Connect with us

Brasil

Ministro da Saúde apresenta ações de combate à Covid-19 a deputados e senadores


O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, reforçou, durante videoconferência da Comissão Mista sobre Covid-19 do Senado Federal, as principais ações realizadas pela pasta no enfretamento à pandemia no Brasil.

Durante a apresentação, Pazuello ressaltou foram destinados R$ 39,3 bilhões em créditos extraordinários para o enfrentamento da doença. O recurso foi destinado a partir da publicação de oito Medidas Provisórias (MP). O montante é um adicional aos R$ 138,9 bilhões previstos na Lei Orçamentária Anual (2020) aprovados no Congresso Nacional para este ano.

O recurso extra foi destinado para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), fornecimento de testes de diagnóstico da Covid-19, aluguel de leitos de UTI, produção de medicamentos, aquisição de monitores e ventiladores, remuneração de profissionais de saúde, contratação temporária de profissionais de saúde, entre outros.

“Nós estamos trabalhando na aquisição de EPIs e contratação de leitos de UTI e ainda estamos contratando mais leitos. Já são quase 10 mil novos leitos de UTI habilitados”, destacou Pazuello. Fonte: AratuOn

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Voluntário brasileiro de testes da vacina de Oxford que morreu não tinha tomado a substância

Foto: redes sociais

O médico João Pedro Feitosa, de 28 anos, que morreu e fazia parte da lista de voluntários que testavam a vacina da Astrazeneca, em parceria com a universidade de Oxford, contra a Covid-19, tomou placebo, segundo a agência de notícias Bloomberg. O caso foi comunicado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária no início da semana e divulgado nesta quarta-feira (21/10).

Em testes como esse, o grupo é dividido em dois: parte toma o medicamento e o outro toma um placebo, também conhecido como ‘pilula de farinha’, que não tem efeito nenhum. Não é informado aos participantes de qual grupo ele faz parte, pois a intenção é que ambos relatem os sintomas para comprovar se a vacina faz efeito ou não.

Segundo a Bloomberg, as ações da AstraZeneca chegaram a cair 3,3% em Nova York, após a notícia da morte do voluntário. A empresa disse que não pode comentar sobre casos individuais, por causa da confidencialidade e das regras do ensaio clínico.

Os testes dessa vacina nos Estados Unidos estão suspensos há mais de um mês. Os estudos foram interrompidos globalmente em setembro, quando um participante do Reino Unido ficou doente, mas foram retomados no Reino Unido, Brasil, África do Sul e Índia nas últimas semanas.

Leia a matéria original em Aratu On

Continue Reading

Brasil

Voluntário da vacina de Oxford morto recebeu placebo, diz revista


O voluntário brasileiro que participou dos testes da vacina de Oxford e morreu na última quinta-feira (15) recebeu o placebo e não o imunizante, segundo uma fonte ligada ao consórcio que está realizando os testes. As informações são da revista Veja.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou hoje (20) a notificação do óbito que recebeu na segunda-feira (19).

O placebo utilizado nos testes da vacina de Oxford não é uma água qualquer, mas a vacina meningocócica ACWY. Neste momento, técnicos do Ministério da Saúde e da Anvisa estão em contato contato com cientistas da AstraZeneca para entender o que aconteceu com o voluntário.

No Brasil, a vacina da AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford tem aval para ser testada em 10.000 pessoas com idades superiores a 18 anos. Fonte: Metro1

Continue Reading

Brasil

Brasil registra 154.906 mortes por Covid-19, diz consórcio de imprensa

Foto : Divulgação/Governo de SP

O Brasil contabiliza 154.906 óbitos e 5.276.942 contaminações em decorrência da Covid-19, de acordo com boletim das 13h divulgado hoje (21) pelo consórcio de veículos de imprensa – formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo.

Pela manhã, às 8h, o consórcio publicou a primeira atualização do dia com 154.243 mortes e  5.251.416 casos.

Ontem (20), às 20h, o balanço indicou 154.888 mortes confirmadas, sendo 662 em 24 horas. Desde então, 4 estados atualizaram seus dados: GO, MS, RN e RR.

Leia a matéria original em Metro1

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook