Connect with us

Violência

Camaçari: Menina de dois anos morre com tiro na cabeça um dia antes do aniversário

A festa de 3 anos da Isabela Guimarães Santos estava pronta. Todos os detalhes haviam sido pensados pela mãe que pretendia realizar uma festa simples na casa da família, em Águas Claras, Salvador, com a presença de pessoas mais próximas, mas a pequena não teve a chance de soprar a velinha. Ela foi morta no último domingo, 21, com um tiro na cabeça junto com a avó materna, um dia antes do aniversário.

O crime aconteceu na Rua das Almas, bairro dos 46, na residência da avó, Edileuza Cipriano das Neves, de 46 anos, com quem a criança costumava passar os finais de semana. 

De acordo com um tio paterno de Isabela, no dia do crime, um homem, com quem Edileuza teria tido uma discussão, invadiu a casa à procura do desafeto. Ao encontrar as duas em um dos cômodos da residência, ele sacou a arma e disparou em direção a mulher. A criança, que estava ao lado, não teve tempo de correr, foi alvejada e morreu na hora.

“A menina foi passar o final de semana com a avó que se envolveu em uma discussão, não sei se foi uma discussão apenas com ofensas verbais ou com agressões físicas, acabou que o rapaz se ofendeu, entrou na casa, sacou a arma e atirou primeiro na avó, como a menina estava do lado, ele também atirou”, conta o tio. 

No local do crime havia uma quarta pessoa, um vizinho de Edileuza que presenciou o crime e que, também, foi baleado. Ele é o único sobrevivente. Com um ferimento na perna, foi encaminhado e atendido em uma unidade de saúde da cidade. 

O tio de Isabela, diz que a mãe e o pai da criança, seu irmão, estão bastante abalados. Parte da família realizará amanhã um protesto na BR-324, na altura do posto Caramuru. A intenção é chamar atenção das autoridades já que o suspeito do crime ainda não foi preso. (BNews)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Violência

Dupla é acusada de furto, mata colega e enterra corpo em quintal na Bahia

Dois suspeitos de matar um homem e enterrar o corpo em um quintal foram presos nesta segunda-feira (19/4) em Senhor do Bonfim, a 390 km de Salvador, onde o crime ocorreu.

A vítima foi identificada como Ricardo Luiz Bispo da Silva, conhecido como “Tita”. Conforme a Polícia Civil, o homicídio ocorreu após uma discussão motivada pelo furto de um celular, no dia 1º de abril.

“Os três passaram o dia consumindo bebida alcoólica, quando a vítima sentiu falta do seu aparelho e acusou a dupla de furto. Ele foi atacado com golpes de picareta e uma faca”, relatou o titular da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Bonfim), Felipe Neri Neto. 

Segundo as investigações, a dupla enterrou o corpo no quintal da casa de um dos autores, e posteriormente, o removeu e transportou para uma cova rasa. “Populares encontraram o corpo do homem e acionaram a polícia”, acrescentou o delegado. 

O mandado de prisão foi cumprido por agentes da 19º Coorpin, em conjunto com policiais da Delegacia Territorial (DT) de Senhor do Bonfim. Durante o cumprimento dos mandados de buscas, os policiais apreenderam os objetos utilizados pelos suspeitos. O material deverá passar por perícia no Departamento de Polícia Técnica. 

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Violência

Jovem é assassinado com requintes de crueldade em Porto Seguro

O corpo de um homem, identificado como Fagner Silveira, foi encontrado num matagal no distrito de Vera Cruz, em Porto Seguro, na manhã deste sábado (10).

Além de ter sido morto, o rapaz teve os olhos arrancados. Morador de Eunápolis, ele tinha saído de casa na noite de ontem e não voltou.

Faguinho como era conhecido, era casado e deixa duas filhas. Ele trabalhava em uma empresa terceirizada da Coelba, onde tinha muitos amigos.

A Polícia Civil está investigando o caso, mas ainda não há informações sobre os autores. (Fonte: Blog do Sena)

Continue Reading

Violência

Crianças são baleadas em festa de Páscoa em Salvador

(Bruno Wendel/CORREIO)

Contrariando as recomendações para evitar o avanço da covid-19, moradores da Fazenda Grande do Retiro se aglomeraram em uma festa realizada na comunidade de Vila Natal, na tarde deste Domingo de Páscoa (4). A praça estava lotada, principalmente de crianças, que brincavam parque e na quadra. Mas o cenário de diversão virou palco de tragédia quando bandidos balearam pelo menos seis pessoas, entre elas duas crianças.

A festa de Páscoa, promovida pelos próprios moradores, aconteceu na Praça do Príncipe, onde há um parque e foi montado uma cama elástica numa quadrada de esporte.

Na manhã desta segunda-feira (5), moradores relembraram o pesadelo vivido em plena Semana Santa. Eles não souberam informar onde uma das crianças, um menino de 9 anos, estava quando foi baleada, mas um rastro com respingos de sangue em direção à cama elástica indica que ele estava brincando. A família do menino não foi localizada.   

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam reunidas na quadra da Vila Natal quando homens armados entraram e começaram a atirar. Policiais da 9ª Companhia Independente da PM (CIPM/Pirajá) foram acionados por volta das 17h50 com a informação de que uma criança tinha sido baleada.

“Em contato com o posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), houve a confirmação da entrada de mais quatro pessoas relacionadas à mesma ocorrência. Posteriormente, foi localizada mais uma vítima, um homem também atingido pelos disparos, que foi atendido no Hospital Santa Izabel. Todas as seis vítimas foram socorridas por populares no local”, diz nota enviada pela PM. 

A PM informou ainda que a 9ª CIPM está com o policiamento intensificado na região de Fazenda Grande do Retiro, com o apoio da Rondesp BTS e Operação Apolo, e garantiu que segue em busca dos autores dos disparos de arma de fogo. Até agora ninguém foi preso. 

Apesar de serem oficialmente seis pessoas socorridas para unidades de saúde, moradores do bairro garantem que foram nove baleados. “Havia muita gente. Eu mesmo tive que socorrer as pessoas. Uma parte foi para o HGE e outra foi levada para uma UPA, inclusive um outro menino que foi atingido de raspão na perna”, disse um comerciante que pediu para não ser identificado.

Quem mora no local garante ainda que o ataque foi provocado por traficantes da localidade de Nó de Pau, área de atuação é da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM). O tráfico de drogas na Vila Natal é atualmente comandado pelo Bonde do Ajeita (BDA) – uma dissidência do BDM.  

Apesar das informações da PM e dos moradores da Fazenda Grande do Retiro, a Polícia Civil, que investiga o caso, diz ter tomado conhecido apenas de quatro pessoas foram baleadas até o momento: um homem de 21 e uma mulher atingidos no pé direito, uma criança de 9 ferida no abdômen e um homem de 27 baleado no tórax e nas pernas. O caso está sob responsabilidade da 4ª Delegacia (São Caetano).    

Ataque
A Vila Natal está localizada logo após a agência do banco Bradesco que fica na Rua Mello Moraes Filho, a principal do bairro, e ao lado da Igreja Católica Natividade do Menino Jesus.

A festa estava tão cheia, que não havia mais espaço para se interagir na Vila Natal. As pessoas tiveram que se aglomerar também em frente à igreja. “Estava todo mundo confraternizando de boa, como em todos os anos. É tradição ter festa aqui na Semana Santa. A brincadeira é só com os moradores, todo mundo de bem. Só tinha pais de família e crianças”, contou uma moradora. 

Era por volta das 17h30 quando os homens armados chegaram ao local. “Tudo meninote. Saíram de lá (Nó do Pau) andando no meio da rua. Os carros tinham que parar para eles passarem. O mais velho não tinha mais de 20 anos. Sei disso porque vi da janela. Um deles foi colega de escola do meu filho”, contou um dos moradores. 

De acordo com os relatos, o grupo armado avistou o alvo entre as pessoas que estavam perto da igreja e começou a atirar. “Foi um desespero só. Todo mundo correndo para todos os lados, inclusive o cara que eles queriam morto. Esse alvo dele correu para a Vila e entrou na quadra, onde estava a cama elástica. A gente não sabe se o menino foi baleado nesse momento, quando brincava, ou antes, porque havia outras crianças espalhadas na vila e o garoto pode ter sido atingido logo no início da perseguição”, pontuou um dos moradores. 

Quem mora na comunidade diz que o alvo dos bandidos é o gerente do tráfico da Vila Natal, que teria sido baleado mais de uma vez. Contam ainda que, após o ataque, o grupo foi atrás de outra liderança do tráfico do BDA na Avenida Bahia, mas não encontraram.

Na semana passada, este alvo escapou de uma emboscada no mesmo local. Ele estava com a namorada quando o BDA surgiu atirando. O casal fugiu numa moto, mas a mulher, que estava na garupa, foi atingida mais de uma vez e caiu no chão. 

“Não sabemos por que o pessoal do BDA não aproveitou a situação para matar a moça. Acho que eles só queriam o chefe mesmo. Depois que o BDA foi embora, o chefe veio de carro e socorreu a namorada, que foi atingida nos braços, pernas e maxilar”, contou um morador. 

Leia a matéria original em Correio.

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas