Connect with us

Tecnologia

Pix: novo sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Depois da fase de operação restrita, o Pix, sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento pleno hoje (16). Todas as pessoas e empresas com conta corrente, poupança ou conta de pagamento pré-paga em uma das 762 instituições aprovadas pelo Banco Central já podem fazer transferências pelo novo sistema que vai funcionar por 24h todos os dias.

Desde o dia 5 de outubro, pessoas e empresas estão fazendo o cadastro das chaves Pix, para identificar a conta para receber pagamentos e transferências. E a fase restrita de operação ocorreu de 3 a 15 deste mês, com horários específicos para fazer as transações, disponível apenas para alguns clientes selecionados pelas instituições financeiras.

Segundo o Banco Central, não há limite mínimo para pagamentos ou transferências via Pix. As instituições que ofertam o Pix podem estabelecer limites máximos de valor para reduzir de riscos de fraude, lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Para fazer transferência ou pagamento, bastar ter a chave de quem vai receber o dinheiro, em vez de informações sobre agência, conta e dados pessoais do recebedor.

A chave Pix previamente cadastrada pode ser CPF, CNPJ, e-mail, número de celular ou chave aleatória (uma sequência alfanumérica gerada aleatoriamente que poderá ser utilizada por usuários que não queiram vincular seus dados pessoais às informações de sua conta). O recebedor também pode gerar QR Codes.

O Pix deve ser gratuito para pessoas físicas nas operações de transferência e de compra. As exceções serão o recebimento de vendas de produtos e de serviços, que poderão ser tarifadas pelas instituições financeiras.

Também pode haver cobrança se os clientes (pessoas físicas e jurídicas) que, podendo fazer a transação por meio eletrônico (site ou aplicativo), preferir fazê-la presencialmente ou por telefone. Nesse caso, as instituições poderão cobrar tarifas.

Em relação às pessoas jurídicas, as instituições financeiras poderão cobrar tarifa tanto no envio como no recebimento de dinheiro por meio do Pix. Serviços acessórios ligados ao pagamento e ao recebimento de recursos também poderão ser tarifados.

No site do Banco Central, há perguntas e respostas sobre o novo sistema de pagamentos.

Leia a matéria original em Agência Brasil

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

WhatsApp adiciona recurso de chamadas de voz e vídeo em versão desktop

Foto: Zoom/ Reprodução

O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (4) que lançou um recurso de chamadas de voz e vídeo na versão do aplicativo para computadores de mesa.

A companhia, controlada pelo Facebook, afirmou que as chamadas serão processadas por sistema de encriptação de dados de ponta a ponta.

O anúncio deve colocar o WhatsApp como um novo rival aos sistemas de videoconferência oferecidos por empresas como Microsoft, Google e Zoom, mas não ficou claro se a empresa pretende competir neste segmento.

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Tecnologia

Whatsapp vai deixar de funcionar em alguns aparelhos a partir de 1º de janeiro


A partir de 1º de janeiro de 2021, o Whatsapp não funcionará mais em uma série de smartphones, tanto do sistema Android quanto no iOS. A informação foi divulgada pelo Facebook, que comprou o app em 2014.

Segundo a empresa, os aparelhos da lista não terão mais suporte do app e deixará de realizar algumas funções gradativamente. Ainda segundo o Facebook, sistemas mais antigos estarão mais vulneráveis no quesito segurança.

Os seguintes aparelhos terão o funcionamento do app interrompidos:

iPhone (2007)
iPhone 3G e 3GS
iPhone 4
LG Optimus Black (e modelos anteriores)
Motorola Droid Razr
Samsung Galaxy S2
HTC Desire

Os seguintes aparelhos seguirão rodando o Whatsapp, mas será necessário atualizar o sistema operacional, ou seja, será preciso ter, no mínimo, o Android na versão 4.0.3 ou o iOS 9:

iPhone 4S
iPhone 5 e 5S
iPhone 6 e 6S
LG Lucid
Motorola Droid 4
Sony Xperia Pro
HTC Sensation
HTC Thunderbolt 4G
Samsung Galaxy Note
Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)

Leia a matéria original em Varela Notícias

Continue Reading

Tecnologia

Navio que fará conexão de fibra entre Brasil e Europa inicia operação


O navio que leva o cabo submarino de fibra ótica que fará a conexão de alta velocidade entre Brasil e a Europa zarpou hoje (14), segundo informou o Ministério das Comunicações. A embarcação partiu do Porto de Fortaleza em direção a Sines, em Portugal.

Em nota, a pasta informa que havia planos para começar o lançamento do cabo subaquático no período da manhã desta segunda-feira, mas eventos meteorológicos adversos atrasaram a operação. A distância estimada do cabo é de 6,2 mil quilômetros e ele fará a transmissão de dados entre os dois continentes de 72 terabits por segundo – velocidade considerada altíssima.

A operação para conectar os dois continentes deve demorar cerca de 3 meses e faz parte dos avanços tecnológicos que preparam terreno para a próxima geração de conectividade, a internet 5G. “O cabo, em alguns lugares, chega a 5 quilômetros de profundidade. É algo impensável, inimaginável, mas agora nós vamos ter uma conexão direta com a Europa. É uma grande entrega que vai ajudar o nosso país no escoamento de dados”, disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Rota complicada

Atualmente, todo o tráfego de internet entre Brasil e Europa se dá através de uma rota indireta, que necessita de servidores norte-americanos como ponte de comunicação – estrutura que gera um atraso no envio e recebimento de dados para os dois lados. Segundo informa o Ministério das Comunicações, a nova rota de dados cortará pela metade o tempo necessário para usuários brasileiros acessarem informações em servidores europeus e vice-versa.

O Ministério das Comunicações informa que o investimento para a nova rota foi de cerca de R$ 1 bilhão e foi financiado por uma empresa privada do setor de tecnologia e telecomunicações. A iniciativa, segundo informa a pasta, deve aumentar negócios digitais e atrair investimentos para o Brasil.

Edição: Fábio MassalliFonte: EBC Geral

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas