Connect with us

Polícia

Três pessoas assassinadas neste fim de semana em Feira de Santana

A Polícia Civil registrou três homicídios neste fim de semana em Feira de Santana. Os crimes ocorreram nos bairros Alto do Papagaio, Lagoa do Subaé e Gabriela.

Alto do Papagaio

Foi assassinado na Rua 02, bairro Alto do Papagaio em Feira de Santana por volta das 22h de ontem (31), Alisson da Silva Lopes, de 27 anos. Ele morava na rua onde o crime ocorreu e os tiros atingiram a região da coxa esquerda e direita, tórax e braços. Até o momento a autoria é desconhecida. O delegado Felipe Ghiraldelli efetuou o levantamento cadavérico juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Parque Lagoa do Subaé

Um homem foi morto a tiros por volta das 15h45 dee domingo (31) , na Rua Uirapuru, no bairro Parque Lagoa do Subaé, próximo a uma loja de material de construção. De acordo com a polícia, a vítima, que não foi identificada, vestia camisa preta e bermuda xadrez. O corpo possuía ferimentos a bala na região do tronco. O levantamento cadavérico foi realizado pela delegada Thiara Ramos. Não há mais informações sobre este homicídio. 

Gabriela

Por volta das 22h de sábado (30), policiais da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana realizaram o levantamento cadavérico de um homem, que foi baleado dentro de um bar localizado na Rua Bem Amado, no bairro Gabriela. Segundo testemunhas, o crime teria ocorrido por volta das 21 horas. Ao chegar ao local do assassinato, os policiais encontraram a vítima caída no chão do estabelecimento, de barriga para baixo e com várias perfurações a bala, espalhadas pelo corpo. De acordo com a polícia, o homem não portava documentos pessoais, mas familiares que se dirigiram ao local informaram se tratar de Adriano de Jesus Cordeiro. Os policiais não informaram se a família ou outras pessoas presentes testemunharam sobre o crime, por isso a motivação e as circunstâncias do homicídio não foram reveladas.

Com informações dos repórteres Aldo Matos e Ed Santos do Acorda Cidade.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PM reage à sequência de homicídios e dois indivíduos morrem em confronto em Jaguaquara

A população de Jaguaquara vivenciou semanas de medo, gerado pela sensação de insegurança pela percepção do risco diante de uma sequência de homicídios, 13 em pouco mais de um mês, em diferentes pontos do Município, sobretudo em áreas periféricas, fazendo a cidade aparecer veementemente no noticiário de ocorrências policiais nos últimos dias.

Por volta das 13h desta segunda-feira (19), uma operação policial foi realizada no bairro onde está localizado o Pelotão da PM, Malvina II, e dois suspeitos foram alvejados em confronto, conforme a Polícia Militar, eles foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Em nota à imprensa, a 3ª Cia, integrada ao 19º BPM, informou que as guarnições de serviço receberam denúncias de que o principal suspeito de praticar o último homicídio contra um jovem, registrado na noite de domingo (18) no bairro Lagoa estaria escondido em uma residência na Malvina, quando foi deflagrada a ação conjunta com a participação da SOINT do 19º BPM, para averiguar e confirmar a informação.

Ainda de acordo com a nota, ”após aproximação, foi realizado o cerco perimetral e no momento da abordagem ao imóvel, os policiais foram recebidos a tiros por dois indivíduos que se encontravam no interior do imóvel. Houve revide à injusta agressão e dois indivíduos foram incapacitados e socorridos de imediato, evoluindo a óbito. Vale salientar que os dois resistentes estão diretamente ligados aos homicídios ocorridos no município e que um deles possuía mandado de prisão em aberto”.

Com a dupla foram apreendidas uma pistola, calibre 9mm, de marca Jerichó (fabricação israelense), com 10 munições intactas; e um revólver calibre .38, com 02 munições intactas e 04 deflagradas.

Os mortos foram identificados por Paulo Henrique dos Santos França Costa, alcunha: Bahia; e Rodrigo Santos da Silva. Os corpos foram levados do Hospital Municipal para o Instituto Médico Legal de Jequié por uma equipe da Polícia Técnica. A Delegacia Territorial, que investiga os casos diz que os homicídios tiveram relação com o tráfico de entorpecente.

Leia a matéria original em Blog Marcos Frahm

Continue Reading

Polícia

SAJ: Jovem é assassinado no bairro Irmã Dulce; município registra 2ª crime em menos de 24h

Mais uma homicídio foi registrado em Santo Antônio de Jesus durante o final de semana. Um jovem de prenome Léo, foi morto a tiros no bairro irmã Dulce na noite de domingo (18). Sobre a autoria e motivação do crime, o Voz da Bahia não obteve informações. O corpo foi removido para o Departamento de Polícia Técnica.

Vale ressaltar que o município registra duas mortes em menos de 24h. Na manhã de ontem, um corpo com marca de tiro foi encontrado no Loteamento Doce Lar, no bairro Andaia.

O caso foi registrado na delegacia da cidade onde será investigado. Sobe para 21 o número de mortes na cidade.

Continue Reading

Polícia

Homem é preso após polícia flagrar festa clandestina com aglomeração, som e bebidas alcoólicas no sudoeste da BA

Um homem foi preso na noite de sexta-feira (16), após ser flagrado realizando uma festa com cerca de 30 pessoas aglomeradas, som e bebidas alcoólicas em Barra do Choça, no sudoeste da Bahia. A informação da 79ª Companhia Independente de Polícia (CIPM/Poções), que realizou a prisão.

Os militares também encerraram o evento e apreenderam um aparelho de som. Shows, festas e atividades esportivas coletivas estão proibidas na Bahia neste período de pandemia, como forma de evitar a disseminação do coronavírus.

Os policiais que participaram da ação, detalharam que realizavam o patrulhamento de rotina quando foram acionados para averiguar uma denúncia de aglomeração de pessoas e perturbação do sossego em uma região conhecida como Alto da Barra.

No local indicado, a guarnição visualizou as 30 pessoas aglomeradas em torno de um aparelho de som, consumindo bebidas alcoólicas, sem o uso de máscara de proteção e em flagrante desacordo às medidas sanitárias que a atual situação de pandemia nos impõe.

Além da violação contra medida sanitária preventiva, foi constatada também a contravenção penal de perturbação do sossego.

O organizador do evento e todo aparelho sonoro foram encaminhados à presença da autoridade policial competente para que as medidas judiciais fossem adotadas. Fonte: G1 Bahia

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas