Connect with us

Bahia

Com suspeita de covid, morre Baga de Bagaceira, 28 anos, ativista de gênero do Recôncavo e estudante de doutorado da UFBA


Baga de Bagaceira Souza Campos era uma voz firme na luta pelos direitos LGBTQIA+ na Bahia – especialmente no Recôncavo onde tinha forte atuação. Nesta sexta-feira (10), contudo, infelizmente, tornou-se mais uma provável vítima do novo coronavírus. Aos 28 anos, Baga morreu por volta das 2h no Hospital Regional Dantas Bião em Alagoinhas.

Atualmente, Baga atuava como doutorando em Cultura e Sociedade – UFBA. Era mestre em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação – Mídia e Formatos Narrativos – da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), na linha de pesquisa Mídia e Sensibilidades. Tinha formação e experiência na área de Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela mesma Instituição (2017).

Seu corpo foi enterrado hoje mesmo no Cemitério Jardim Paraíso da Saudade, em Alagoinhas. De acordo com o atestado de óbito a causa da morte foi Síndrome Respiratória Grave Aguda com suspeita de covid-19.

Performer, Baga usava a arte como forma de expressão de sua luta. Já realizou apresentações em eventos acadêmicos, entre as quais destacam-se as performances no IFBA, Unifacs (campus de Feira de Santana-BA) e UFS (campus de São Cristóvão-SE).

Baga era integrante do grupo de Pesquisa CORPO E CULTURA (CNPQ), coordenado pela professora Renata Pitombo Cidreira, desde 2014 na linha de pesquisa Corpo e Expressão. Era membro do Comitê de Acompanhamento de Políticas Afirmativas e Acesso à Reserva de Cotas (COPARC) da UFRB e do Coletivo estudantil Aquenda de diversidade sexual e de gênero. Era representante dos estudantes no colegiado do Mestrado em Comunicação/UFRB (gestão 2017-2019).

Em 2016, o Me Salte produziu uma reportagem especial com Baga – que era uma pessoa iluminada.

Fonte:Jorge Gauthier/Correio

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Cancelamento do Carnaval em fevereiro é oficializado por ACM Neto sem anúncio de nova data


Apesar de ter prometido anunciar até o fim deste mês uma nova data para o Carnaval de 2021, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), decidiu somente cancelar a folia que seria realizada em fevereiro (de acordo com o calendário da igreja católica).

Em coletiva à imprensa nesta sexta-feira (27), Neto disse que a realização do evento está condicionada à uma vacina que imunize a população contra o novo coronavírus.

”Essa decisão poderia ser anunciada antes, mas esperei a cidade escolher seu prefeito. Eu comunico que não teremos Carnaval em fevereiro. Nem eu, nem Bruno e nem ninguém poderá estabelecer uma data, porque isso depende de uma vacina. Se houver clareza sobre prazos de vacina, os prefeitos eleitos podem discutir o calendário”, afirmou ACM Neto.

Apesar da declaração do democrata, o prefeito eleito, Bruno Reis (DEM), em seu discurso de vitória, no dia 15 de novembro, também havia prometido anunciar ainda este mês uma nova data.

O que vinha sendo cogitado era um novo calendário em conjunto com as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. “Nós vamos aguardar o resultado das urnas no Rio e em São Paulo para tomar a decisão em conjunto com esses prefeitos”, declarou Bruno.

A decisão de uma data conjunta vinha sendo namorada desde o início do segundo semestre deste ano. No dia 20 de julho, o prefeito ACM Neto havia dito que as três prefeituras estavam conversando sobre o adiamento do Carnaval para julho de 2021, mas só poderia dar mais detalhes sobre o diálogo em novembro, período limite que ele havia estabelecido para definir o rumo da folia.

”Estamos achando que poderia acontecer no começo de julho, antes das Olimpíadas. Ainda temos aí algum tempo para decidir e, se depender de mim, será uma decisão nacional”, afirmou Neto na oportunidade. Fonte: Bahia.ba.

Continue Reading

Bahia

Bahia registra 22 óbitos e 1.919 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h


A Bahia registrou nas últimas 24 horas 1.919 novos casos de Covid-19 e mais 22 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (27) pela Secretaria de Saúde do Estado.

Dos 394.300 casos confirmados desde o início da pandemia, 377.107 já são considerados recuperados e 8.986 encontram-se ativos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.207.

Na Bahia, 31.301 profissionais da saúde foram diagnosticados com a Covid-19. Dos 1.838 leitos disponíveis para a Covid-19, 1.012 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto no estado para pacientes com coronavírus é de 65%. (Metro1)

Continue Reading

Bahia

Vagão de trem sai do trilho em Paripe; não há registro de feridos


Um vagão de trem saiu dos trilhos na manhã de hoje (27), no Subúrbio Ferroviário, a 50 metros da saída da plataforma de Paripe. Não há registro de feridos. 

A equipe da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) está no local para colocar o trem no trilho e restabelecer o tráfego, mas até o momento só o trecho de Coutos/Calçada foi liberado. Por causa da situação, a circulação dos trens precisou ser interrompida e as estações fechadas.

Ainda segundo a CTB, as causas do descarrilamento estão sendo analisadas e identificadas. De acordo com as primeiras informações, o vagão saiu do trilho por causa do peso. O órgão afirma que se for reconhecida a necessidade de trocar algum material ou equipamento, todas as medidas que ratifiquem a segurança do sistema serão tomadas. Fonte: Metro1

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook