Connect with us

Cidades

Polícia investiga estupro a jovem com deficiência mental em Vitória da Conquista

Foto: Reprodução | Blog do Anderson

Após a denúncia da família, a polícia está investigando o estupro contra uma jovem de 18 anos, com deficiência mental, no município de Vitória da Conquista. De acordo com informações do Blog do Anderson, o crime aconteceu em um motel, no mês passado.

“Quando cheguei lá [no motel] ele mandou eu descer do carro. Depois ele pegou, me jogou na cama e tirou minha roupa à força, eu não consegui sair. Depois de fazer tudo que ele tinha para fazer, ele disse que se eu falasse para alguém, ninguém ia acreditar em mim porque eu sou louca e também ia acabar com o casamento dele, e que estava fazendo isso pra eu gostar de homem”, disse a jovem.

Em depoimento à polícia, o homem, que não teve a identidade divulgada, assumiu a relação sexual e afirmou que houve consentimento. A garota, entretanto, negou e disse que é homossexual e, por isso, o homem a estuprou, dizendo que ia “fazê-la gostar de homem”.

Segundo o veículo, o caso ocorreu após a mãe passar mal e o vizinho prestar socorro levando a mulher ao hospital. No carro, foram a mãe, a filha e uma amiga, junto com o homem. Chegando na unidade, a mulher e a amiga entraram e a vítima ficou dentro do carro com o suspeito.

Ele começou a perguntar sobre assuntos sexuais e convidou-a para fazer um lanche, mas acabou levando a jovem para um motel.

“Quando cheguei lá [no hospital] o porteiro disse que não podiam ficar duas acompanhantes. A minha amiga entrou comigo e minha filha ficou com o elemento [o suspeito]. Ele ficou fazendo perguntas para ela, porque ela gostava de mulher e ficou alisando as pernas dela e depois ele chamou para fazer um lanche e levou ela para o motel, sem consentimento dela, ela não conhecia o que era motel”, disse a mãe da jovem.

No dia seguinte ao ocorrido, a família registrou o boletim de ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, onde a vítima foi ouvida e encaminhada para realizado o exame de corpo de delito. /um laudo psiquiátrico foi apresentado, comprovando que a vítima tem retardo mental, o que caracteriza o caso como estupro de vulnerável.

“O inquérito foi instaurado no mesmo dia do relato da vítima. Já ouvimos a vítima, as testemunhas da família e o vizinho. Não há dúvidas que houve a relação sexual, ele confirmou que ocorreu e ele alega que teve consentimento. A família apresentou um documento de que a vítima tem uma deficiência mental e agora estamos aguardando perícia médica do estado. Uma vez comprovada que a deficiência mental dela a incapacitava de dar um consentimento para o ato sexual, o crime passa a ser de estupro de vulnerável”, explicou o delegado Luís Henrique Machado, que está à frente das investigações.

Leia a matéria original em A Tarde

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Brumado: jovem morre ao ter corpo cortado ao meio por trem

Foto: composição / Se liga Brumado

Um homem veio a óbito após ser atropelado por um trem em Brumado, no Sertão Produtivo, Sudoeste baiano. Segundo o 97 News, o fato ocorreu por volta das 17h, na ferrovia que margeia a Rua Virgílio Ataíde, no bairro do Mercado, ainda na zona urbana da cidade.

Ainda segundo informações, o maquinista teria tentado frear, mas por conta do peso da carga que transportava, não conseguiu evitar o choque com a vítima, identificada como Bruno da Silva Porto.

Conforme a Polícia, moradores ouvidos no local contaram que a vítima tinha o costume de pegar “ponga” em cima do trem, mas o fato não foi confirmado. Partes do corpo do homem foram levadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Brumado.

Leia a matéria original em Bahia Notícias

Continue Reading

Cidades

Homens armados atiram em grupo que protestava contra morte de menina em Itabuna

Na manhã desta última terça-feira (4/5), um grupo de moradores da localidade da Bananeira, no bairro de Lomanto, em Itabuna, reuniu-se para protestar contra a morte da pequena Maikele de Jesus Santos. A criança de seis anos foi vítima de bala perdida, no domingo (2). 

De acordo com informações do 15º Batalhão da Polícia Militar (BPM), os manifestantes obstruíram uma parte da BR-101. No local, os PMs foram informados que homens armados apareceram no local e ameaçaram os moradores. Com a chegada dos militares, os suspeitos fugiram. 

Os policiais acompanharam o restante do protesto, que foi encerrado por volta das 12h.

Maikele foi atingida enquanto estava assistindo televisão, sentada no sofá da casa onde vivia. Segundo a PM, o homicídio foi praticado por traficantes da região.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Cidades

Irritada com maus-tratos e tráfico dentro de casa, idosa de 83 anos agride o próprio neto e é presa na Bahia

Um idosa de 83 anos, que não teve a identidade divulgada, foi presa em flagrante suspeita de agredir o próprio neto com uma descarga de motocicleta.

O caso ocorreu na localidade de Moenda, no município de Presidente Tancredo Neves, a 257 km de Salvador. O titular da Delegacia Territorial, Sérgio Azevedo, relatou durante entrevista ao Aratu On que a idosa possui comorbidades, como diabetes, dificuldades de locomoção, entre outras condições decorrentes de um derrame.

Mesmo com todos os problemas, a senhora estava sendo ameaçada pelo neto que morava com ela. Inclusive, a mulher já havia sido agredida, física e verbalmente, pelo rapaz, que ainda vendia drogas dentro da propriedade.

“Ela era maltratada por ele, que é usuário de drogas e passou a vender. Em um momento de desatino, a idosa acabou cometendo esse crime. Ao que se sabe, ela utilizou um material contundente, aparentemente uma descarga de motocicleta”, relatou o delegado, que está à frente das investigações. 

A vítima foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Santo Antônio de Jesus. Informações sobre o estado de saúde do homem, que também não teve a identidade divulgada, apontam que houve comprometimento de parte do cérebro e que a situação é considerada grave.

“A situação da acusada já é seria e pode se agravar ainda mais caso o estado da vítima evolua para um óbito”, enfatizou o delegado.

Ainda conforme o titular da Delegacia Territorial, a suspeita está sendo ouvida por profissionais do Centro de Referência da Assistência Social, que pretendem recorrer para que ela possa ser encaminhada para uma casa de apoio, em vez de ser mantida na cadeia, devido ao seu estado de saúde.

A decisão da juíza que acompanha o caso deve ser divulgada ainda na tarde desta quarta-feira (5/5).

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas