Connect with us

Brasil

‘Forças Armadas jamais aceitariam convite contra a liberdade’, diz Bolsonaro


O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) declarou ontem (21) que as Forças Armadas jamais aceitariam um presidente que fosse contrário à liberdade. Após ter afirmado, na semana passada, que o regime político do país depende do exército, ele garantiu que a organização é “comprometida com a democracia”.

Em um vídeo ao vivo, nas suas redes sociais, Bolsonaro disse que, “graças a Deus, aqui no Brasil, temos Forças Armadas comprometidas com a democracia e com a liberdade”. Ele caracterizou a entidade como “um grande pilar da democracia”. Segundo o presidente, as Forças Armadas “jamais aceitariam o convite de uma autoridade de plantão de enviesar para um caminho diferente da liberdade”.

Na última segunda-feira (18), o chefe de Estado alegou que “quem decide se um povo vive sob uma democracia ou uma ditadura” são os militares do país.

“Por que sucatearam as Forças Armadas ao longo de 20 anos? Porque nós, militares, somos o último obstáculo para o socialismo. Quem decide se um povo vai viver na democracia ou na ditadura são as suas Forças Armadas. Não tem ditadura onde as Forças Armadas não apoiam. No Brasil, temos liberdade ainda. Se nós não reconhecermos o valor destes homens e mulheres que estão lá, tudo pode mudar”, advertiu. (Metro1)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Brasil registra 1.840 mortes por Covid em 24h e renova recorde


O Brasil bateu, pelo segundo dia consecutivo, o recorde de mortes por Covid-19 notificadas em 24h. Foram 1.840 óbitos contabilizados pelas secretarias estaduais de saúde. O país totaliza 259.402 vidas perdidas para o novo coronavírus. A média móvel também bateu um novo recorde: 1.332. É o quinto dia consecutivo que isto ocorre. O cálculo está 29% maior do que duas semanas atrás.

Veja os dez dias com maior número de mortes por Covid-19:

  • 3/3/2021 com 1.840 mortes
  • 2/3/2021 com 1.726 mortes
  • 25/2/2021 com 1.582 mortes
  • 29/7/2020 com 1.554 mortes
  • 4/6/2020 com 1.470 mortes
  • 11/2/2021 com 1.452 mortes
  • 28/1/2021 com 1.439 mortes
  • 24/2/2021 com 1.433 mortes
  • 18/2/2021 com 1.432 mortes
  • 4/8/2020 com 1.394 mortes

Desde as 20h de terça-feira, 74.376 novos casos foram registrados, elevando para 10.722.221 o total de infectados pelo vírus Sars-CoV-2 no país. A média móvel foi de 56.602 diagnósticos positivos, 27% maior do que o cálculo de 14 dias atrás.

A “média móvel de 7 dias” faz uma média entre o número do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão. Fonte: OGlobo.

Continue Reading

Brasil

Senado vota nesta quarta PEC que abre caminhos para novo auxílio emergencial; confira valores


O Governo Federal prepara a medida provisória que definirá o novo auxílio emergencial de R$ 250 assim que a Proposta de Emenda à Constituição 186, que cria espaco para o benefício nas contas públicas, for aprovada em votação no Senado ainda nesta quarta-feira (3/3). A MP trará outros dois valores: R$ 175 e R$ 375.

Além do público do Bolsa Família, também serão beneficiados os inscritos no Cadastro Único e os trabalhadores informais. De acordo com apuração do SBT News,  as cotas previstas na MP, a ser publicada na próxima semana, serão diferenciadas. Além dos valores de R$ 250 previstos para a maior parte dos beneficiados, haverá outras duas cotas: R$ 175 para pessoas sozinhas (unifamiliar) e R$ 375 para as mulheres chefes de família (monoparentais).

A previsão é que a PEC Emergencial seja aprovada no Senado ainda nesta quarta. Na Câmara, a aprovação deverá ocorrer na próxima quarta-feira (10/3). Assim, a MP com a definção dos valores deverá ser editada até o final da semana que vem.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Brasil

Hospital em Porto Alegre instala contêiner refrigerado para armazenar corpos de vítimas da Covid-19

Foto : Itamar Aguiar/Pálacio Piratini

O Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre (RS) teve que instalar um contêiner refrigerado para armazenar corpos de pacientes mortos pela Covid-19. A capital enfrenta um colapso no seu sistema de saúde diante do grande aumento de casos e internações pela doença.

Segundo um comunicado divulgado pela unidade particular, a instalação é uma medida preventiva a ser utilizada “somente em caso de real necessidade”. O necrotério do hospital tem como armazenar três corpos, quantidade suficiente para o porte da unidade, segundo a instituição. Mas, com a explosão do número de mortes pela doença, pode precisar de mais espaço.

O índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Moinho de Vento chegou a 120%, com 79 pacientes para 66 leitos originalmente disponíveis. A unidade abriu novas alas para atender a demanda de infectados com o vírus necessitando de cuidados hospitalares.

A taxa de ocupação de UTIs na cidade ultrapassou 100% ontem (2). Muitos hospitais estão improvisando leitos para atender pacientes.

Leia a matéria original em Metro1

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas