Connect with us

Educação

Pesquisa da UFRB utiliza inteligência artificial para prever hospitalização por Covid-19


Professores e pesquisadores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) estudaram a previsibilidade de hospitalização de pacientes contaminados pela Covid-19, fazendo uso de aprendizado de máquina, o Machine Learning (ML). Foram investigados bancos de dados com 217.580 pacientes confirmados com SARS-CoV-2, em exames laboratoriais dos estados de Alagoas, Espírito Santo e Santa Catarina.

O estudo usou e cruzou dados públicos desses três estados brasileiros e obteve acurácia entre 79,1% e 84,7%.  A acurácia é a proximidade de um resultado com o seu valor de referência real. Dessa forma, quanto maior a acurácia, mais próximo da referência ou valor real é o resultado encontrado.

Com esses dados, os pesquisadores alimentaram o aplicativo ContraCovid, que pode ser baixado para smartphones gratuitamente no site contracovid.org.

O aplicativo é parte do projeto denominado “ContraCovid – Tecnologias para monitoramento da Covid-19”, criado na UFRB, que investiga técnicas de processamento de sinais e inteligência artificial para desenvolver um método de baixo custo para detecção e monitoramento da Covid-19 através da análise automática de sintomas, particularmente a tosse e a dificuldade respiratória.

No aplicativo, a pessoa se cadastra, preenche o histórico de saúde e informa os sintomas que está sentindo. O aplicativo, então, prevê o risco de hospitalização. A cada nova atualização dos dados do usuário, o sistema processa as novas informações e atualiza a probabilidade de hospitalização.

Telas do aplicativo ContraCovid.
Telas do aplicativo ContraCovid.

Os resultados da pesquisa da UFRB servem para alertar as pessoas que vieram a ser contaminadas, sobre a necessidade ou não de buscar tratamento hospitalar oportuno para a Covid-19, a partir do aparecimento dos primeiros sintomas, evitando que a doença se agrave e venha a necessitar de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Os dados também ajudam as pessoas que moram em áreas remotas e interioranas que venham a contrair a Covid-19, a se anteciparem ao agravamento da doença e se deslocarem para regiões metropolitanas que possuam condições de tratamento adequadas.

A pesquisa foi feita em decorrência da escassez de acesso a testes para o novo coronavírus, um dos principais obstáculos no enfrentamento à pandemia. A evolução rápida, silenciosa e desconhecida dessa doença faz com que muitos pacientes só procurem atendimento quando já é tarde demais para tratar a Síndrome Respiratória Aguda Grave que ela causa.

“Nos casos que precisa de tratamento, quanto mais cedo as pessoas procurarem atendimento é melhor para evitar as consequências graves da Covid-19, como o comprometimento dos pulmões”, alerta o pesquisador Igor Miranda, coordenador da pesquisa. “Do ponto de vista dos profissionais de saúde, pode-se utilizar a ferramenta para saber se o paciente vai precisar de hospitalização ou se quiser usar a ferramenta para ajudar a alocar os leitos hospitalares”, completa Miranda.

Miranda, o professor e pesquisador Gildeberto de Souza Cardoso e o aluno Gabriel Oliveira, do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC) da UFRB, em parceria com os pesquisadores Madhurananda Pahar e Thomas Niesler, da Universidade de Stellenbosch, África do Sul, conduziram a pesquisa cujos resultados foram publicados na plataforma TechRxiv, em artigo ainda sem revisão por pares.

O artigo é denominado “Machine Learning Prediction of Hospitalization due to COVID-19 based on Self-Reported Symptoms: A Study for Brazil”, em tradução livre “Aprendizagem de Máquina para Predição de Hospitalização devido à COVID-19 com base em Sintomas Autorrelatados: Um Estudo para o Brasil”, publicado no último dia 08 de fevereiro. 

Para Miranda, a metodologia da pesquisa desenvolvida pela UFRB poderá ser replicada para outras doenças respiratórias graves.

Segundo Miranda, a pandemia ainda não acabou. “Com toda a complexidade na logística de produção e distribuição das vacinas, precisaremos utilizar recursos como esse, que prevê a evolução da doença, por mais algum tempo”.

Acesse o artigo na íntegra.

Mais sobre o aplicativo ContraCovid em contracovid.org.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Quase 120 concursos públicos com inscrições abertas reúnem 212,5 mil vagas em todo o país


Pelo menos 116 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (1) e reúnem 212,5 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 21.227,68 na Prefeitura de Guaraciaba (SC). Só no IBGE são mais de 200 mil vagas de nível fundamental e médio.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Entre os principais concursos federais abertos estão:

  • Aeronáutica, para 223 vagas de nível médio
  • Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), para cadastro de reserva em cargos de nível superior
  • Conselho Federal de Química, para 270 vagas de nível superior
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para 22.409 vagas de nível médio e outro para 181.898 vagas de nível fundamental
  • Marinha, dois para 980 vagas de nível médio e outro para 33 vagas de músicos
  • Ministério da Economia, que oferece 590 vagas

Nesta segunda-feira, pelo menos 14 órgãos abrem o prazo de inscrições para 474 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 14.810,76 na Prefeitura de São Bento do Sul (SC). Veja abaixo as informações de cada concurso:https://91bfcc23e13f3dab3c64b60aed7ef348.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Marinha

  • Inscrições: até 13/04/2021
  • 33 vagas
  • Cargos de nível médio
  • Veja o edital

Prefeitura de Apiacás (MT)

  • Inscrições: até 12/03/2021
  • 4 vagas
  • Salários de até R$ 4.019,46
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Baliza (GO)

  • Inscrições: até 05/03/2021
  • 43 vagas
  • Salários de até R$ 1.841,51
  • Cargos de nível fundamental e médio
  • Veja o edital

Prefeitura de Bela Vista de Goiás (GO)

  • Inscrições: até 02/03/2021
  • 4 vagas
  • Salários de até R$ 1.500,00
  • Cargos de nível fundamental
  • Veja o edital

Prefeitura de Bela Vista do Toldo (SC)

  • Inscrições: até 02/03/2021
  • 5 vagas
  • Salários de até R$ 2.886,15
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Benjamin Constant (AM)

  • Inscrições: até 03/03/2021
  • 172 vagas
  • Salários de até R$ 1.443,12
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Catalão (GO)

  • Inscrições: até 03/03/2021
  • 15 vagas
  • Salários de até R$ 1.600,00
  • Cargos de nível fundamental e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Curvelo (MG)

  • Inscrições: até 05/03/2021
  • 10 vagas
  • Salários de até R$ 3.614,54
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Espírito Santo do Dourado (MG)

  • Inscrições: até 11/03/2021
  • 51 vagas
  • Salários de até R$ 8.312,93
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Ibiraçu (ES)

  • Inscrições: até 02/03/2021
  • 4 vagas
  • Salários de até R$ 2.190,51
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Independência (RS)

  • Inscrições: até 03/03/2021
  • 5 vagas
  • Salários de até R$ 1.546,38
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Itiquira (MT)

  • Inscrições: até 12/03/2021
  • 118vagas
  • Salários de até R$ 10.777,93
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Pedro Gomes (MS)

  • Inscrições: até 05/03/2021
  • 10 vagas
  • Salários de até R$ 942,02
  • Cargos de nível fundamental
  • Veja o edital

Prefeitura de São Bento do Sul (SC)

  • Inscrições: até 07/03/2021
  • Cadastro de reserva
  • Salários de até R$ 14.810,76
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Fonte: G1.

Continue Reading

Educação

Matrículas de novos alunos da rede estadual de ensino serão feitas pelo SAC Digital


A matrícula dos estudantes que já fazem parte da rede estadual de ensino será renovada automamente, ou seja, não será preciso se dirigir às unidades escolares ou fazer qualquer tipo de atualização cadastral via internet.

Para os estudantes que irão ingressar na rede estadual, uma pré-matrícula será realizada a partir do dia 15, também de forma virtual. De acordo com o secretário estadual da educação, Jerônimo Rodrigues, o procedimento será através da plataforma SAC Digital.

Um calendário específico está em fase de elaboração e será divulgado em breve através de canais de comunicação em conjunto com as escolas, com a Secretaria e com a Ouvidoria. Fonte: Metro1

Continue Reading

Bahia

Secretaria da Educação apresenta planejamento do ano letivo da rede estadual; confira


O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, apresentou na manhã de hoje (24) os detalhes do planejamento o ano letivo 2020/2021 da rede estadual de ensino. Em coletiva de imprensa virtual, ele afirmou que as aulas terão início no dia 15 de março, num modelo de ensino 100% remoto, com aulas e conteúdos disponibilizados online e também em material físico, para os alunos sem condição de acesso à internet. 

“São aulas remotas. Aquele estudante que tiver internet, irá ter material online disponível. Os que não têm acesso, receberão material físico nas escolas. Iremos fazer um calendário em parceria com as escolas e prefeituras para que todos recebam o material de forma organizada e sem aglomeração. Criamos essa estratégia para contemplar todos os estudantes da Bahia, inclusive os que moram na zona rural e não têm acesso a sinal de telefone ou banda larga”, destacou o secretário.

Segundo anunciado por Jerônimo, os estudantes terão acesso ao novo canal da TV Educativa, o Educa Bahia e poderão pegar os livros didáticos e cadernos de apoio nas escolas, além de utilizar a internet das unidades de ensino. Os exercícios de reforço serão realizados remotamente via Whatsapp e salas virtuais do Google.  Fonte: Metro1

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas