Connect with us

Brasil

Auxílio emergencial foi negado em 2021? Veja como contestar

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

No ano passado, o auxílio emergencial beneficiou cerca de 68 milhões de pessoas, mas nem todas vão receber o crédito nesta nova rodada. De acordo com o Dataprev, somente 40,4 milhões de cidadãos tiveram os resultados da elegibilidade processados na primeira etapa.

Aqueles que foram excluídos da nova lista podem fazer a contestação do crédito pelo site do Ministério da Cidadania, no prazo máximo de dez dias corridos.

A partir desta sexta-feira (2),  o público potencial do auxílio emergencial 2021 pode consultar se foi considerado elegível ou não ao recebimento pelo endereço www.cidadania.gov.br/auxilio.

Quem receber a negativa, pode clicar sobre o botão “Contestar”. Porém, o sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles em que é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev, onde são processados os auxílios, como já ocorria no ano passado.

Se, depois do crédito da primeira parcela, o pagamento for cancelado por causa do processo de reavaliação mensal, o beneficiário também poderá contestar a decisão. Para receber essas parcelas canceladas e não pagas, de modo retroativo, será necessária uma decisão judicial ou processamentos de ofício realizados pelo Ministério da Cidadania.

Os critérios de elegibilidade foram aprimorados atendendo recomendações de órgãos de controle, e o benefício será pago a famílias com renda per capita de até meio salário mínimo e renda mensal total de até três salários mínimos.

Trabalhadores formais continuam impedidos de solicitar o recurso, assim como cidadãos que recebam benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família e do PIS/PASEP.

O auxílio emergencial 2021 será pago em quatro parcelas mensais de R$ 250, em média, exceção às mulheres chefes de família monoparental (criam os filhos sozinhas), que terão direito a R$ 375, e aos indivíduos que moram sozinhos (família unipessoal), que receberão R$ 150.

Os créditos em conta social têm início já na próxima terça-feira para trabalhadores nascidos em janeiro que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa e integrantes do Cadastro Único do Governo Federal.

O cronograma de créditos segue até 30 de abril para nascidos em dezembro. Para beneficiários do Bolsa Família, nada muda. Eles receberão os repasses de acordo com o calendário habitual do programa, que em abril tem início no dia 16.

Leia a matéria original em Ibahia

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Filho de Flordelis diz que mãe pediu para ele assumir a autoria do crime

Acusado de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo, Lucas Cézar dos Santos afirmou nesta segunda-feira (19/4) que sua mãe, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), pediu que ele assumisse a autoria do crime. A afirmação foi dada por Santos durante depoimento ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

“Isso veio em uma carta através dos advogados do Flávio. Cheguei no presídio dias depois dele. Ficamos na mesma cela. Minha mãe mandava cartas com frequência para mim. Em uma delas, ela pediu para eu assumir a autoria do crime. Do contrário, ela e o Flávio (filho biológico de Flordelis) poderiam ser prejudicados. Ela pediu para eu fazer isso, falando que não iria me abandonar e me daria toda a assistência. Inclusive a carta tinha a assinatura dela”, revelou Lucas. 

Ainda durante o depoimento, Lucas de Souza declarou que não recebeu diretamente da deputada qualquer informação ou ordem para o crime, e atribuiu o planejamento do assassinato à Marzy Teixeira da Silva, outra filha adotiva da parlamentar.

“Quem entrou em contato comigo pela primeira vez foi a Marzy, em janeiro de 2019. Ela me ofereceu um dinheiro. Falou que o Anderson estava atrapalhando a vida dela, atrapalhando a vida da minha mãe e que ninguém na casa estava suportando mais ele e perguntou se eu não dava um fim nele. Na época, eu estava no tráfico de drogas. Ela me ofereceu o valor de R$ 10 mil e alguns relógios para eu dar um fim nele. E me mandou uns prints de conversas dela com a minha mãe”, detalhou. 

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou dois filhos de Flordelis pela morte do pastor, em junho de 2019, em Niterói, na região metropolitana do Rio. De acordo com o órgão, Flávio dos Santos Rodrigues foi responsável por atirar em Anderson, enquanto Lucas Souza teria atuado como cúmplice por saber do plano de execução, além de ter ajudado seu irmão a comprar a arma usada no assassinato.

No depoimento ao Conselho de Ética, Souza disse que Flordelis pediu sequência no plano de execução do pastor. “Sim, tem um print que ela mandou me mandar, para me convencer, para simular um assalto e matar ele, que ele estava atrapalhando.”

Flordelis foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por suspeita de ser a mandante do assassinato do ex-pastor. A parlamentar foi denunciada por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa, uso de documento falso e falsidade ideológica. Por causa da imunidade parlamentar, não foi presa. Ela nega as acusações.

Leia a matéria original em AratuOn

Continue Reading

Brasil

Três crianças torturadas em ritual religioso contra Covid-19 são resgatadas pela polícia

Por: Reprodução/redes sociais

Uma cerimônia religiosa contra o coronavírus torturou três crianças no município de Bragança, no Pará. A Polícia Militar do estado realizou o resgate das vítimas na última quarta-feira (14). 

A polícia informou que o ritual tinha o objetivo de acabar com a pandemia de Covid-19 no mundo e que, durante o culto, as crianças eram cobertas com um tecido branco e colocadas em pé em frente a uma cruz. Enquanto isso, várias pessoas realizavam orações ao redor das vítimas.

Irmãos de 1, 8 e 11 anos, as crianças foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para cuidados em um abrigo. 

A família das crianças não queriam que a polícia realizasse o resgate e os moradores estavam revoltados. “Só conseguimos resgatar três crianças na hora do sufoco. Um bebê de 1 ano e três meses era o que mais estava sofrendo com essa situação. A família não queria que a gente tirasse a criança porque estavam fazendo uma espécie de reza. Só que a criança chorava muito de fome e de sede, assim como as outras”, detalhou a conselheira Rosa Quemel ao G1.

Os supostos maus-tratos seguem sendo investigados pela Polícia Civil. Através de depoimentos coletados, novas diligências serão realizadas para apurar o caso e detectar todos os envolvidos. Nenhuma prisão foi confirmada.

Leia a matéria original em BNews

Continue Reading

Brasil

Brasil registra 1.347 óbitos e 30.634 casos de coronavírus nas últimas 24 horas

Foto: Jefferson Peixoto/SecomPMS

O Brasil contabiliza 374.682 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta segunda-feira (19). Em 24 horas, foram registrados 1.347 novos óbitos pelas secretarias estaduais de saúde.

A soma de casos acumulados é de 13.973.695. Entre ontem e hoje, foram notificados 30.624 novos casos de infecção. Os dados indicam também que 1.138.301 pacientes estão, neste momento, em acompanhamento. Outros 12.460.712, o correspondente a 89,2% dos infectados, já se recuperaram.

Estados

São Paulo soma até o momento 2.750.300 pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (1.281.421) e Rio Grande do Sul (922.550). Já o Acre segue com o menor número de casos (75.599), seguido de Roraima (93.790) e Amapá (103.374).

Em número de mortes, São Paulo também lidera, com 88.528 óbitos. Rio de Janeiro (41.418) e Minas Gerais (30.397) aparecem na sequência. Os estados com menos mortes são Acre (1.433), Roraima (1.445) e Amapá (1.477).

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas