Connect with us

Brasil

Internada com Covid-19, avó de Michelle Bolsonaro continua em estado grave


A avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, segue entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Brasília, após um agravamento no quadro de saúde. Ela foi diagnosticada com Covid-19 e está internada desde o dia 1º de julho. A informação foi divulgada pelo portal G1.

O Instituto de Gestão Estratégia (Iges-DF) que administra a unidade da rede pública do Distrito Federal informou em nota hoje (10) que a paciente “está recebendo toda a assistência necessária”.

Maria Aparecida mora em Ceilândia, região a 31 quilômetros da Praça dos Três Poderes, centro da capital. Segundo o prontuário médico, a idosa foi encontrada “por populares, na rua, caída” e levada para o Hospital Regional de Ceilândia, com falta de ar.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Madrugada de Terror: bandidos fazem barricadas, reféns e espalham dinheiro durante assalto em Criciúma


O assalto a uma agência do Banco do Brasil no centro de Criciúma (SC) provocou terror na cidade, na madrugada desta terça-feira (1/12). Segundo publicou o site Uol, além de rajadas de tiros, os criminosos fizeram barricadas com carros, espalharam explosivos e usaram reféns como escudo para impedir a aproximação de policiais. De acordo com a polícia, os reféns foram soltos. Os bandidos fugiram e ninguém foi preso até o momento.

O Uol informou, ainda, que a ação começou por volta da meia-noite e terminou às 3h da madrugada. A polícia informou que ao menos 30 bandidos participaram da ação, mas de acordo com o prefeito Clésio Salvaro (PSDB), esse número pode chegar a 50. Dez a 12 veículos foram usados na fuga e abandonados mais tarde na cidade de Nova Veneza (SC), a cerca de 18 km de Criciúma, em uma plantação de milho.

“Foi uma ação extremamente violenta. Por volta de meia-noite, 30 criminosos fizeram um assalto com explosivos, confrontando policiais em diversos pontos, atingindo diversos imóveis”, afirmou Anselmo Cruz, delegado titular da delegacia antirroubos e antissequestro da Polícia Civil de SC.

“A mobilização das polícias permanece no sentido de localizar os autores. O trabalho da Polícia Civil é de investigação até chegar à autoria dos criminosos que realizaram ação”, disse ele à GloboNews. Segundo Cruz, a polícia acredita que os bandidos não sejam da própria cidade. “Pelas condições, sabemos que não são criminosos de SC, talvez do Sudeste ou centro-oeste do país. Foi uma ação inédita no estado.”

Segundo a polícia, conforme o site, a soma total do roubo ainda não foi mensurada pelo Banco do Brasil. “Acreditamos que o valor levado é bastante grande. Pelos vídeos postados nas redes sociais, vimos que havia grande quantidade de dinheiro em uma caminhonete”, afirmou Vitor Bianco Junior, da delegacia regional de Criciúma, à GloboNews.

Dois feridos

Os bandidos também incendiaram um batalhão da polícia militar e o túnel que liga a cidade à vizinha Tubarão. Ao menos duas pessoas ficaram feridas na ação: um policial, que segundo a Polícia Militar foi levado para um hospital e está em estado grave, e um vigilante, ferido sem maior gravidade.

Ulisses Gabriel, delegado da Civil responsável pelo caso, afirmou que o objetivo dos bandidos era chegar à tesouraria da agência bancária e que 30 kg de explosivos foram encontrados no local. Vídeos de moradores mostraram outros artefatos espalhados pela cidade. À GloboNews, ele afirmou que a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia do Rio Grande do Sul estão ajudando na busca pelos criminosos.

A polícia descarta, por ora, uma possível fuga dos bandidos por avião. Segundo o delegado Vitor Bianco Junior, as placas dos veículos usados pelos bandidos em Criciúma são de São Paulo, e os carros são de modelos caros ou luxuosos, como Audi, BMW e Mitsubichi.

“Acreditamos que tenham vindo para a região há algum tempo para planejar a ação”, disse ele. “Não dá para dizer qual facção estaria envolvida. É um tipo de ação a qual nossa região não está habituada.”

Dinheiro espalhado pelas ruas

Na fuga, os criminosos espalharam um malote de dinheiro pelas ruas. Vídeos mostram moradores recolhendo as notas. Em entrevista à Globonews, o delegado da Polícia Civil responsável pelo Caso, Ulisses Gabriel, afirmou que quatro pessoas foram detidas em flagrante por furtarem o dinheiro abandonado pela quadrilha nas ruas.

De acordo com o delegado, foram encontrados cerca de R$ 810 mil na casa desses suspeitos. “Essas pessoas detidas se aproveitaram do momento, não são da quadrilha [que praticou o assalto]”, disse ele.

Vídeos publicados nas redes sociais por moradores da cidade mostram a violência da ação.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Brasil

Conta de luz terá cobrança extra a partir desta terça-feira, decide Aneel


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta segunda-feira (30) que haverá cobrança extra na conta de luz dos consumidores a partir desta terça (1º).

Em reunião extraordinária, a Aneel decidiu que será cobrada a bandeira vermelha patamar 2, cujo valor é o maior no sistema de bandeiras da agência (veja na imagem mais abaixo).

Com isso, a cobrança extra será de R$ 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Em 26 maio, a Aneel havia anunciado que não haveria cobrança extra na conta de luz até 31 de dezembro deste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Na reunião desta segunda-feira, contudo, a agência decidiu revogar a decisão e aplicar a bandeira vermelha patamar 2.

Motivo da cobrança extra
Segundo o relator da proposta, Efrain Pereira da Cruz, o despacho de maio foi revogado porque o Brasil voltou aos patamares de consumo anteriores ao início da pandemia.

No entanto, conforme a Aneel, a oferta de energia está comprometida em razão dos baixos níveis dos reservatórios. Desta forma, o mecanismo da bandeira voltou a ser necessário no entendimento do órgão.

“Essa condição de oferta adversa, somada à tendência de recuperação de carga da energia aos patamares pré-crise, são indícios concretos de que o mecanismo das bandeiras já merece ser restabelecido e a curto prazo”, afirmou o relator.

Acionamento de térmicas
Em outubro, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) autorizou o acionamento de termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. A medida costuma ser adotada quando o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas está abaixo do recomendado.

Só que a energia gerada por térmicas sai mais cara para o consumidor. O diretor-geral da Aneel, André Pepitone, defende que a alternativa seja economizar:

“É importante dar um sinal ao consumidor de que a geração no país está cara pelo fato de estar sendo atendida por termelétricas, então é importante para o consumidor evitar desperdício de água e de energia”, disse Pepitone.

Leia a matéria original em G1

Continue Reading

Brasil

Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação nas últimas eleições municipais

Foto: Agência Brasil

O eleitor que não compareceu às eleições realizadas no último domingo (30/11) tem até 60 dias para justificar a ausência na Justiça Eleitoral. A justificativa deverá conter a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito. 

A requisição pode ser feita por meio do aplicativo de celular e-Título, pelo Sistema Justifica ou por meio do comparecimento a um cartório eleitoral para a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que pode ser preenchido aqui . O requerimento pode ser enviado pelos correios ao juiz da zona eleitoral na qual o eleitor for inscrito, acompanhado da documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito. 

O eleitor que deixou de votar e não justificou a ausência no dia da eleição poderá apresentar justificativa até 14 de janeiro de 2021 (ausência no primeiro turno) e até 28 de janeiro de 2021 (ausência no segundo turno).

O acolhimento ou não da justificativa apresentada ficará a critério do juiz da zona eleitoral em que o eleitor for inscrito. Enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, o eleitor não poderá, entre outras coisas, obter passaporte ou carteira de identidade e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook