Connect with us

Justiça

Vale pagará R$ 250 milhões em multas ambientais pela tragédia de Brumadinho

Foto : Bombeiros MG

A mineradora Vale terá que pagar R$ 250 milhões em multas ambientais pelo rompimento da barragem da empresa em Brumadinho, conforme homologou a Justiça nesta segunda-feira (14). O valor foi definido de acordo com as sanções aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo estado de Minas Gerais.

Do total, R$ 150 milhões, que já estavam depositados judicialmente, serão destinados a sete parques nacionais: Parque Nacional da Serra da Canastra, Parque Nacional da Serra do Caparaó, Parque Nacional da Serra do Cipó, Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, Parque Nacional das Sempre-Vivas, Parque Nacional da Serra do Gandarela e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

Os outros R$ 100 milhões serão utilizados na execução de projetos de saneamento básico, resíduos sólidos e áreas urbanas no estado.

A maior tragédia ambiental do país aconteceu em janeiro de 2019 e matou quase 300 pessoas. Algumas vítimas seguem desaparecidas no meio da lama de rejeitos de minério. (Metro1)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Justiça

Miliciano suspeito de possuir participação na morte de Marielle Franco é preso na Paraíba

Mais um homem suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, foi preso nesta quarta-feira (28/7) na Paraíba. Almir Rogério Gomes da Silva foi encontrado na companhia de um outro homem, que não teve a identidade revelada, no município de Queimadas, a  cerca de 140 km de João Pessoa.

Segundo a polícia, Almir seria integrante da milícia da Gardênia Azul e do Morro do Tirol, no Rio de Janeiro, que é comandada pela viúva do capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, morto no interior da Bahia meses depois do crime contra Marielle.

Almir era ainda alvo de uma denúncia do Ministério Público Fluminense por participação no homicídio de Eliezio Victor dos Santos Lima, ocorrido em outubro de 2018. As autoridades judiciárias do Rio de Janeiro já foram informadas das prisões e confirmaram a periculosidade de Almir. Ele será levado para o estado do Rio sob forte escolta policial. Fonte: AratuOn

Continue Reading

Justiça

Procuradoria abre inquérito civil para investigar suspeita de pedido de propina em vacinas por Roberto Dias

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu inquérito civil nesta sexta-feira (23) sobre o suposto pedido de propina por parte de Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde. De acordo com a portaria, o inquérito tem como objetivo “apurar possíveis atos de improbidade administrativa praticados pelo então diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, e outros agentes públicos e privados”.

Em reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o policial militar Luiz Paulo Dominghetti Pereira, representante da empresa Davati Medical Supply, disse que Dias cobrou a propina em um jantar em um restaurante de Brasília no dia 25 de fevereiro. Na CPI da Covid no Senado, Dominghetti repetiu a acusação e disse que esteve no ministério três vezes para tratar da proposta da venda.

No dia 7 deste mês, Roberto Dias prestou depoimento à CPI e chegou a sair preso. O presidente da CPI da Covid deu voz de prisão para o ex-diretor de logística do Ministério da Saúde após virem à tona, em reportagem da CNN, áudios que desmentem a versão de Dias sobre encontro acidental com o cabo da Polícia Militar Luis Paulo Dominguetti em que o policial diz que o ex-diretor pediu propina de um dólar por dose de vacina. Fonte: Metro1

Continue Reading

Justiça

Justiça determina reativação do canal bolsonarista Terça Livre no YouTube

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) acatou um pedido do site “Terça Livre” e determinou que o Google mantenha o canal do YouTube da página no ar. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

O site é comandado pelo bolsonarista Allan dos Santos e foi suspenso por supostamente violar regras ao publicar um vídeo sugerindo fraude nas eleições dos Estados Unidos.

Segundo o desembargador Mathias Coltro, o vídeo não teria incitado a violência, como a juíza na 1ª instância entendeu.

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas