Connect with us

Bahia

Geofísico explica fenômeno de tremor de terra na Bahia

O Geofísico Marcos Ferreira explicou na CNN Brasil sobre os tremores de terra que aconteceram em diversas cidades do Vale do Jiquiriçá, Recôncavo, Piemonte do Paraguaçú e Recôncavo.

“Depende do local acontecem diferentes escalas de intensidade e os estudos podem explicar estes fenômenos naturais é possível prever em todos os casos e os estudos feitos explicam mais sobre eles”, destaca.

“No Brasil onde ocorre o maior número de casos semelhantes a este é no Nordeste e é possível sentir qualquer abalo independente da intensidade, pois os equipamentos usados para detectar são sensíveis”, indica.

Ele ainda explicou que nos casos tremores como os que aconteceram neste domingo, é necessário que as pessoas procurem um lugar seguro. “Não é necessário essencialmente sair de casa, mas eles precisam procurar um local seguro, longe de prateleiras que podem virar, vidros que podem quebrar, tetos que podem cair”, ressalta.

“O efeito que aconteceu neste domingo, é de baixa magnitude. No Brasil não temos relatos de grandes abalos e é comum sentir esse sustou, pois estes fenômenos não são recorrentes”, acrescenta.

No site do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), constam dois registros de terremotos nas regiões de Amargosa e São Miguel das Matas, com magnitudes de 4,2 e 3,7 na escala Richter, respectivamente, chagando a 4,6 posteriormente. (CNN)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Governador Rui Costa é vacinado contra a Covid-19

Por conta do diagnóstico de hipertensão arterial, o governador Rui Costa foi vacinado  aos 58 anos contra a Covid-19, na tarde desta sexta-feira (7). A imunização em uma Unidade de Saúde da Família, no bairro da Federação, em Salvador. 

Ao receber a dose da Pfizer, o governador comentou que deseja que esse momento chegue o mais rápido possível para toda a população. “Hoje é um dia muito especial para mim e vou continuar trabalhando dia após dia para proporcionar essa emoção para todas as pessoas. Só com mais vacinas para voltar à normalidade”. Fonte: Metro1

Continue Reading

Bahia

Defeito na “instalação interna” fez vazar água em hospital de campanha da Fonte Nova, diz Embasa

O vazamento de água no hospital de campanha da Arena Fonte Nova, que provocou o desabamento parcial do teto de gesso em uma das alas, foi provocado por “instalações internas da estrutura”. A informação foi passada pela Embasa em contato com o Metro 1. Ainda de acordo com a empresa, a “própria administração do hospital realizou a contenção do vazamento”.

Procurada, a Arena Fonte Nova disse que não responderia sobre esse assunto. 

Cerca de 30 pacientes, em estado grave da covid-19, precisaram ser removidos para outras alas. Sete ambulâncias do Samu (Serviço de Antendimento Móvel de Urgência) estiverem no local, mas não precisam ser usadas, uma vez que os pacientes foram removidos dentro do próprio hospital.

De acordo com a assessoria das Obras Sociais Irmã Dulce, que administra o hospital de campanha, ninguém ficou ferido com o desabamento parcial do teto de gesso. Trinta leitos precisaram ser interditados. (Metro1)

Continue Reading

Amargosa

Amargosa oficializa o cancelamento do São João de 2021

 A prefeitura de Amargosa confirmou nesta sexta-feira (7) que não vai realizar São João este ano, novamente, por conta do contexto da pandemia na cidade e em todo país. O foco agora deve ser nas medidas de prevenção e cuidados com a população, diz a gestão.

“A Prefeitura de Amargosa tem se mostrado assertiva em suas ações contra a covid, mas mesmo assim, a situação mundial ainda é preocupante”, diz a nota divulgada. O texto encerra com a expectativa de que em 2022 a festa possa voltar a ser realizada.

No final de abril, além de Amargosa, outros gestores assinaram um documento informando o cancelamento dos festejos de São João e São Pedro: os prefeitos de Irecê, Piritiba e Itaberaba. O documento lembrava do baixo índice de imunização alcançado até agora, o tempo mínimo de planejamento necessário para organizar um evento do porte do São João e a responsabilidade de evitar o colapso do sistema de saúde de cada município. (Correios)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas