Conecte-se agora

Política

Em ritmo de Carnaval, Kannário é único baiano que não marcou presença na Câmara este ano


Dos 39 deputados federais que representam a Bahia, o cantor Igor Kannário é o único que ainda não marcou presença na Câmara dos Deputados este ano, conforme levantamento feito pelo Metro1, baseado nos dados oferecidos pelo site do Legislamento federal.

O parlamentar-pagodeiro teve quatro ausências não justificadas no plenário da Câmara Baixa do Congresso nacional e nenhuma presença em comissão foi registrada.

O Príncipe do Gueto é uma das atrações do Carnaval de Salvador. Contratado pela prefeitura, o artista se apresenta tradicionalmente na sexta-feira no circuito Barra/Ondina e, na maior pipoca da folia momesca, na segunda-feira, no Campo Grande. Kannário é filiado ao DEM, mesmo partido do prefeito ACM Neto.

Mas não é só Kannário que já acumula muitas faltas em 2020. O pré-candidato a prefeito de Salvador Pastor Sargento Isidório (Avante) e o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia Marcelo Nilo (PSB) quase que não marcaram presença no plenário da Casa. Apenas uma presença e três ausências não justificadas dos dois políticos. 

Já Jonga Bacelar (PL), que virou réu por peculato pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ou seja, por desvio de dinheiro praticado por servidor público, também só tem uma presença no plenário. No entanto, o deputado justificou as três faltas.

O que diz Kannario?

Em nota, Kannário informou que “tem mantido longa agenda de eventos externos em busca de melhorias para Salvador e outros municípios baianos”.

“Desde o início do mês, o deputado tem se reunido com diversas lideranças da capital e do interior para ouvir reivindicações e lutar por obras e realizações. Na semana passada, por exemplo, o parlamentar conseguiu viabilizar uma série de intervenções de infraestrutura para o bairro da Gamboa, em Salvador”, diz. 

Kannário disse ainda que “as atividades no plenário da Câmara dos Deputados e nas comissões são atributos fundamentais da atividade parlamentar, mas lembra que as ações externas em busca de melhorias para suas bases também integram a lista de funções de um deputado”. 

“Minha base são as ruas, as favelas, as pessoas que mais precisam. É por essas pessoas que eu trabalho arduamente todos os dias”, afirmou. (Metro1)

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Video: “Raspe o sovaco, senão dá mau cheiro”, dispara Eduardo Bolsonaro a deputadas


Em discurso na Câmara, o deputado federal Eduardo Bolsonaro deu “banana” e atacou deputadas de esquerda que criticaram o presidente Jair Bolsonaro pela fala sexista contra a jornalista Patrícia Campos Mello.

“Pode gritar à vontade, só raspa o sovaco, porque senão dá um mau cheiro do caramba”, disse Eduardo Bolsonaro após manifestação das deputadas.

Ainda em seu discurso, o legislador afirmou que não adianta dizer que as parlamentares representam as mulheres fazendo “corinho”.  “Vocês vão ter que nos engolir”.

Veja o vídeo abaixo:

*A Tarde.

Continue Lendo

Política

Senador Cid Gomes, irmão de Ciro, é baleado durante protestos no Ceará


Durante protestos de policiais pedindo por aumento salarial, o senador Cid Gomes (PDT), foi atingido por um tiro de bala de borracha, na tarde desta quarta-feira (19/2), no Centro de Sobral, no Ceará. Cid é irmão do ex-governador do estado, o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT). As informações são do site O Povo

Cid pilotava uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feitos por policiais militares quando foi baleado. Ainda não se sabe o estado de saúde do senador. Em vídeos divulgados na rede social Twitter mostram o senador consciente e com a blusa manchada de sangue.

VEJA:

*Aratu On.

Continue Lendo

Política

Maia diz que Heleno é ‘radical ideológico contra a democracia’; Alcolumbre também critica


O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu nesta quarta-feira (19) à sugestão feita pelo ministro Augusto Heleno ao presidente Jair Bolsonaro, de enfrentar o que chamou de  ‘chantagem’.Maia afirmou que a postura do ministro é “triste” e que ele se comporta como um adolescente ao agredir o Parlamento.

“Geralmente, na vida, quando a gente vai ficando mais velho, a gente vai ganhando equilíbrio, experiência e paciência. O ministro, pelo jeito, está ficando mais velho e está falando como um jovem, um estudante no auge da sua juventude. É uma pena que o ministro com tantos títulos tenha se transformado num radical ideológico contra a democracia, contra o Parlamento. Muito triste. Não vi por parte dele nenhum tipo de ataque quando a gente estava votando o aumento do salário dele como militar da reserva”, afirmou o presidente da Câmara.

Mais tarde, foi a vez do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, criticar a declaração captada por uma transmissão ao vivo nas redes sociais de Bolsonaro.

– Nenhum ataque à democracia será tolerado  pelo Parlamento. O momento mais do que nunca é de defesa da democracia, independência e harmonia dos Poderes para trabalhar pelo país – disse Alcolumbre, segundo o Globo.

Durante a reunião ministerial com Bolsonaro nesta terça-feira, Heleno chegou a bater na mesa afirmando que Bolsonaro precisava “convocar o povo às ruas” e não ceder “às chantagens” do Congresso. Bolsonaro, porém, pediu cautela e aconselhou a articulação política a costurar novo acordo.
*Bahia Notícias.

Continue Lendo

Mais Lidas