Connect with us

Bahia

Bahia tem disparada em números de mortes por Covid-19; em 24h foram 47 óbitos


A Bahia deu uma disparada hoje (24) no número de mortes diárias por coronavírus. Em menos de 24h, o Estado registrou 47 óbitos, batendo o recorde de 26 falecimentos por causa da doença em único dia. O número total agora é de 460.

O Estado ainda contabilizou 3.899 casos confirmados de coronavírus, o que representa 15,82% do total de casos notificados no estado. Cumpre ressaltar que 190 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

Considerando o número de 13.899 casos confirmados, 3.965 recuperados e 460 óbitos, 9.474 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 2.094 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 246 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,83%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.239,97), Ipiaú (3.923,88), Itabuna (3.878,57), Ilhéus (3.172,61) e Salvador (2.998,59)

O boletim epidemiológico registra 35.981 casos descartados e 87.847 notificações em toda a Bahia. (Metro1)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Ao menos seis cidades do interior utilizam remédios sem eficácia comprovada no combate à covid-19


O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), foi a Brasília e se reuniu com o Ministério da Saúde com um documento em mãos: um abaixo-assinado com 124 assinaturas de médicos da cidade que solicitam o envio, pelo Governo Federal, de medicamentos para o suposto tratamento precoce e até preventivo ao coronavírus. Dentre as drogas defendidas pelo grupo, estão a cloroquina ou hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina.

A cidade no Sudoeste da Bahia não está só. O CORREIO identificou outros cinco municípios do estado onde o tratamento precoce é adotado com algum apoio do poder municipal: Itaberaba, Itagi, Lençóis, Jequié e Porto Seguro. 

Gusmão apoia a demanda desses médicos, que desenvolveram o protocolo de tratamento com base nas “experiências positivas divulgadas por diversos profissionais em várias partes do mundo, inclusive no Brasil”, como diz um trecho do abaixo-assinado. 
 
“O que a gente vê é que é uma doença nova. Nenhum médico tem experiência com ela. Quando você tá numa guerra, você deve usar a arma que você tem”, explicou o médico Péricles Melo Prado, integrante do grupo e consultor sobre efeitos colaterais das drogas usadas.  

A prefeitura de Conquista não adotou nenhum protocolo de tratamento da doença com o uso desses medicamentos. Os médicos, no entanto, possuem autonomia para receitar as drogas, caso os pacientes aceitem. Péricles, por exemplo, é contra ao uso dos remédios sem prescrição. “O médico tem que autorizar e o paciente também”, destacou.  

Fonte: Correio.

Continue Reading

Bahia

Campanha de vacinação contra o sarampo é prorrogada até 31 de agosto


A Campanha de Vacinação contra o Sarampo foi prorrogada até o dia 31 de agosto, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep). A estimativa é de quem, em toda a Bahia, 6,5 milhões de pessoas sejam vacinadas. Entretanto, até o momento, apenas 350 mil tomaram o imunobiológico. 

O sarampo é uma doença viral aguda, considerada uma das mais contagiosas, com potencial para ser extremamente grave, afetando principalmente crianças menores de 5 anos, especialmente as mal nutridas e bebês não vacinados, mas que pode acometer também pessoas em qualquer idade não vacinadas.

A única medida efetiva de prevenção contra o sarampo é a vacina Tríplice Viral, distribuída gratuitamente nos postos de saúde e que também imuniza contra caxumba e rubéola. Essa imunização faz parte do calendário vacinal. O público alvo a ser imunizado está na faixa de 20 a 49 anos. Acima dos 50 anos não é mais feita a imunização. (Metro1)

Continue Reading

Bahia

Bahia registra mais 1.575 casos de Covid-19 em 24 horas; total chega a 105.763


A Bahia registrou nas últimas 24 horas 1.575 casos de coronavírus e 47 mortes em decorrência da Covid-19, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Ao todo, o estado tem 105.763 casos confirmados desde o início da pandemia e 2.483 óbitos confirmados.

Os casos confirmados ocorreram em 398 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (41,08%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.660,25), Itajuípe (2.322.97), Ipiaú (2.005,54), Lauro de Freitas (1.739,57) e Itabuna (1.656,01).

Ao todo, 73.730 já estão curados da doença e 98.366 continuam em investigação. Na Bahia, 11.305 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Na Bahia, dos 2.378 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.546 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Fonte: Metro1

Continue Reading