Connect with us



Amargosa

Amargosense morre por coronavírus em São Paulo


Antônio Brito dos Santos, natural de Amargosa, 49 anos, foi uma das vítimas fatais do novo coronavírus em São Paulo. Antônio, trabalhava como manobrista e foi muito cedo para São Paulo, onde construiu sua família.

Após apresentar febre alta, Antônio foi levado ao hospital no último dia 13, onde o foi dado o diagnóstico de pneumonia. O médico mandou ele continuar o tratamento da doença em casa. Dois dias depois, Antônio amanheceu com tosse seca e falta de ar. Ao retornar ao hospital, o mesmo foi transferido para o Hospital Vila Nova Cachoeirinha, no bairro do Limão, em São Paulo. No mesmo dia(16), as 19h30, Antônio não resistiu e acabou falecendo.

“A médica chegou até a descartar o coronavírus”, relembra o filho. A família estima que 9 pessoas próximas tiveram contato com o manobrista dentro de casa, além dos colegas de trabalho, desde que os primeiros sintomas apareceram. Dizem, ainda, que não receberam, durante todo o período de tratamento, nenhuma recomendação para evitarem contato devido ao risco.

“A única coisa que a gente foi orientado é que é para gente tomar cuidado, porque ele tinha forte suspeita, mas nenhum momento a gente foi chamado pra fazer teste de coronavírus, ou orientação de quarentena, coisa que a gente fez por conta própria, entendeu”, disse o filho ao G1.

Em relado ao BandNews, seu filho Ricardo contou um pouco sobre Antônio:

“Meu pai veio para São Paulo muito cedo, trabalhou em granja, como porteiro, até que ele iniciou a profissão de manobrista na Praça Princesa Isabel, e era muito querido no trabalho dele. (…) Era um cara bem caseiro, gostava de reunir a família em sua casa, era prestativo, as pessoas precisavam de favor e ele ajudava.”

Da Redação AmargosaNews.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amargosa

Amargosa: Boletim informa situação do coronavírus nessa quinta-feira (04), confira:


Garantindo a distribuição de dados corretos sobre a situação do coronavírus em Amargosa, a Secretaria de Saúde disponibiliza informações oficiais nessa quinta-feira (04).

Segundo dados dos profissionais de saúde, Amargosa registrou mais 3 pessoas com suspeita de Covid-19. Dente elas estão:

Idoso, 86 anos, deu entrada ontem no Centro de Enfrentamento ao Coronavírus cursando com falta de ar, tosse e febre há 2 dias. O paciente encontra-se internado na Unidade de referência para casos suspeitos de Covid-19 no município.

Mulher, 31 anos, buscou o Centro de Enfrentamento ao Coronavírus para avaliação dos profissionais de saúde com sintomas de febre, falta de ar e tosse. Informou no atendimento que não teve contato com pacientes positivo para Covid-19.

Mulher, 29 anos, recebeu atendimento médico relatando dor de garganta há 2 dias. Não refere contato com paciente positivo para Covid-19.

Todas as coletas foram realizadas e encaminhadas ao Laboratório Central do Estado para exame específico.

Atualmente, Amargosa possui 8 casos ativos da Covid-19. Para evitar o aumento desse número é importante seguir as ações de prevenção apresentadas pelos especialistas. Dentre essas medidas, podemos destacar a conscientização da população com as seguintes recomendações de cuidados pessoais:
Lave sempre as mãos;
Tussa e espirre no braço ou no cotovelo;
Evite tocar no seu rosto;
Use álcool em gel;
Mantenha, ao menos, um metro de distância das pessoas, principalmente em filas de supermercado, bancos e lotéricas;
Se precisar sair de casa, use máscara.

É importante lembrar que o isolamento social é uma das ações recomendadas pelas autoridades municipais. A quarentena é a forma mais eficaz de quebrar a cadeia de transmissão do vírus. Para auxiliar no combate e garantir acesso imediato da população aos profissionais de saúde do município, também foi implantado o “Dúvidas Coronavírus”, onde as pessoas podem relatar sintomas e tirar dúvidas sobre a doença antes mesmo de dirigir-se às Unidades de Saúde: (75) 98106-8932 ou (75) 98150-0901. (ASCOM)

Continue Reading

Amargosa

Prefeitura de Amargosa inicia elaboração de plano para retomada das atividades econômicas


Embora ainda não haja previsão de quando a quarentena começará a ser flexibilizada em Amargosa, que atualmente está com 15 casos confirmados de coronavírus, sendo 8 ativos, a Prefeitura já deu início à elaboração do plano para retomada das atividades econômicas no município.

Em reunião realizada nesta terça-feira (02) com representantes da associação comercial, do sindicato dos trabalhadores do comércio e de organizações da sociedade civil, além de autoridades médicas e sanitárias, o prefeito Júlio Pinheiro anunciou a criação de um comitê de monitoramento para analisar os impactos das medidas de restrição na economia de Amargosa.

Na ocasião, Júlio reforçou a importância de manter o diálogo com todos os segmentos da sociedade e voltou a manifestar apoio e solidariedade aos comerciantes por conta dos prejuízos causados pela pandemia, mas destacou que fazer uma reabertura prematura e sem planejamento pode trazer perdas ainda maiores.

“Nossa prioridade máxima é salvar vidas. Continuamos monitorando com cuidado e atenção a situação da doença em Amargosa e tomando nossas decisões com base técnica e científica. Quanto mais cedo conseguirmos vencer o coronavírus, mais cedo começaremos a retomar as atividades, beneficiando o comércio e a cidade como um todo”, observou. (Ascom)

Continue Reading

Amargosa

Polícia Militar de Amargosa apreende motocicleta adulterada


Um motocicleta adulterada foi apreendida pela guarnição do PETO/99ª CIPM, na manhã desta terça-feira(02), no bairro Catiara em Amargosa. O veículo estava com numeração do chassi suprimida.

Segundo a PM, por volta das 8h50, a viatura foi acionada através de uma denúncia anônima a qual informou que havia uma motocicleta suspeita na região da avenida São Cristóvão, em posse de um indivíduo.

No local, os policiais militares realizaram abordagem e constatou que o motociclista, de nome preservado, estava em posse de uma motocicleta marca Yamaha YBR, cor vermelha, placa de final 1230, com a placa adulterada e a moto estava com a numeração do chassis raspada.

Veículos deste tipo são comumente usados para prática vários crimes. O veículo e o motociclista foram conduzido à DP para adoção das medidas cabíveis.

Da Redação.

Continue Reading