Connect with us

Bahia

Bahia registra 3.471 casos e 83 mortes por Covid-19 em 24h

A Bahia registrou nas últimas 24 horas 3.471 casos de coronavírus e 85 mortes em decorrência da Covid-19, segundo boletim divulgado nesta quarta-feira (5) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Ao todo, a Bahia tem 920.422 casos confirmados e 18.980 óbitos desde o início da pandemia. 

Dos 1.588 leitos de UTI adulto disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.271 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 80%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Fonte: Metro1

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Bahia registra 5.565 casos e 104 mortes por Covid-19 em 24h

A Bahia registrou nas últimas 24 horas 5.565 casos de coronavírus e 104 mortes em decorrência da Covid-19, segundo boletim divulgado hoje (12) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Ao todo, a Bahia tem 1.062.742 casos confirmados e 22.425 óbitos desde o início da pandemia.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 22.425, representando uma letalidade de 2,11%. Dentre os óbitos, 55,83% ocorreram no sexo masculino e 44,17% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,80% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,17%, preta com 15,54%, amarela com 0,42%, indígena com 0,13% e não há informação em 6,94% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 61,49%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,12%).

Ao todo, 1.025.954 pessoas já estão curadas da doença. Na Bahia, 49.881 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

No estado, dos 3.437 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 2.561 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 83%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Fonte: Metro1

Continue Reading

Bahia

Posto de saúde é arrombado e vacinação contra Covid-19 está suspensa em Feira de Santana

A Unidade Básica de Saúde Caseb I, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, foi arrombada e assaltada na madrugada de hoje (12). Dois computadores foram levados e a vacinação contra a Covid-19, que aconteceria somente neste posto, foi suspensa.

Não há indícios de que vacinas tenham sido roubadas, apenas equipamentos. Uma faca, que pode ter sido usada para abrir as portas, foi deixada no local. Além da porta, uma das janelas do posto também foi arrombada.Ninguém foi preso.

O local foi encontrado revirado pelos funcionários. Além dos computadores, a bicicleta de uma funcionária também foi levada. O veículo estava guardado dentro da UBS.

Hoje Feira de Santana teria apenas a aplicação de segunda dose no Caseb I. Com o arrombamento, a vacinação foi suspensa.  Fonte: Metro1

Continue Reading

Bahia

Meninos negros são maioria no trabalho infantil, afirma secretário

© MArcello casal JrAgencia Brasil

O Brasil tinha 1,8 milhão de crianças em situação exploratória de trabalho infantil até 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Destes, 65% são meninos negros abaixo de 14 anos, afirmou hoje (11) o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Mauricio Cunha, em entrevista ao programa A Voz do Brasil.

Mauricio Cunha informou que o Brasil é signatário de todas as grandes convenções e tratados sobre trabalho infantil que vigoram na Organização das Nações Unidas e na Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Segundo explica Cunha, o trabalho no Brasil é regulamentado a partir de 16 anos. Porem, crianças acima de 14 anos podem exercer atividades como aprendizes, mas com restrições. 

“Historicamente, o trabalho infantil vem diminuindo no mundo todo. No Brasil, a gente tem fortalecido o sistema de garantia de direitos para que essa diminuição seja permanente. Um dado interessante é que, contrariamente a todas as previsões, no Brasil, os números do trabalho infantil caíram em 2020”, explicou.

O secretário lembra, ainda, que há uma diferença entre trabalho doméstico e afazeres domésticos – o primeiro é caracterizado por atividades fora do domicílio e sem contato com membros da família, onde a criança é submetida a uma situação de exploração. “Neste cenário, muda um pouco. Mais de 90% [nesta situação] são meninas”, informou Mauricio Cunha.

O dia 12 de junho marca o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil – data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar o mundo sobre a exploração de crianças e adolescente.

Leia a matéria original em Agência Brasil

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas