Connect with us

Amargosa

Após acordo com Butantan para garantir vacinas da Covid-19, prefeito de Amargosa detalha medidas para fim de ano

Foto: Divulgação/Prefeitura de Amargosa

O prefeito da cidade de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT), que foi reeleito para o próximo mandato, detalhou nesta quarta-feira (23) as medidas tomadas na cidade para o fim de ano. Ele também falou sobre plano de imunização da cidade.

Amargosa fica na região do Recôncavo Baiano. Na terça-feira (22), a prefeitura divulgou que fez acordo com o Instituto Butantan, em São Paulo, para garantir a imunização da população contra a Covid-19. Nesta quarta, o Butantan apresentará resultados sobre eficácia da vacina CoronaVac. Ainda não há nenhuma vacina contra a Covid-19 aprovada no país.

Júlio Pinheiro disse que ao longo dos meses de pandemia, a prefeitura tomou medidas rígidas, como o lockdown, que é o fechamento total das atividades. Além disso, Amargosa também teve toque de recolher. A cidade tem cerca de 37 mil habitantes.

“Neste final de ano, a gente ampliou o esquema de segurança e fiscalização, para evitar aglomerações e festas, como prevê o próprio decreto do governo do estado e o próprio decreto municipal. A medida vai ser de fiscalização, de inibir e dispersar qualquer tipo de aglomeração que possa ocorrer nas festas de final de ano, que a gente sabe que vai ser o momento mais crítico da pandemia”.

De acordo com dados atualizados pela Central Integrada de Comando e Controle da Saúde, às 10h37 desta quarta, a cidade de Amargosa registrou 735 casos de Covid-19, sendo que 21 deles estão ativos.

“A gente tem tido muitos casos nos últimos dias, mas felizmente nenhum agravando. A gente está com duas pessoas internadas, inclusive fazendo uso de oxigênio, mas sem necessidade de intubação”, detalhou o prefeito.

Plano de imunização

Em entrevista ao Jornal da Manhã, o prefeito voltou a falar sobre o plano de imunização da cidade. Amargosa fez a compra imediata de mais de 12 mil doses da vacina.

“A nossa ideia é fazer um plano para vacinar inicialmente as pessoas acima de 60 anos, os profissionais de saúde, que são aqueles que estão mais expostos à infecção do vírus, e também as pessoas que tenham doenças graves, ou seja, é o ponto mais vulnerável e mais susceptível ao agravamento da doença, caso ocorra a infecção pelo coronavírus”, detalhou Júlio.

Ainda segundo ele, após acordo assinado com o Instituto Butantan, as doses começarão a ser entregues já no próximo mês.

“Nós formalizamos o interesse a partir de um ofício e prontamente o Butantan nos respondeu encaminhando um memorando de entendimento entre as partes, para o acordo de intenção de aquisição dessas vacinas. Segundo esse memorando, o Butantan prevê a entrega de uma quantidade inicial no mês de janeiro, uma outra quantidade em fevereiro e uma parte maior dessa vacina até o mês de maio, para que a gente possa fazer o nosso esquema de imunização da população de Amargosa”.

Leia a matéria original em G1

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amargosa

Amargosa: morre mãe do ex-prefeito Valmir Sampaio e vice-prefeito Getúlio, Dona Rita

Foto: Reprodução redes sociais

Faleceu na manhã desta sexta-feira (5), a mãe do vice-prefeito Getúlio Sampaio e também do ex-prefeito Valmir Almeida Sampaio, Dona Rita, em um hospital de Salvador, vítima do coronavírus.

Dona Rita estava internada na capital baiana há quase um mês, porém nos últimos dias teve um agravamento no quadro de saúde o que a levou a óbito às 8h desta manhã.

Valmir Almeida Sampaio faleceu em decorrência das complicações causadas pela covid-19 no dia 17 de fevereiro deste ano.

Parentes e amigos da família deixam mensagens de despedida e homenagens nas redes sociais.

Ainda não há informações sobre o horário do sepultamento.

Da Redação AmargosaNews

Continue Reading

Amargosa

Variantes do coronavírus são detectadas em Amargosa e mais 09 cidades baianas


As variantes do novo coronavírus vindas de Manaus e do Reino Unido já estão presentes em nove cidades da Bahia, além de Salvador. A informação foi confirmada através de um alerta emitido, nesta quinta-feira (4) pela secretaria de saúde do estado sobre a transmissão comunitária.

“Após investigações, concluímos que o Estado da Bahia possui transmissão comunitária para as duas variantes, já que não houve possibilidade de rastrear a origem da infecção em todos os casos, indicando que o vírus circula entre as pessoas, independente de terem viajado ou não para o exterior”, pontua o comunicado. 

Até a última quarta-feira (3), tinham sido confirmados 17 casos da variante P.1 de Manaus, no Estado da Bahia. Os casos estão relacionados com os municípios de Salvador, Amargosa, Itabuna, Santa Luz, Irecê, João Dourado e Lauro de Freitas. “Ressaltamos que 10 casos (58,8%) necessitavam de hospitalizações e 3 (17,6%), evoluíram para obito”, revela.

Já em relação ao VOC B.1.1.7 do Reino Unido, foram notificados nove casos, sendo 06 confirmados e 03, que permanecem em análise. Estes casos estão relacionados com os municípios de Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Itapetinga e Lauro de Freitas. Nenhum dos casos confirmados necessitam de hospitalizações e todos estão curados.

“Ressaltamos a necessidade de orientação à população quanto às medidas de prevenção e controle como: isolamento domiciliar da pessoa que estiver com suspeita ou em período de transmissão da doença, lavagem frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel a 70%, além do uso obrigatório de máscara e manter o distanciamento social”, finaliza. (BahiaNotícias)

Continue Reading

Amargosa

Amargosa registra 23 casos positivos e segue com 149 casos ativos


DICOM – PREFEITURA MUNICIPAL DE AMARGOSA

Boletim médico: 04 de Março de 2021

Nas últimas 24 horas foram realizadas 43 Coletas PCR.

Recebemos 23 resultados positivos no dia de hoje.

Contabilizamos também 16 resultados negativos.

Mais 24 pacientes estão recuperados.

1591 pessoas estão vacinadas.

Nesse momento, Amargosa possui o total de 149 casos ativos, 1337
recuperados e 26 óbitos provocados pela Covid-19.

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas