Connect with us

Política

Bolsonaro empataria com Lula e Moro no segundo turno, aponta pesquisa

Foto: Ed Alves/CB/D.A Press e Sérgio Lima/AFP

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/9) mostra que os adversários mais fortes de Bolsonaro são o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Em um eventual segundo turno com os dois, Bolsonaro teria dificuldades para se reeleger, aponta o levantamento, realizado pelo Poder Data.

Numa disputa entre o atual presidente e o ex-presidente, cada um ficaria com 41%. Se o concorrente fosse seu ex-ministro, haveria empate técnico. Nesse cenário, Bolsonaro aparece com 40% no levantamento e Sergio Moro, com 37%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

O estudo mostra ainda que Bolsonaro venceria no segundo turno Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

De todos os nomes avaliados, o único que atualmente não pode concorrer a cargos públicos é Lula, que, por ter condenação em segunda instância, é impedido de se candidatar pela Lei da Ficha Limpa. Lula busca, na Justiça, recuperar seus direitos eleitorais. (Correio Brasiliense)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Senador tinha o montante de R$ 15 mil próximo às nádegas, diz relato da PF


Trechos do relatório da Polícia Federal sobre a operação que realizou busca e apreensão na casa do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) apontam que o parlamentar tinha R$ 15 mil “no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas”. O dinheiro foi descoberto quando o senador pediu para ir ao banheiro e um delegado da PF “percebeu que havia um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do senador”.

Depois que o dinheiro foi localizado, foi apresentado ao escrivão da PF para ser apreendido. Na sala da casa do senador, onde estava sendo realizado o trabalho cartorário da PF, o parlamentar foi indagado se tinha mais alguma quantia em espécie. Quando foi questionado pela terceira vez, segundo informações da corporação, “com bastante raiva, o senador Chico Rodrigues enfiou a mão em sua cueca, e sacou mais maços de dinheiro, que totalizaram a quantia de” R$ 17,9 mil.

Diante da insistência do senador em ocultar valores em suas vestes íntimas, os policiais fizeram nova busca e acharam mais R$ 250, chegando a R$ 33,1 mil escondidos na cueca. Antes disso, a PF já havia encontrado em um cofre no armário do quarto do senador R$ 10 mil e U$ 6 mil (o equivalente a cerca de R$ 33.720, com o dólar a R$ 5,62).

As informações estão em decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, que determinou o afastamento do senador por 90 dias. A decisão foi encaminhada ao Senado, que deve decidir pela manutenção ou não da cautelar.

Leia a matéria original em Correio Braziliense

Continue Reading

Política

Ministro das Comunicações é diagnosticado com Covid-19; é o 11º ministro a contrair a doença


Fábio Faria, ministro das Comunicações, afirmou nesta quinta-feira (15/10), que testou positivo para o novo coronavírus. Em vídeo divulgado em seu perfil no Instagram, Faria conta que realizou três exames para diagnosticar a doença, e que dois deles deram negativo.

“Fiz o teste do dia, aquele do dedo, deu negativo. Depois, fui no hospital, fiz o teste de exame de sangue, que saiu hoje, também, e deu negativo. Mas, após isso, acabou de chegar o PCR, deu positivo”, explicou. O ministro também disse que teve febre e dor de cabeça, mas que agora, já passa bem.

O ministro também afirmou que está fazendo tratamento com hidroxicloroquina e azitromicina; “Assim que eu tive o sintoma, comecei o tratamento com a hidroxicloroquina e azitromicina. Vou incluir agora mais um corticoide e um anti-coagulante, mas assim, já estou com zero sintoma, a dor de cabeça já foi embora, eu praticamente estou total assintomático”.

Casado com a apresentadora Patrícia Abravanel e, portanto genro de Silvio Santos, Fábio Faria tem três filhos e é o 11º ministro do Governo Federal a testar positivo para a Covid-19. Ele seguirá trabalhando, mas isolado em casa. Fonte: AratuOn

Continue Reading

Política

Delegado percebeu ‘volume retangular’ na traseira de senador, diz relatório da PF


O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) até que tentou, mas foi pego antes de se desfazer do dinheiro que escondia na cueca, durante cumprimento de busca e operação na sua residência. Agentes da Polícia Federal realizaram na quarta-feira (14) operação contra esquema de desvio de recursos públicos para combate ao novo coronavírus em Roraima.

De acordo com relatório da PF ao qual teve acesso o jornal O Globo, em certo momento das buscas o senador pediu para ir ao banheiro. O delegado Wedson Cajé autorizou, desde que o acompanhasse. Foi quando percebeu um “grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes” do parlamentar.

O delegado chegou a pensar que fosse um celular e perguntou a Rodrigues o que seria. Assustado, ele disse que não era nada.

Cajé, então, informou sobre a necessidade de fazer uma busca pessoal no senador democrata e solicitou que os agentes filmassem o ato para evitar suspeita de abuso de autoridade. Com a iniciativa, os policiais encontrar R$ 15 mil em maços de dinheiro próximos às nádegas.

Posteriormente, os agentes da PF perguntaram se Chico Rodrigues havia ocultado mais dinheiro e o senador sacou valor ainda maior de dentro da sua própria cueca. Numa última busca, os agentes encontraram mais R$ 250.

Ao todo, os maços de dinheiro retirados da cueca do senador Chico Rodrigues somavam R$ 17,9 mil. Depois do escândalo, o parlamentar foi exonerado do cargo de vice-líder do governo Jair Bolsonaro no Senado. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou afastamento do senador. Fonte: Bahia.Ba

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook