Connect with us

Brasil

TCU afasta auditor apontado como autor de nota que questiona mortes por Covid

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, determinou, nesta quarta-feira, 9, o afastamento por 60 dias do auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, apontado como responsável pela elaboração de um estudo paralelo que questiona o número de mortes por Covid no Brasil. O documento foi utilizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que afirmou  que “50% dos óbitos por Covid não foram por Covid”. 

A magistrada também determinou a abertura de processo administrativo disciplinar para investigar o auditor e o encaminhamento de pedido à Polícia Federal para que apure o caso.

O auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques incluiu no sistema, no domingo, 6, um documento não oficial com os dados distorcidos sobre mortes na pandemia, conforme divulgou a revista Crusoé.

O estudo paralelo produzido por Alexandre Marques foi usado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro para questionar os números divulgados pelos estados sobre mortes causadas pela Covid-19.

Na segunda, 7, o TCU já havia emitido nota em que desmente Bolsonaro e nega ter produzido estudo ou documento que coloque em dúvida o número de mortes por Covid.

“Ressalta-se, ainda, que as questões veiculadas no referido documento não encontram respaldo em nenhuma fiscalização do TCU”, afirmou o órgão.

Na terça, 8, Bolsonaro chegou a reconhecer que havia errado ao atribuir a informação ao TCU. Entretanto insistiu na informação de que há sobrenotificação de mortes causadas pelo Covid, sem apresentar provas para a suspeita. (ATarde)

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Prova de vida pode ser feita sem sair de casa; veja como

Os beneficiários do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) têm a possibilidade de realizar a prova de vida sem sair de casa. O procedimento é feito pelos aplicativos Meu gov.br e Meu INSS, pelo site, em caixas eletrônicos ou até por procuração.

O objetivo com isso é evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus, uma vez que a prova de vida, exigida anualmente para comprovar a existência do beneficiário, foi retomada neste mês.

Segundo a Agência Brasil, o novo sistema viabiliza o procedimento por meio de tecnologia de biometria facial, desenvolvida pelo Serpro e pela Dataprev. O governo espera facilitar a vida de cerca de 36 milhões de aposentados, pensionistas e beneficiários de programas assistenciais. Para usar o serviço, o usuário precisa ter registrado a biometria para o título de eleitor, além de possuir uma conta no gov.br, o portal de serviços do governo. 

Ambos os aplicativos estão disponíveis no Google Play, na App Store e nos ambientes web. Os aplicativos Meu Gov.br e Meu INSS estão disponíveis na Google Play e App Store, e nos ambientes web. Fonte: Bahia Notícias

Continue Reading

Brasil

Caso João Alberto: Carrefour fecha acordo de R$ 115 milhões para políticas de enfrentamento ao racismo

O Carrefour assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no valor de R$ 115 milhões, na noite de ontem (11), em relação à morte de João Alberto Silveira Freitas, homem negro assassinado em uma unidade da rede, em Porto Alegre, em novembro do ano passado.O dinheiro vai ser destinado para políticas de enfrentamento ao racismo

O acordo foi firmado com o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MPRS), o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE-RS), Defensoria Pública da União (DPU) e as entidades Educafro – Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes e Centro Santo Dias de Direitos Humanos.

Na última quarta-feira (9), o Carrefour havia anunciado que estava avançando nas tratativas junto às autoridades públicas e associações civis. O valor do acordo era inicialmente de R$ 120 milhões, que seriam desembolsados ao longo dos próximos anos. No entanto, posteriormente, foi reduzido para R$ 115 milhões. 

João Alberto Silveira Freitas foi espancado até a morte por seguranças de uma unidade do Carrefour na capital gaúcha. O caso ocorreu em novembro do ano passado, um dia antes do dia da Consciência Negra. Seis pessoas ainda respondem pelo crime na Justiça. São elas: Giovane Gaspar da Silva e Magno Braz Borges, seguranças que estão presos; Adriana Alves Dutra, fiscal do Carrefour; Kleiton Silva Santos e Rafael Rezende, funcionários do mercado; e Paulo Francisco da Silva, funcionário da empresa terceirizada de segurança que prestava serviços ao estabelecimento.

Leia a matéria original em Metro1

Continue Reading

Brasil

Mais 2,7 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca chegam ao Brasil

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O Brasil recebeu mais um lote com 2,7 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca. Segundo informou o Ministério da Saúde, a nova remessa chegou ao país na noite de sexta-feira (11).

Junto com as 800 mil doses da CoronaVac que foram entregues ao governo também na sexta, a Saúde começa a distribuir novas doses para os estados, por meio do PNI (Plano Nacional de Imunicação).

De acordo com o Vacinômetro informa que cerca de 109,4 milhões de doses de vacina já foram distribuídas. Destas, 76,7 milhões foram aplicadas. O Ministério pretende vacinar 160 milhões de pessoas até dezembro deste ano.

Leia a matéria original em Bahia.Ba

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas