Connect with us



Esporte

COI já admite adiar Jogos e estabelece prazo de quatro semanas para decisão final


O presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), o alemão Thomas Bach, anunciou neste domingo (22), em carta endereçada aos atletas olímpicos, que a entidade deve se posicionar sobre um eventual adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio por causa da pandemia de coronavírus em quatro semanas.

É a primeira vez que a entidade fala abertamente em adiar os Jogos, cuja cerimônia de abertura está marcada para o dia 24 de julho deste ano.

“Começamos discussões para avaliar como se desenvolve a situação sanitária no mundo e o seu impacto na Olimpíada, considerando um cenário de adiamento. Trabalhamos duro para terminar essas discussões em até quatro semanas”, diz um trecho da carta.

No comunicado, Bach também afirma que tomar uma decisão hoje seria uma atitude prematura, uma vez que a Olimpíada é um evento complexo e não seria possível definir uma nova data, já que o desenvolvimento da pandemia é incerto, com a situação melhorando em alguns países e piorando em outros.

Entre os obstáculos que teriam de ser superados para o adiamento dos Jogos, Bach citou a possibilidade de algumas instalações chave para a realização do evento não poderem mais ser utilizadas, a necessidade de reorganizar o calendário internacional de ao menos 33 modalidades olímpicas e o remanejamento de milhares de reservas de hotéis já realizadas, “entre muitos, muitos outros desafios mais”.

Na mesma carta, o presidente do COI descartou o cancelamento dos Jogos, alegando que esse tipo de medida “não resolveria nenhum problema e não ajudaria ninguém”.

“O cancelamento dos Jogos Olímpicos destruiria o sonho olímpico de 11 mil atletas de 206 comitês olímpicos nacionais, do time olímpico de refugiados, possivelmente dos atletas paraolímpicos e de todas as pessoas que estão dando suporte a vocês [atletas] como técnicos, médicos, dirigentes, parceiros de treino, amigos e família”, diz Bach.

O tom do comunicado, que começa enfatizando a necessidade da colaboração de todos para deter a pandemia, marca uma mudança de postura do comitê internacional. Em nota anterior, publicada na última terça-feira (17), o COI incentivava “todos os atletas a continuarem se preparando para os Jogos Olímpicos da melhor forma que puderem”.

“Vidas humanas são mais importantes que tudo, inclusive a realização dos Jogos. O COI quer ser parte da solução. Portanto, nós tomamos como maior princípio garantir a segurança e a saúde de todos os envolvidos, e contribuir para conter o vírus”, diz Bach no início da carta deste domingo.

Após o comunicado da última terça, comitês olímpicos nacionais, entidades esportivas e vários atletas pressionaram o órgão a adiar os Jogos por causa da pandemia.

Entre os órgãos que pressionaram o COI a adiar os Jogos estão os comitês olímpico e paraolímpico brasileiros, o Comitê Olímpico Espanhol, o Comitê Olímpico da Noruega e as federações americanas de natação e atletismo.

Logo depois da manifestação de Bach deste domingo, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) divulgou nota apoiando a decisão do COI.

“As próximas quatro semanas nos darão tempo para avaliar se a situação sanitária global melhora e para examinar diferentes cenários caso precisemos mudar a data dos Jogos”, diz trecho do comunicado assinado pelo presidente do IPC, Andrew Parsons. Fonte: Bahia Notícias

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

TV Globo vai reprisar final da Copa do Mundo de 2002


A TV Globo reserva grandes emoções para o domingo de páscoa, dia 12 de abril.

Sem partidas atuais de futebol por causa do isolamento social, a emissora carioca irá reprisar a final da Copa do Mundo de 2002, quando o Brasil ganhou o penta.

A partidas contra a Alemanha vai ao ar antes do Domingão do Faustão.

Segundo a emissora, em contato com a Coluna do Leo Dias, o público poderá acompanhar ainda um pré-jogo especial e inédito com apresentação de Cléber Machado e Casagrande.

Continue Reading

Esporte

Covid-19: Jogos Pan-Americanos Masters Rio 2020 são adiados


O Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos Rio Masters 2020 e a Associação Internacional de Jogos Masters (IMGA) adiaram a realização do evento na capital fluminense, em decorrência do avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A expectativa dos organizadores era reunir de 10 a 15 mil atletas, de 24 modalidades, no período de 4 a 13 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro.

O diretor-executivo do Comitê Organizador, Fábio Fleischhauer, justificou o adiamento, anunciado por meio de nota oficial, publicada ontem (30), no site da entidade. “É difícil, justamente, porque lidamos com o principal grupo de risco do coronavírus. Dependendo da modalidade esportiva, o nosso público alvo começa com a faixa de 30 anos. Mas a média geral dos atletas é de 50 anos. Podendo ter alguns com idade superior a 100 anos. Então, não teve jeito. Foi difícil tomar a decisão. Mas o adiamento, sem uma nova data prevista, foi a postura mais correta “

O impacto financeiro do adiamento pode girar em torno de RS$ 150 milhões. “Os atletas sempre viajam com seus familiares. Então, teríamos cerca de 30 mil pessoas circulando pelo Rio de Janeiro. Não temos uma decisão oficial ainda, mas é quase certo que o evento ficará para 2021. E esse valor seria transferido para o próximo ano, o que impacta a arrecadação de impostos em 2020 “ pondera o dirigente.

Leia  a íntegra do documento divulgado no site oficial do evento:

“Depois de monitorarmos cuidadosamente o atual surto de Covid-19 (Coronavírus), o Comitê Organizador e a IMGA (Associação Internacional dos Jogos Master), conjuntamente, decidiram adiar os Jogos Pan-Americanos Masters Rio 2020, Rio de Janeiro, Brasil.
Foi uma decisão muito difícil, mas entendemos que é fundamental que o evento possa ser realizado em um ambiente seguro e agradável para todos os participantes da região e do mundo.
Devido à complexidade de mover um evento desse tamanho, uma nova data de abertura ainda não foi estabelecida. Informaremos a todos as novas datas assim que soubermos quando o evento ocorrerá.
Enquanto isso, encerraremos as inscrições e reembolsaremos todos os atletas que já pagaram e fizeram a sua inscrição. Por favor observem que nenhuma taxa de administração será adicionada, mas certas taxas bancárias e de transferência podem ser aplicadas.
O Comitê Organizador e a IMGA agradecem aos Atletas Masters, Co-organizadores, Apoiadores, Patrocinadores, Organizações de Apoio, Parceiros de Mídia e todos os nossos amigos pelo imenso apoio a esses Jogos até agora, e expressamos nossas sinceras desculpas pelo inconveniente causado por essas imprevistas circunstâncias.”
 (Agencia Brasil)

Continue Reading

Esporte

Governo da Bahia suspende realização de jogos de futebol no estado


Os jogos de futebol estão proibidos em todo o estado da Bahia, sejam de caráter profissional ou não. Nesta segunda-feira, o governador Rui Costa comunicou a decisão e lembrou que os clubes deram férias a seus atletas. O Campeonato Baiano foi suspenso pela Federação Bahiana de Futebol (FBF) no dia 17 de março, sem prazo para retorno.

A decisão do governo de suspender os jogos de futebol acontece após uma confusão com decretos. No último sábado, foi publicado no Diário Oficial um compilado de decretos estaduais até o momento. Nele, constava a determinação do último dia 16, quando se permitia a realização de jogos com portões fechados.

O decreto do dia 16 de março, proibia eventos com mais de 50 pessoas, mas tinha um artigo exclusivo para os jogos de futebol.

– Os jogos de campeonatos de futebol, profissionais e não profissionais, deverão ocorrer sem a participação de público ou torcida – dizia o texto.

A possibilidade, a partir de agora, está proibida. A nova determinação será publicada no diário oficial desta terça-feira.

– Não há sentido realizar os jogos. Além de estarmos adotando medidas duras de isolamento na Bahia, os clubes também deram férias coletivas. As partidas de futebol estão suspensas até uma nova avaliação e consenso entre o poder público e as entidades esportivas, seguindo sempre critérios científicos – disse o governador em nota enviada à imprensa. Fonte: Globo Esporte

Continue Reading

Mais Lidas