Connect with us

Concursos

Quase 90 mil candidatos realizaram as provas do concurso público da PM neste domingo na Bahia

Neste domingo (19/1), 89 mil candidatos realizaram as provas objetivas e discursiva do concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. O certame teve um índice de abstenção em 20,67%. As provas correspondem a primeira e segunda etapas do certame e ocorreram em 183 locais, distribuídos entre as cidades de Salvador e mais seis municípios baianos.

O concurso teve início às 9h15, em 45 locais de prova em Salvador e outros 138 em Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba. A avaliação teve cinco horas de duração e contou com 80 questões, entre gerais e específicas, além de uma redação. O concurso teve 112,3 mil inscritos, sendo que 89,1 mil compareceram para realizar as provas. Outros 23 mil não se apresentaram nos locais de prova.

Por meio do certame, lançado em outubro de 2019, a administração pública baiana disponibilizou 2 mil vagas para soldado da Polícia Militar e outras 500 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar, totalizando 2,5 mil oportunidades para cargos efetivos de nível médio. Mil policiais militares e 250 bombeiros militares terão ingresso em 2020. Os demais serão incorporados ao serviço público em 2021.

O diretor de Recursos Humanos da Secretaria da Administração (Saeb), Robson Carvalho, comentou a realização das provas neste domingo. “As provas transcorreram normalmente nessa etapa do concurso, em todo estado”, disse Carvalho.

De acordo com o Decreto Estadual nº 15.353/2014, 30% das vagas ofertadas foram reservadas a candidatos que se autodeclaram negros. O certame tem validade de um ano e as convocações irão observar a necessidade da administração pública.

Os candidatos podem acompanhar o andamento das demais fases do concurso através do site institucional do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (www.ibfc.org.br), empresa responsável pela organização do concurso. Fonte: AratuOn

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concursos

Maioria do STF vota a favor da realização do concurso público da Polícia Federal

Foto: reprodução/direção concursos

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou a favor de liberar a realização do concurso público da Polícia Federal (PF). A votação ocorre nesta sexta-feira (21/5), de forma virtual, onde os ministros inserem votos no sistema eletrônico do STF. 

Até o momento, o placar da votação está em seis votos a um para a manutenção das provas. Os demais ministros podem votar até às 23h59. No total, 11 pessoas compõem a Corte.

A realização ou não do certame está em votação após ação protocolada por uma candidata, questionando a realização do exame mesmo diante da pandemia de Covid-19, e de decretos locais que restringem a circulação e aglomeração de pessoas.

O ministro Alexandre de Moraes votou a favor da realização do concurso, e alegou que a autonomia dos estados e municípios para tomar decisões de contenção da pandemia não pode interferir em questões relacionadas à administração pública federal. 

Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Luiz Fux e Nunes Marques acompanharam o voto de Moraes. Marco Aurélio também rejeitou a ação, mas por questões processuais. O ministro entendeu que a reclamação constitucional não é ação adequada para questionar a realização de um concurso. Edson Fachin, relator do caso, defendeu a suspensão do concurso.

O concurso da PF está marcado para o domingo (23) e cerca de 320 mil candidatos se inscreveram. As provas irão selecionar profissionais para os cargos de delegado, agente, escrivão e papiloscopista.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Concursos

MPF pede que concurso da PF seja suspenso por conta da pandemia

Foto:Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação na Justiça Federal pedindo que seja suspensa a aplicação das provas do concurso da Policial Federal (PF). As avaliações estão marcadas para o próximo domingo (23/5).

Aegundo o MPF, a medida visa proteger a saúde de candidatos, dos profissionais envolvidos na execução do certame e da sociedade como um todo diante do grave cenário da pandemia do coronavírus no país. O órgão acredita que há possibilidade de que na aplicação da prova da PF sejam repetidas as aglomerações já registradas em outro concurso também organizado pela Cebraspe, expondo 321.014 candidatos inscritos “ao risco de contaminação, bem como ocasionando um alastramento em larga escala do vírus e colapsando o, já combalido, sistema de saúde”. 

O outro concurso mencionado foi o da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ocorrido no último dia 9 de maio. O MPF requer que a Cebraspe seja intimada a explicitar quais foram as medidas de segurança sanitária adotadas, alegando que houve desrespeito às medidas de distanciamento social vigentes em diversos estados, bem como recomendadas pelo Ministério da Saúde. Imagens registradas por candidatos mostram aglomerações em locais de provas sem qualquer tipo de fiscalização por parte da entidade organizadora.

No manual divulgado a candidatos dos dois concursos, há a possibilidade de pessoas com sintomas de Covid-19 realizarem a prova. De acordo com o documento, candidatos que comparecem ao local de prova com febre realizam a prova em sala especial juntamente com outros candidatos na mesma situação. “Ocorre que colocar em uma mesma sala diversos candidatos que apresentem sinais de febre pode colocar em risco candidatos que não estejam infectados, além de colocar em risco os funcionários responsáveis pela aplicação das provas”, alerta o procurador da República Oscar Costa Filho, que é autor da ação do MPF.

O procurador considera “extremamente danosas à saúde pública” quaisquer iniciativas que promovam aglomerações de indivíduos, potencializando a disseminação em massa da doença. “Eventos massivos, a exemplo de concursos públicos nacionais, que podem reunir, em um mesmo ambiente, dezenas de milhares de candidatos, representam imenso risco à vida de candidatos, seus familiares, bem como de toda a sociedade”, avalia Costa Filho.(AratuOn)

Continue Reading

Concursos

Concurso do Exército 2021: Novo edital oferece 440 vagas de emprego

Processo seletivo é válido para todo o território nacional. As inscrições começam nesta terça-feira (11) e seguem abertas até 14 de junho. Para participar do concurso do Exército 2021 é necessário atender aos critérios estabelecidos. Saiba mais agora!

Estão abertas as inscrições para o concurso do Exército 2021, são 4450 vagas; sendo 40 para mulheres e 400 para homens para o cargo de cadete.

Concurso Exército 2021
Os candidatos serão selecionados por meio de duas etapas:

– Aplicação de prova, caráter eliminatório e classificatório, essa etapa está dividida em dois dias, 25 e 26 de setembro. No primeiro dia, as questões serão sobre português, redação, física e química, enquanto que o segundo serão questões de matemática, geografia, história e inglês.

– Inspeção de Saúde, etapa eliminatório, nela os candidatos selecionados na etapa anterior serão submetidos ao exame de aptidão física, avaliação psicológica. Essa etapa ainda não teve a data divulgada.

Os candidatos selecionados darão início ao Cursos de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico (CFO/LEMB).

Critérios para participar do concurso do Exército 2021
Confira baixo o que é necessário saber antes e se inscrever no processo seletivo.

  • Ser brasileiro nato, ou seja, nascido no Brasil;
  • Ter entre 17 e 22 anos completos até 31 de dezembro de 2022, ano em que a matrícula vai acontecer;
  • Possuir o ensino médio completo ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio;
  • Ter 1,55 de altura para os cargos femininos e 1,60 para os cargos masculinos;
  • Não ter filho ou dependente;
  • Não ser casado ou ter constituído união estável;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais. E militares, para candidatos do sexo masculino.
  • Inscrições no Concurso Exército 2021
  • As inscrições começam hoje (11), estão abertas até 14 de junho e podem ser feitas no site da Escola Preparatória de Cadetes.

A taxa de inscrição é de R$ 100, mas até o dia 14 de maio é possível pedir a isenção da taxa, diretamente no portal da escola.

Por ser um concurso nacional, durante a inscrição o candidato precisa ficar atento e não se esquecer de escolher a cidade de aplicação da prova. (Fonte: Fdr)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas