Connect with us

Bahia

Parentes de estudante morta a tiros em Cachoeira protestam durante audiência de instrução do caso; réu é ex-namorado da vítima


Familiares e amigos protestaram nesta quinta-feira (13) durante a primeira audiência de instrução do caso da estudante de serviço social Elitânia de Souza da Hora, que foi morta a tiros em Cachoeira, no recôncavo da Bahia. O suspeito do crime, Alexandre Passos Silva Góes, esteve na audiência.

Com cartazes e blusas com a foto de Elitânia, cerca de 30 pessoas começaram a chegar no fórum de Cachoeira, por volta das 11h. A audiência começou por volta das 15h20 e até a última atualização desta reportagem, ainda não tinha terminado.

Quatorze testemunhas, senho sete de acusação e outras sete de defesa, serão ouvidas pelos representantes do Ministério Público da Bahia (MP-BA), da defesa do advogado e pelo juiz. Alexandre Passos foi ouvido. Não há detalhes sobre o depoimento dele.

Antes da audiência, a mãe da vítima, Maritânia de Souza, em entrevista a TV Bahia, pediu justiça.

“A minha expectativa é de que ele pague pelo que fez com minha filha. Eu peço justiça, porque minha filha não merecia ter um fim desses”, contou.

Segundo Maritânia de Souza, Elitânia passava todos os fins de semana com ela.

“Minha filha era uma menina boa, uma menina estudiosa, minha filha era uma menina família. Todo final de semana minha filha ficava comigo, e agora eu não tenho mais ela. A vida para mim acabou”.

O irmão da vítima, Rodrigo de Souza, lembra que o o relacionamento entre Elitânia e Alexandre sempre foi abusivo. De acordo com o rapaz, a estudante foi agredida várias vezes pelo réu.

“A gente está aqui atrás de justiça para que esse caso não passe impune. Ele é um cara muito agressivo, bebia muito, andava armado, espancava ela, queimou ela com fogo, furou ela de faca, deixou ela presa por 15 dias dentro de casa. Os vizinhos dele presenciaram tudo”, contou Rodrigo.

“Ele invadiu a casa de minha vó, bateu nela, batia muito nela, quebrou os dois celulares dela. A gente está aqui atrás de justiça, lutando por justiça”, continuou.

O crime ocorreu na noite de 27 de novembro. Elitânia já havia prestado queixa contra o ex-namorado por agressões e tinha uma medida protetiva, que determinava o afastamento dele, porém o suspeito descumpriu a decisão.

A jovem voltava para casa, após assistir aula na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), onde cursava serviço social, quando foi surpreendida pelo ex-namorado. Ela chegou a ser socorrida e foi levada para um hospital, mas não resistiu. O corpo da jovem foi sepultado em Cachoeira no dia 29 de novembro.

Alexandre Passo Goes Silva, de 34 anos, foi preso no mesmo dia do enterro da vítima, após se apresentar na delegacia de Feira de Santana, cidade a 56,9 km de Cachoeira. Na ocasião, ele teve mandado de prisão preventiva cumprido. O suspeito se recusou a falar no depoimento e, em seguida, foi encaminhado para o sistema penitenciário. (G1/Ba)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Membros do governo dizem que falar em vacinação da Covid em 2020 é especulação

Foto: Paula Fróes / GOVBA

A possibilidade de vacinação em massa contra a Covid-19 ainda em dezembro está completamente descartada, assegura fonte no governo da Bahia. A possibilidade de vacinação ainda neste ano foi levantada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nesta quarta-feira (23), mas foi classificada como “total especulação midiática” por figuras ligadas ao Executivo baiano.

O tucano divulgou que estudo feito em 50 mil pessoas na China indica segurança da Coronavac, o imunizante contra a infecção Covid-19 desenvolvido em parceria pelo laboratório Sinovac com o Instituto Butantan. Segundo o governo de São Paulo, 94,7% dos voluntários não apresentaram qualquer efeito adverso. Diante disso, o governador diz que trabalha com a expectativa de conseguir iniciar a vacinação ainda na segunda quinzena de dezembro no estado e anunciou que São Paulo deve receber 60 milhões de doses até fevereiro.

A Bahia tem sido sítio de testes de vacinas para a Covid-19. No mês de julho a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de testes de dois novos tipos de vacina contra a doença causada pela infecção do novo coronvírus. Desenvolvido conjuntamente pela empresa alemã de biotecnologia BioNTech e pela farmacêutica norte-americana Pfizer, os imunizantes serão testado na Bahia e em São Paulo. Os baianos também partipam dos testes da vacina de Oxford. 

Embora seja um desejo de toda a população, integrantes do governo baiano asseguram que não existe nenhuma perspectiva de ter vacina aprovada pra comercialização no país antes no final do ano, e que o prudente seria deixar isso claro para a população. (Bahia Notícias)

Continue Reading

Bahia

Fogo no oeste da Bahia se aproxima das casas de moradores; governo envia aviões

Foto : Divulgação

O fogo que há nove dias atinge a vegetação da cidade de Barra, no oeste da Bahia, se aproximou hoje (24) das casas de moradores do local. Em vídeos que circularam nas redes sociais, os habitantes registraram o desespero com o incêndio. 

“Gente, olha essa situação que a gente se encontra nesse momento. O fogo acabando com tudo. Até a cerca está pegando fogo. O pessoal da brigada já está aqui trabalhando, tentando parar o fogo, mas a situação está complicada. Muito complicada”, diz a voz de uma mulher em uma das gravações. 

As autoridades locais afirmam que esse é o maior incêndio da história de Barra. Ontem (23), mais duas aeronaves foram enviadas para ajudar os bombeiros que atuam na área. No dia antes (22), o Corpo de Bombeiros estimou que o fogo já destruiu mais de mil hectares.

No momento, quatro aviões modelo airtractor contratados pelo Programa Bahia Sem Fogo, 18 bombeiros militares especialistas em incêndio florestal, e quatro brigadistas voluntários permanecem no combate ao incêndio na região. As aeronaves, que têm capacidade para 1.500 litros de água, combatem o fogo nos locais de acesso mais difícil. (Metro1)

Continue Reading

Bahia

Fraudes no INSS: pelo menos 75 pessoas se beneficiaram de esquema fraudulento

Foto : Divulgação/ Polícia Federal

Um servidor que, segundo a Polícia Federal (PF), fraudava processos de aposentadoria desde 2017 no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Salvador, beneficiou pelo menos 75 pessoas com o esquema. Na manhã de hoje (23) a instituição deflagrou a Operação Contrasenha e cumpriu seis mandados de busca e apreensão na capital baiana e em Catu.

“São indivíduos que se beneficiaram nesse esquema criminoso, pagando valores para ter essa aposentadoria indevida e estudaremos caso a caso para saber a responsabilização que cada um terá, além disso, todos os envolvidos terão o benefício suspenso”, explicou o delegado da operação, Breno Freire, ao Bnews.

Os esquemas foram identificados através do sistema interno da previdência, a partir de uma suspeita do padrão de vida elevado do acusado, desproporcional ao que recebia em sua função. 

Ainda de acordo com o delegado, o servidor agia sozinho com o auxílio de “intermediários”, que seriam pessoas que passavam de “boca em boca”, esse tipo de esquema, fazendo com que crescesse a rede de “clientes” para o delito. “Um desses intermediários foi o alvo de busca e apreensão em Catu”, completou.  (Metro1)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook