Connect with us

Violência

Jovem tem cortes e hematomas no rosto após ser agredida na BA e família denuncia amigo: ‘Que não fique impune’, diz irmã

Uma jovem de 22 anos, identificada como Vanessa Moura Alves, teve hematomas e cortes no rosto após sofrer uma agressão na noite de domingo (25) em Barra da Estiva, a cerca de 486 Km de Salvador.

A irmã da vítima disse ao G1 que o suspeito pela agressão é um amigo da família e aparentava estar sob efeito de álcool e agitado. O caso foi registrado na delegacia do município. Nesta terça-feira (27), o suspeito ainda não havia sido encontrado pela polícia.

Por causa da agressão, Vanessa foi encaminhada para o Hospital Susy Zanfretta, em Barra da Estiva. Além dos hematomas, ela precisou levar 20 pontos na região da testa. O nariz da vítima sofreu grave hemorragia. Ela teve alta na tarde de segunda-feira (26).

De acordo com Andressa Moura Alves, irmã da vítima, Vanessa chegou na casa do suspeito, em que estava acontecendo uma confraternização. Ao chegar no local, a vítima começou a ser agredida.

“Ele já chegou chutando ela [Vanessa]. Ela pediu a ele para parar, que estava sentindo dor. Ele puxou o cabelo dela e começou a xingar ela. Ela [Vanessa] deu um tapa na cara dele. Então, ele foi dentro da casa e voltou, e quando voltou, ele pegou uma mesa de plástico com toda força e jogou nela. Ela caiu e não conseguiu levantar, ficou desacordada”, relata Andressa, irmã da vítima.

Ainda segundo Andressa, o suspeito pelo crime é um amigo próximo da família e que costumava frequentar a casa da vítima há alguns anos. Ela conta que não entende ele ter agredido Vanessa.

“Ele era um amigo, vivia dentro da nossa casa, desde muitos anos. Tinha amizade com a gente, ninguém sabe explicar o motivo, porque ele fez isso. Ela chegou, falou com todo mundo, quando ele [suspeito] viu ela, já chegou agredindo”, conta.

Vanessa Moura Alves, de 22 anos, sofreu corte na região do rosto.  — Foto: Arquivo Pessoal

Vanessa Moura Alves, de 22 anos, sofreu corte na região do rosto. — Foto: Arquivo Pessoal

Durante a agressão, Vanessa tentou se defender e deu um tapa no rosto do suspeito. Por conta disso, o suspeito chegou a ameaçar a vítima, como relata a irmã.

“Depois que ela deu um tapa nele, ele voltou e disse que ela iria se arrepender de ter ter dado o tapa, que não iria ficar de graça”, disse.

Ainda segundo Andressa, o suspeito fugiu do local após as outras pessoas que estavam na confraternização prestarem atendimento a Vanessa, que estava desacordada. Ainda não há informações sobre o paradeiro do suspeito. O caso foi registrado na delegacia de Barra da Estiva.

“A gente espera que a justiça seja feita, que ele pague por isso, e que não fique impune”, conclui Andressa.

Leia a matéria original em G1

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Violência

Pai é preso na BA por deixar filhos sozinhos em imóvel; polícia vai apurar se homem fazia as crianças pedirem dinheiro na rua.

Foto: Divulgação/SSP-BA

Prisão aconteceu na quarta-feira (28) em Baixa Grande. Segundo a SSP-BA, a criança de oito anos segurava um facão, quando as equipes chegaram ao local.

Um homem foi preso e autuado por abandono de incapaz, na quarta-feira (28), na cidade de Baixa Grande, cerca de 260 quilômetros de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o homem deixava, constantemente, os filhos de 6 e 8 anos sozinhos dentro de casa.

Além disso, armas foram encontradas no imóvel. O homem foi conduzido para a delegacia de Baixa Grande e autuado por posse ilegal de armas e omissão de cautela. A delegada titular, Marcela Maria Sales Abreu, informou que recebeu informação de que o homem colocava os filhos para pedir dinheiro nas ruas, mas essa denúncia ainda será investigada.

Segundo a SSP-BA, a polícia e o Conselho Tutelar foram até o local após denúncias de que as crianças ficavam sozinhas em casa. Na residência foram encontradas quatro espingardas de fabricação artesanal carregadas, vasilhas com pólvora, chumbo e espoletas, todas de fácil acesso.

Ainda segundo a SSP-BA, a criança de 8 anos segurava um facão, quando as equipes chegaram ao local.

O pai foi preso por posse ilegal de armas e omissão de cautela. As crianças foram entregues à mãe e receberam apoio psicológico do Conselho Tutelar. (G1 BA)

Continue Reading

Violência

Mãe e filha morrem após serem esfaqueadas na cidade de Aporá

Uma mulher de 52 anos e a filha dela de 13 anos, identificadas como Maria Alves de Souza e Juliana Souza Conceição, morreram na madrugada desta sexta-feira, 14, após serem esfaqueadas na cidade de Aporá (distante a 188 km de Salvador), no nordeste baiano.

De acordo com a Polícia Civil, o alvo do ato criminoso deveria ser o filho de Maria. Ele chegou a ser ferido durante a ação com golpes de faca e foi encaminhado para uma unidade de saúde na região. No entanto, até o momento, não há informações sobre o seu estado de saúde.

Ainda segundo a polícia, Juliana morreu após ser baleada e esfaqueada. Também não há mais detalhes acerca da autoria e motivação do crime.

O caso será investigado pela Delegacia Territorial (DT) do município.

Leia a matéria original em A Tarde

Continue Reading

Violência

Mulher é agredida por outra com golpes de faca durante festa do tipo ‘paredão’ em Salvador

Foto: João Souza/ G1

Uma mulher identificada como Laís Santos de Jesus, de 30 anos, foi agredida com golpes de faca durante uma festa do tipo ‘paredão’ na manhã desta quinta-feira (13), na localidade Osório, no bairro de Pirajá, em Salvador.

De acordo com a Polícia Civil, testemunhas informaram que a vítima participava da festa quando entrou em vias de fato com uma outra mulher, que não foi identificada. Ainda não se sabe o que motivou o crime.

A polícia ainda disse que a vítima foi socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não detalhou o estado de saúde dela.

O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia Territorial (DT) de São Caetano.

Leia a matéria original em G1

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas