandemia do novo coronavírus no país. O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), mesmo contra o posicionamento do ministro da Economia, Paulo Guedes, não descarta prorrogar o auxílio emergencial em 2021 caso a pandemia se mantenha. 

Leia a matéria original em BNews

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook