Connect with us

Bahia

Bahia registra 270 novos casos e mais 10 mortes por covid-19 em 24h

A Bahia registrou 270 novos casos de covid-19 nas últimas 24h, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) divulgado neste sábado (18). Foram mais 10 mortes pela doença contabilizadas no mesmo período. Outras 273 pessoas foram consideradas recuperadas da doença nas últimas 24h. 

Com os novos dados, a Bahia já teve 26.752 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. O estado tem 2.322 pessoas com o vírus ativo. Em toda pandemia, a Bahia já teve 1.228.777 casos de covid – 51.971 em profissionais de saúde. about:blank

Os dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste sábado.

Vacinação
Segundo o boletim, a Bahia, tem 9.544.120 de pessoas que receberam a primeira aplicação ou dose única da vacina contra a covid.

Com a segunda dose, já são 4.593.711 imunizados. Além disso, 20.507 pessoas receberam também a dose de reforço.

Leitos
A a Bahia tem 1.757 leitos ativos para tratamento da Covid-19. Desse total, 442 estão com pacientes internados, o que representa taxa de ocupação geral de 25%.

Desses leitos, 821 são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e estão com taxa de ocupação de 29% (242 eitos ocupados).

Nas UTIs pediátricas, 14 das 29 vagas estão com pessoas internadas, o que representa taxa de ocupação de 48%. Os leitos clínicos para adultos estão com 19% de ocupação e os infantis, com 45%.

Em Salvador, dos 458 leitos ativos, 123 estão ocupados (27% de ocupação geral). A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 23% e o pediátrico está em 45%.

Ainda na capital baiana, os leitos clínicos para adultos estão com 23% de ocupação e, os pediátricos, estão com 67%. Fonte: Correio.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (15) a redução do intervalo da segunda dose da vacina Oxford/AstraZeneca de 12 semanas para oito semanas. Com isso, fica a cargo dos municípios o ajuste dos calendários de segunda dose a partir da disponibilidade do imunizante.

Segundo a pasta, foram enviadas doses para concluir o ciclo vacinal de todas as vacinas ofertadas em todo o país. No total, foram disponibilizadas a estados e municípios 310 milhões de doses.

Tiveram o ciclo vacinal concluído até esta sexta-feira 103,7 milhões de pessoas. A população vacinável, com 12 anos ou mais no país, soma 180 milhões de pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, a nova etapa da campanha de vacinação contra a covid-19 envolve a conclusão do ciclo vacinal de quem recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer e as doses de reforço para idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde.

Um desafio dentro dessa fase é regularizar a situação de quem tomou somente a primeira dose. Segundo o Ministério da Saúde, 19,3 milhões de pessoas estão com a dose atrasada para a conclusão do esquema vacinal. Fonte: Metro1

Continue Reading

Bahia

Seca na Bahia atinge mais de 1 milhão de pessoas

Foto: Eudes Benício | Gov-Ba

A Bahia está com 101 municípios com decretos de emergência por seca/estiagem reconhecidos pelo estado e 97 com reconhecimento também pela Defesa Civil nacional, atingindo diretamente uma população de mais de um milhão de pessoas que necessitam de água através de programas da União e do Estado.

Nesta situação estão os moradores do município de Remanso, vizinho ao Lago de Sobradinho, que enfrentam sérias dificuldades de acordo com o diretor do Sindicato dos Produtores Rurais de Remanso, João Neto.

Ele afirmou que na última temporada as chuvas não caíram conforme o esperado e por isso muitas lagoas, aguadas e barragens estão secando totalmente. Ele citou como exemplos a Lagoa da comunidade de Igarapé e a barragem da comunidade dos Negros, um dos maiores reservatórios da zona rural do município.

Segundo o diretor sindical, este ano não teve colheita, porque as chuvas esperadas para os primeiros meses do ano não foram suficientes e as sementes que plantaram foram perdidas. Disse ainda que o custo de ração para manter os animais “está alto demais e muitos produtores rurais não sabem o que fazer”.

Na região do Sertão do São Francisco, Remanso, tem decretos de emergência por seca, reconhecida pelo estado e pela União. A distribuição de água acontece pela Operação Carro Pipa através do Exército. “Mas não chega em todas as casas e está uma loucura a procura por água”, enfatizou Neto.

O produtor rural pontuou que “tem muita água ainda no rio São Francisco, apesar de estar baixando também. O problema é que esta água não chega nas nossas comunidades”, criticou. Segundo João Neto, a esperança é para chuvas no final de outubro e novembro. “Se chover bem, melhora em 70% o sofrimento da população”, concluiu.

Embora a maioria dos municípios que enfrentam a situação de seca no estado seja atendida pelo Programa do Exército, 18 municípios baianos recebem água através do programa do governo estadual.

Incêndios florestais

Além da seca, que é um problema cíclico em diversas regiões onde não chove por vários meses do ano com reflexo na sobrevivência da população, o clima deste período favorece ainda os incêndios florestais.

De acordo com o programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) este ano já foram detectados 13.558 focos de calor na Bahia. O aumento foi de 112% em relação ao mesmo período de 2020, quando 6.389 focos foram registrados pelo programa.

Essa condição levou o estado a declarar situação de emergência por causa dos incêndios em 16 municípios, principalmente das regiões Oeste, Chapada, Vale do São Francisco e Sudoeste.

Com vigência até 11 de janeiro de 2022, o decreto proíbe qualquer atividade com potencial de geração de novos focos de incêndio, autoriza a mobilização de todos os órgãos estaduais e a convocação de voluntários, bem como dispensa de licitação para aquisição de bens, de prestação de serviços e de obras relacionadas ao combate das queimadas. Fonte: A Tarde

Continue Reading

Bahia

Rui viaja à Europa e Ásia para negociar investimentos para o estado

O governador Rui Costa (PT) embarca , nesta sexta-feira, 15, em uma viagem internacional pela Ásia e Europa com o objetivo de buscar  investimentos para a Bahia. De acordo com a assessoria do governo do estado, estão planejadas diversas reuniões com empresários e autoridades locais em cidades distribuídas em quatro países de dois continentes. Além de apresentar oportunidades de investimento, o governador vai reforçar laços com multinacionais que já investem na Bahia. A primeira parada será em Berlim, capital da Alemanha, na segunda-feira, 18.

Além da capital alemã, a missão internacional baiana passará por cidades no Cazaquistão, República Tcheca e Emirados Árabes Unidos. “Nós precisamos estar sempre ampliando o relacionamento com outros investidores, inclusive investidores estrangeiros, para que a gente amplie a geração de emprego e de renda do nosso povo”, explicou Rui. 

Depois da Alemanha, o governador vai ao Cazaquistão, República Tcheca e Emirados Árabes, onde encerra a missão internacional no dia 29 de outubro. Em virtude da viagem, o vice-governador João Leão assume o Governo do Estado nesta sexta-feira. (ATarde)

Continue Reading

Siga-nos no Instagram:

Facebook

Mais Lidas