Connect with us

Bahia

Operação resgata 37 pessoas em situação análoga à escravidão na Bahia


Trinta e sete pessoas que trabalhavam na extração e beneficiamento de sisal nos municípios de Várzea Nova, Jacobina e Mulungu do Morro, no nordeste do estado, foram resgatadas por agentes públicos e retiradas de condições de trabalho escravo. Dentre os lavradores encontrados em condições indignas de trabalho está um idoso de 67 anos.

A ação foi coordenada pela Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) e contou com a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Defensoria Pública da União (DPU) e da Polícia Federal.

De acordo com os fiscais, os trabalhadores foram encontrados em situações degradantes, alojados em barracos e casas precárias sem condições mínimas de habitação. A água para beber ou para cozinhar era amarelada e armazenada em galões de produtos químicos reutilizados.

Além disso, os trabalhadores dormiam em pedaços de espumas colocados em cima de varas de sisal. Não havia banheiros e as necessidades fisiológicas eram feitas no mato. Os valores que eles recebiam mensalmente variavam entre R$ 350 a 950, sem direitos.

Os resgates ocorreram em frentes de trabalho localizadas A força-tarefa, formada por agentes públicos de diversos órgãos federais, passou vários dias percorrendo a região para avaliar as condições de trabalho na cadeia do sisal. Os auditores fiscais co trabalho responsáveis pela ação fiscal lavraram diversos autos de infração e fizeram os resgates.

Os trabalhadores receberam guias para retirada do seguro desemprego e estão tendo os valores a que têm direito calculados e cobrados dos empregadores.

Audiências públicas

Os nomes dos envolvidos na ação desta semana não foram divulgados para não atrapalhar o processo de pagamento de salários e direitos atrasados e do dano moral individual estipulado pela DPU e peloo MPT, que está em andamento. Um dos empregadores não foi localizado e será alvo de ação judicial. A fiscalização estima o montante em R$ 400 mil para quitar os valores devidos aos trabalhadores resgatados.

Em agosto deste ano, Wilson Andrade, presidente da Sindifibras, entidade que representa todas as indústrias de sisal da Bahia, após responder todos os questionamentos de uma repórter da Rede Record, esqueceu de desligar a chamada e admitiu a situação de irregularidades dos trabalhadores.

O MPT imediatamente instaurou um procedimento para apurar o caso e agora, com a ação da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT). O objetivo da atuação do MPT é articular um conjunto de ações para modificar a realidade dessa cadeia produtiva. (A Tarde)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Associação das Defensoras e Defensores Públicos da Bahia realiza evento de posse da nova diretoria


A nova diretoria eleita para o biênio 2020/2022 da Associação das Defensoras e Defensores Públicos da Bahia (Adep-BA), toma posse hoje (20), às 19h, no Auditório do Wall Street Empresarial, em Salvador/BA.

O evento será transmitindo pelo Google Meet, através do link https://meet.google.com/phi-mnph-jtx.

A chapa eleita assume o compromisso de fortalecer a associação de classe e reverter isso em benefícios para toda a sociedade baiana por meio da bandeira “Diálogo e Força para um Novo Tempo!”.

O Defensor Público, Dr. Igor Raphael de Novaes Santos, assume a presidência da instituição. Ele teve destacada passagem no município de Amargosa, entre os anos de 2015 e 2017, tendo-lhe sido conferido o título de cidadão honorífico da cidade em junho de 2017.

Continue Reading

Bahia

Vitória da Conquista: Operação prende seis integrantes de organização criminosa


Uma operação deflagrada pela Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Vitória da Conquista), na manhã de quinta-feira (19), resultou no cumprimento de 13 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão. Armas, munições, cerca de R$ 22 mil, computadores, aparelhos de TV e som, duas motos aquáticas, jóias e veículos usados pelos suspeitos foram apreendidos na ação.

Seis integrantes da quadrilha, que agia em Conquista e já vinha sendo investigada, há nove meses por tráfico de drogas sintéticas, comércio ilegal de arma de fogo, furto mediante fraudes bancárias e lavagem de dinheiro, foram presos e estão à disposição da Justiça. As investigações continuam para localizar outros suspeitos.

Cerca de oitenta policiais participaram da operação denominada Laranja, que contou com o apoio de equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), da 10ª e 20ª Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpin), de Conquista e Brumado, respectivamente.  (Metro1)

Continue Reading

Bahia

Entidades promovem eventos para marcar o Dia da Consciência Negra


No contexto da pandemia, entidades promovem eventos para marcar o Dia nacional da Consciência Negra festejado, nesta sexta-feira, 20, com foco em uma reflexão sobre o tema.

A União de Negros pela Igualdade (Unegro) promoveu, na manhã de quinta, 19, a 12ª Lavagem da Estátua de Zumbi dos Palmares. Ação contou com um cortejo formado por baianas e pela banda Voz dos Tambores que teve um número reduzido de participantes por causa da Covid-19.

Já a Sepromi promoveu uma live com a participação do Ilê Aiyê. “Traz essa memória, a referência dessa caminhada, dessa história, do lema, de tudo que ao longo desses anos tem representado essa luta”, informou a secretária Fabya Reis. O presidente do bloco afro, Antônio Carlos, o Vovô do Ilê, acredita que a situação precisa melhorar mais. “A gente nunca acha que está bom, a gente sempre quer mais. Nós queremos igualdade, liberdade e respeito”.

Já a Apae, o grupo Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) e a da Associação Cultural Brasil Estados Unidos (Acbeu) também realizaram programações especiais. A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) programaram apresentações artísticas, palestras, debates e diversas outras ações para o seu público.

“A maior parte dos nossos assistidos e familiares são negros e, assim, se faz necessário que as atividades e reflexões relacionadas às questões ético-raciais sejam intensificadas”, comentou Márcia Rocha, gestora de assistência social da Apae Salvador.

A exposição fotográfica Soterocores foi a ação da CCR Metrô Bahia celebra o Dia da Consciência Negra. A mostra reúne registros de 11 artistas nas estações Lapa e Pirajá. Esse conteúdo ficará em cartaz até o final do mês.

Outra instituição que promoveu suas homenagens e celebrações a este dia foi o Salvador Shopping, que cedeu espaço para uma ação digital e uma exposição de obras que transmitem a luta da comunidade negra.

Já a Cipó Comunicações traz o festival virtual que promove a vida da juventude negra. Para arrecadar ainda mais doações para o Natal Sem Fome e celebra o Dia da Consciência Negra, a Ação da Cidadania e o rapper Emicida promovem uma live especial, nesta sexta, às 20h, com transmissão pelo Youtube.

Leia a matéria original em A Tarde

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook