Connect with us

Salvador

Cinco são conduzidos a delegacia nas primeiras horas do Toque de Recolher em Salvador

Foto: Alberto Maraux/ SSP

Até a 0h deste sábado, 20, cinco pessoas foram conduzidas à delegacia, em Salvador, por descumprimento do toque de recolher. Nos bairros de Itapuã, Rio Vermelho e Barra, onde se concentra grande número de bares, nenhum caso foi registrado.

Os flagrantes por desobediência ao decreto estadual ocorreram no Complexo do Nordeste de Amaralina, onde quatro pessoas foram conduzidas e, no bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário, onde um homem foi detido, após ser flagrado com som automotivo. O equipamento também foi apresentado na delegacia.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). o boletim com o balanço completo do primeiro dia do toque de recolher vai ser divulgado ainda neste sábado.

Rondas

No primeiro dia de vigência do toque de recolher em 343 cidades baianas, equipes da Polícia Militar da Bahia, acompanhadas de fiscais das prefeituras, fizeram rondas em busca de flagrantes de desrespeito ao decreto estadual, que estabelece o toque de recolher por sete dias, das 22h às 5h.

Para denunciar descumprimento do decreto na capital, basta ligar par o 190 ou para o número 3235-0000 e, no interior do estado, por meio do 181. No caso de flagrante de funcionamento após as 22h, os comerciantes podem ter seus estabelecimentos interditados e o alvará cassado.

Vigência e determinações

A vigência do decreto é desta sexta-feira, 19, até 25 de fevereiro. Segundo o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, o Centro de Comando e Controle da SSP irá funcionar 24 horas por dia, durante o toque de recolher, para monitorar e fiscalizar o cumprimento das determinações.

De acordo com o decreto, os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as atividades até as 21h30, para garantir o deslocamento dos funcionários e colaboradores às suas residências. A determinação não se aplica ao funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários e aeroviários ou ao deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização dessas atividades fins.

Os meios de transporte metropolitanos (ônibus, metrô, ferryboat e lanchinhas) ficam autorizados até as 22h30, horário em que devem ser encerrados. Em Salvador, os ônibus urbanos deverão obedecer decreto publicado pela Prefeitura.

Fica expressamente vedado, entre as 22h e as 5h, o funcionamento de bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas, inclusive na modalidade delivery. Não são alcançados pelo decreto os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; os serviços delivery de farmácia e medicamentos; e as atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

Leia a matéria original em Voz da Bahia

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salvador

Bruno Reis: sistema de saúde pode entrar em colapso nas próximas horas em Salvador

Foto: Matheus Morais/bahia.ba

Durante coletiva virtual à imprensa, na manhã desta quinta-feira (4), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), disse que a rede municipal de Saúde pode entrar em colapso já nas próximas horas.

Segundo ele, o número de pacientes infectados com coronavírus só faz crescer na cidade. Bruno informou ainda que, atualmente, 117 pacientes esperam pela regulação em Unidades de Pronto Atendimento de Salvador.

“Temos um novo recorde. Ontem eram 107, anteontem eram 96. E, mesmo mantendo média de 70, 75 regulados, os números não cedem”, ressaltou o prefeito de Salvador.

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Salvador

Médico do Samu diz que pacientes estão morrendo dentro de ambulâncias em Salvador e alerta: “a situação é gravíssima”


Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) gravou um vídeo para alertar sobre a falta de vagas nos hospitais de Salvador para atender pacientes com suspeita de Covid-19. Na filmagem, Pedro Julião aparece em uma ambulância e relata que um paciente aguardava há cerca de sete horas dentro do veículo por um leito em uma das unidades de saúde da capital baiana. [veja vídeo ao final da matéria]

“Estamos desde 15h com um paciente dentro da ambulância com desconforto respiratório e fazendo uso de oxigênio […] Salvador não tem vagas para a gente levar os pacientes. Por favor, entendam: a situação é gravíssima. Nós chegamos ao limite da ocupação dos leitos”, diz o profissional. 

Julião ressalta ainda a importância de manter o isolamento social e defende as medidas impostas pelo governo do Estado e prefeitura de Salvador como o lockdown parcial e toque de recolher que estão em vigência no momento.

“Sabemos que hoje a necessidade do isolamento social é muito importante […] Eu entendo que os comerciantes, as pessoas que precisam do trabalho informal precisam levar comida pra casa, mas a gente tem que pensar que a vida humana é muito mais importante que isso. As decisões do governo do Estado e da prefeitura, a intenção é o isolamento social. Façam a sua parte. A situação é real e precária”, alerta o médico. 

“Não duvide que hoje não temos vagas para as pessoas nos hospitais e muitas delas estão falecendo dentro das ambulâncias e na porta das UPAs”, finaliza. 

Pelo segundo dia consecutivo a Bahia amanheceu com o número elevado de pacientes de Covid-19 esperando por uma vaga em um leito exclusivo para o tratamento da doença. Nesta quinta-feira (4), o estado contabiliza 337 pessoas na fila de espera, 47 a menos que nesta quarta (3). A informação é da subsecretária da Saúde do Estado da Bahia, Tereza Paim.

Leia a matéria original em BNews

Continue Reading

Salvador

Corpo de jovem desaparecida em Cajazeiras é achado esquartejado; triângulo amoroso pode ter motivado crime


O corpo de uma mulher foi encontrado esquartejado na Boca da Mata, região de Cajazeiras, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (4/3). Agentes da 13ª Delegacia Territorial (DT) confirmaram a informação ao Aratu On e disseram que a vítima é Ana Gabriela Santos Ribeiro, de 27 anos. 

A identificação oficial ainda será realizada pelo Instituto Médico Legal (IML), mas os policiais civis reconheceram a jovem pelas tatuagens que tinha pelo corpo. Mãe de uma criança, Ana estava desaparecida desde o dia 15 de fevereiro, ao ser vista pela última vez na companhia de dois rapazes. 

O desaparecimento foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que agora apura o homicídio. Oficialmente a polícia não confirma, mas a principal linha de investigação é o envolvimento amoroso de Ana Gabriela com dois traficantes de drogas rivais. 

Corpo-achado-na-Boca-da-Mata

A 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Cajazeiras) foi acionada e isolou a área onde o corpo foi achado até a chegada do Serviço de Investigação de Local de Crime (DHPP).

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas