Connect with us

Mundo

Explosão em Madri deixa ao menos três mortos


Ocorreu hoje (20), por volta das 11h (horário de Brasília), uma explosão em prédios, ao lado de um lar de idosos, no centro de Madri, capital da Espanha. A tragédia deixou pelo menos três mortos e vários feridos, segundo fontes policiais. A suspeita é de que a causa tenha sido um escapamento de gás.

De acordo com o jornal El País, a situação demoliu completamente os três andares superiores de um dos imóveis. O acidente causou um incêndio, que está sendo apagado por bombeiros.

A explosão foi próxima a uma residência de idosos Los Nogales La Paloma. Um porta-voz do local informou que nenhum residente ou funcionário foi ferido. Todos eles foram levados para um hotel nas proximidades.

Além dele, outro edifício, próximo ao monumento Puerta de Toledo, foi destroçado com o forte impacto. No prédio funciona uma escola católica. As ruínas atingiram outros três imóveis.

Leia a matéria original em Metro1

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Tempestade de neve atinge os EUA; mais de 20 morrem e milhões estão sem eletricidade


Pelo menos 23 pessoas morreram e milhões sofrem as consequências de uma tempestade de neve devastadora em vários estados da América. No Texas, milhões de pessoas continuam sem eletricidade nesta quarta-feira (17). Isso significa que, diante das baixas temperaturas registradas, passaram a noite sob frio rigoroso. 

O governador do Texas pediu providências aos responsáveis pelo fornecimento de energia. O frio registrado nestes dias deve durar pelo menos até o próximo fim de semana. Lina Hidalgo, do condado de Harris, escreveu no Twitter que “há a possibilidade de que as falhas de energia aconteçam além do tempo dessa tempestade”.

Mais de 4 milhões de pessoas estavam ontem à noite sem energia, incluindo 1,4 milhão da região metropolitana de Houston. De acordo com a Reuters, também um quarto das casas em Dallas estava às escuras. O presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse que o governo federal garantiu aos governadores dos estados afetados pela tempestade que eles terão toda a ajuda de emergência necessária.

Outro problema provocado pelo mau tempo e a consequente falta de eletricidade é que o movimento de vacinação contra a covid-19 foi, suspensa em algumas regiões devido à falta de condições. (AratuOn)

Continue Reading

Mundo

Presidente dos EUA garante vacina para todos norte-americanos até julho deste ano


Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden prometeu garantir até julho desde ano vacina contra a Covid-19 para todos os norte-americanos.

“Vamos ter mais de 600 milhões de doses, o suficiente para vacinar todos os americanos”, disse o democrata durante sua participação no evento da emissora CNN nos EUA.

Ele ressaltou que havia apenas 50 milhões de doses disponíveis quando tomou posse, em 20 de janeiro. Para aumentar a produção, segundo ele, implementou a Lei de Produção de Defesa “para que produtores tenham mais equipamentos”.

Outro desafio para vacinar a população apontado por Biden era a falta de profissionais que aplicassem o imunizante, o que gerou uma ordem executiva presidencial para que enfermeiros e médicos aposentados voltassem à ativa. As informações são da Folha de S.Paulo.

Continue Reading

Mundo

Cinco anos após pior surto, Guiné declara novo surto de ebola no país


A Guiné declarou neste domingo (14) que vive por um novo surto de ebola, cerca de cinco anos após o pior surto da doença no mundo. Três mortes e quatro casos da doença foram registrados no sudoeste do país.

“Diante desta situação e de acordo com os regulamentos internacionais de saúde, o governo da Guiné declara uma epidemia de ebola”, declarou em comunicado o ministro da Saúde da Guiné, Remy Lamah.

De acordo com informações da Agência Brasil e da Reuters, os sete pacientes apresentaram sintomas como diarreia, vômitos e sangramentos, depois de participarem de um velório na subprefeitura de Goueke. Os demais que não foram diagnosticados com a doença foram isolados em centros de tratamento.

A pessoa cujo corpo foi velado em 1º de fevereiro era uma enfermeira em um centro de saúde local e morreu depois de contrair uma doença. Não foi especificado se ela morreu de ebola.

O surto de ebola foi registrado na África Ocidental entre 2013 e 2016. A doença matou cerca de 11,3 mil pessoas. A maior parte dos casos foi identificada na Guiné, na Libéria e em Sierra Leoa.

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas