Connect with us

Tecnologia

Whatsapp vai deixar de funcionar em alguns aparelhos a partir de 1º de janeiro

A partir de 1º de janeiro de 2021, o Whatsapp não funcionará mais em uma série de smartphones, tanto do sistema Android quanto no iOS. A informação foi divulgada pelo Facebook, que comprou o app em 2014.

Segundo a empresa, os aparelhos da lista não terão mais suporte do app e deixará de realizar algumas funções gradativamente. Ainda segundo o Facebook, sistemas mais antigos estarão mais vulneráveis no quesito segurança.

Os seguintes aparelhos terão o funcionamento do app interrompidos:

iPhone (2007)
iPhone 3G e 3GS
iPhone 4
LG Optimus Black (e modelos anteriores)
Motorola Droid Razr
Samsung Galaxy S2
HTC Desire

Os seguintes aparelhos seguirão rodando o Whatsapp, mas será necessário atualizar o sistema operacional, ou seja, será preciso ter, no mínimo, o Android na versão 4.0.3 ou o iOS 9:

iPhone 4S
iPhone 5 e 5S
iPhone 6 e 6S
LG Lucid
Motorola Droid 4
Sony Xperia Pro
HTC Sensation
HTC Thunderbolt 4G
Samsung Galaxy Note
Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)

Leia a matéria original em Varela Notícias

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

LG anuncia fim da fabricação de celulares

Foto: Divulgação

A LG anunciou nesta segunda-feira (5) que vai deixar de vez a fabricação de celulares. A empresa já vinha dando sinais de que abandonaria o ramo dede o ano passado, segundo a coluna Radar da Veja. A gigante sul-coreana alegou sucessivos prejuízos na área.

“Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares (US) [em perdas] até o final de 2020”, informou a LG em nota.

De acordo com o G1, a fábrica da multinacional em Taubaté, no interior de São Paulo, pode ser afetada pela decisão. Ela é a única da companhia no país voltada para a produção de smartphones. A unidade, que também produz monitores, tem cerca de 1 mil funcionários. Desse total, 400 estão alocados na área celulares.

Leia a matéria original em Bahia.ba .

Continue Reading

Tecnologia

Pagamento por WhatsApp será aprovado em breve, diz presidente do BC

O serviço de pagamentos por meio do aplicativo de WhatsApp deverá ser autorizado em breve. A análise estava aguardando parecer do Banco Central (BC), e segundo o presidente do órgão, Roberto Campos Neto, nesta terça-feira (30), o serviço deverá ser autorizado como uma ferramenta de “inovação financeira”, ao juntar “mensagens, conteúdo e meios de pagamentos”.

“Se eu tenho isso, o WhatsApp vai ser aprovado em breve para fazer pagamentos no Brasil. Vejo um casamento entre mídia social e o mundo de finanças, os controladores têm de entender como regular, enfrentar e o que significa para competição na sociedade”, disse Campos Neto em evento virtual promovido por um banco de acordo com a Agência Brasil. 

Em junho do ano passado, o BC suspendeu o teste que o Facebook, empresa dona do WhatsApp, tinha começado a fazer no Brasil. Em parceria com as operadoras Visa e Mastercard, pessoas físicas e empresas poderiam usar a função pagamento dentro do aplicativo para transferirem dinheiro e fazerem pagamentos dentro do país e em reais. O BC, na época, interrompeu o serviço para verificar os riscos da nova tecnologia.

Leia a matéria original em Bahia Notícias

Continue Reading

Tecnologia

WhatsApp e Instagram apresentam instabilidade

Foto: REUTERS/Thomas White

Usuários em todo o mundo relataram dificuldades para enviar e receber mensagens pelo aplicativo WhatsApp e acessar o Instagram na tarde desta sexta-feira (19). O Facebook, que é dono dos dois apps, continuou no ar.

Internautas comentaram sobre a queda a partir das 14h30 (horário de Brasília) e compartilharam a hashtag #whatsappdown. O assunto rapidamente se tornou um dos mais comentados da plataforma.

Ao G1, o WhatsApp e o Instagram disseram estar investigando o ocorrido. (G1)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas